/*Modifica icone na barra de enderecos */ /*Modifica icone na barra de enderecos */
Home »

DC Comics: Rorschach e sua máscara by @AllanTheWizard

Quando a Get Nuts disse que precisava de alguém para escrever um post sobre Rorschach eu tive que me manifestar. Rorschach é um dos personagens mais complexos e geniais da DC comics. A característica mais marcante de Rorschach é sua mascara borrada, baseada no teste do famoso psicólogo Hermann Rorschach, que também serviu como uma luva para o nome do personagem.

Rorschach

Criado por Alan Moore e Dave Gibbons. Rorschach tem tudo o que é necessário para emocionar, entreter, cativar e até assustar nós nerds. Rorschach é o tipo de personagem que eu sempre escolheria nos games, ou quem eu nunca gostaria de me meter em uma briga. Usa uma máscara com um borrão que se movimenta por seu rosto. Rorschach passa a acreditar que a mascara é seu rosto, e se torna extremamente violento quando ela é removida.
É o único vigilante ativo após o ato de ser vigilante após a aprovação da lei Keene, que tornou ilegal a atuação de super-heróis, vigilantes mascarados e justiceiros.
Rorschach narra a maior parte do filme tornando-o mais dramático e com um tom assustador.
Poderia dizer o que ocorre com Rorschach mas seria spoiler, e tiraria a melhor parte do filme e dos quadrinhos, que são justamente, as partes em que Rorschach atua.

A máscara de Rorschach

A máscara de Rorschach foi o próprio motivo de eu estar escrevendo este post, já que ela ganhou a enquete de melhor máscara dos cinemas no twitter da @Get_Nuts. Eu poderia ficar horas aqui escrevendo sobre a complexidade de sua máscara. mas tenho que lhes dizer: porque o borrão de sua mascara se mexe? A clássica pergunta que envolve nosso anti-herói, já que Rorschach não tem poderes, porque da máscara se mexer ?
Esse é um dos motivos por eu acreditar que Watchmen é um dos quadrinhos mais geniais da DC comics. Por ser um universo mais realista e distante dos clássicos da Liga da Justiça. A ciência prevalece! A máscara se mexe porque o Dr.Manhattan desenvolveu o tecido para equipar o membro mais sinistro da equipe. Vamos admitir, se Rorschach não tivesse tirado aquela máscara estilo ku klux klan, ele nunca teria ganhado a enquete.

Herói ou Anti-Herói ?

Não é precisso assistir o filme ou ler os quadrinhos de Watchmen várias vezes para perceber que Rorschach é um pouco perturbado. Podemos ver isso nos momentos em que o personagem capta toda a atenção do leitor/telespectador com a narração sombria e os momentos de ira que consomem as partes mais dramáticas da ação. A DC parece sempre colocar seus heróis em confronto com bandidos e policiais,. Isso acontece em Batman, Spaw e, em alguns acontecimentos, com a liga da justiça inteira. Isso não torna Rorschach um personagem com muita novidade… Mas colocar um motivo mais construtivo para ele ser perseguido e como ele reage a perseguição, torna essa caçada mais interessante, até, do que o próprio Batman. É perseguido por ser o único vigilante ainda ativo, sendo contra os princípios dos policiais e da lei (por ser um vigilante se tornou ilegal). Mas o modo como ele critica os vigilantes que desistiram e os policiais que prenderam, mataram, e acusaram de insanos os vigilantes ainda ativos, é único.

Minha opinião

Rorschach passa na maior parte dos requisitos para ser um justiceiro admirado por nerds hoje em dia. Acho que a DC errou em fazer muitos personagens parecidos tirando a exclusividade de cada um. Alan Moore tem meu respeito e, acredito eu, de muitos geeks por aí. E o fato de ter tirado Rorschach do mundo da liga da justiça salvou a história épica de Watchmen, e deixou de piorar a liga da justiça, que deve até melhorar com essa reformulação que está estreando este mês.

Ficou curioso sobre Rorschach e outros Vigilantes? Assista o filme Watchmen, que pode ser encontrado em qualquer locadora que se digne, e leia os comics, seguindo as nossas origens Geeks.

Siga @Get_Nuts, e se gostou de meu post me siga também @AllanTheWizard :D

Fringe: Nova Temporada estréia nesta semana: 23-Set

.

Finalmente a quarta temporada de Fringe estréia nesta próxima 6a.feira na Fox nos Estados Unidos. Foram longos 6 meses de espera desde o último episódio da terceira temporada “The Day we Died” apresentado em 22 de março.
E valeu cada minuto de espera… os dois universos paralelos estão se desintegrando, Bolivia está grávida de Peter, Peter deixou de existir , Walter e Walternate se encontram cara a cara!
Estamos desesperados para baixar este primeiro episódio…. rsrsrsrs

Abraço a todos,
Lost Chin

Mês de Setembro rola sorteio no twitter da @get_nuts

Neste mês de Setembro a Get NUTS vai sortear o Mighty Muggs aí da foto!
Confira as regras no link http://bit.ly/oDk1f2

Ajude a divulgar e Boa Sorte :D

De Dexter e Morgan todos nós temos um pouco! by @Senhor_P

Quando o pessoal do GetNUTS perguntou no Twitter, se tinha algum fã do Dexter que topasse escrever um artigo sobre a série, fiquei tentado, mas eu não sou escritor, jornalista, critico de TV, sou apenas um cara!
Tá bom, tá bom, eu sou com cara alucinado por séries de TV, Nerdão assumido, Nerd gatão (cof…cof), mas mesmo assim Nerd de carteirinha, então vou compartilhar com vocês um pouco da minha experiência e percepções pessoais com a série Dexter, como fã e um cara normal.

Mas vamos ao que interessa, o que falar sobre Dexter Morgan? Vamos começar pela definição básica da pessoa de Dexter, ele é um Psicopata.
“Psicopata, a rigor designa um indivíduo, clinicamente perverso que tem personalidade psicopática. A psicopatia é um distúrbio mental grave caracterizado por um desvio de caráter, ausência de sentimentos genuínos, frieza, insensibilidade aos sentimentos alheios, manipulação, egocentrismo, falta de remorso e culpa para atos cruéis e inflexibilidade com castigos e punições.” (Leia mais aqui)

Na verdade o Dexter é um personagem tão tridimensional que é até um pecado limitar ele apenas ao aspecto da sua doença mental, é meus caros ele é um doente mental, mas é também uma pessoa complexa, pelo menos o seu disfarce social é muito bom, e ao longo das temporadas ele vai adicionando mais elementos, que o tornam cada vez mais normal aos olhos das pessoas que o cercam.
Para entender o Dexter Morgan temos que conhecer o seu ambiente e as pessoas que cercam, e que muitas vezes são reflexos da própria personalidade humana que ele tanto busca, e que são tão ferradas quando ele, de uma forma que envolve o espectador, pois os dramas, trejeitos, atitudes e personalidades são tão familiares a todos nós.

O ambiente

A séria se passa em Miami Beach, o que por si só já é muito legal. Quem é da velha guarda como eu, vai se lembrar de Miami Vice, que era uma série muito famosa nos anos 80 e 90 aqui no Brasil.
A séria aproveita Miami Beach de forma espetacular, mostrando toda beleza do litoral, mas também abusa de locações suburbanas, com suas ruas ladeadas por palmeiras, mostra também à noite e sordidez da cidade com suas prostitutas, gangues, viciados, violência, e todo o submundo policial, isso me faz lembrar que a série pode ser considerada uma série policial também.

A família (adotiva) de Dexter era composta pelo oficial da policia Harry Morgan, sua falecida esposa Doris Morgan e pela irmã Debra Morgan, que é filha biológica do casal e colega de Dexter no Departamento de Polícia de Miami Beach.

A nova família de Dexter é composta por ele mesmo, Rita (Bennett) Morgan, Aston Bennet, Cody Bennett e depois do pequeno Harrison Morgan, filho biológico do Dexter e da Rita.
Os colegas de trabalho são: Angel Baptista, Maria LaGuerta, James Doakes, Joseph “Joey” Quinn, e Vince Masuka.

Os personagens:

Dexter Morgan é o protagonista da série. Ele é uma pessoa que tem de carregar um peso, que seria muito grande para qualquer ser humano normal, entretanto ele não é normal, ele é um psicopata, que como todo bom representante da sua classe, tem os seus rituais. Sua vítimas são escolhidas entre pessoas que cometem crimes mas não podem ser “alcançadas” pela justiça dos homens. Seguindo “O Código” que lhe foi doutrinado pelo seu pai adotivo Harry Morgan, ele somente mata aqueles que realmente fizeram por merecer.


Harry Morgan é o pai adotivo do Dexter e ex-policial em Miami Beach. Ele e sua mulher Doris adotam o pequeno Dexter quando o garoto presencia a morte brutal da sua mãe biológica (Laura Moser). Harry notou o desaparecimento de animais da vizinhança e descobre logo que o responsável é o seu filho adotivo. A partir de então sua vida é dedicada a doutrinar as atitudes do protagonista para que ele guie seus atos através de um código de conduta, e aprenda como escolher e executar suas vítimas de maneira a não deixar rastros.

Debra Morgan é a irmã do Dexter, filha biológica de Harry e Doris Morgan. Sua ambição é seguir os passos do pai no departamento de polícia de Miami Beach. Ela é péssima para escolher namorados. Ela acha o irmão a cara mais normal do mundo, apesar de achar ele meio nerd, e tem o seu pai como exemplo de vida e como ídolo profissional. No entanto, Debra vai descobrindo ao longo da série que nem tudo é o que parece…

Angel Baptista é detetive da divisão de homicídios eestá sempre envolvido com o Dexter, que trabalha como analista de marcas de sangue para o depto de polícia. Angel tem problemas familiares, se envolve com várias mulheres durante a série, mas leva o seu trabalho muito a sério. Considera o Dexter como seu amigo e está sempre tentando ajudar a Debra a conseguir a sua promoção para Investigadora.

Maria LaGuerta está no comando da divisão de homicídios. É de ascendência Cubana, altamente motivada pela sua ambição política enão mede esforços para alcançar os seus objetivos. Se envolve com vários homens durante a série, na sua maioria visando algum retorno profissional. Mas ela logo começa a se envolver com os outros personagens e tem uma mudança gradual durante a série. Confia plenamente na opinião do Dexter e vive lhe pedindo conselhos, o que o deixa maluco, visto que ele quer chamar o mínimo de atenção.

Sargento James Doakes é detetive da divisão de homicídios. Dexter o considera um predador, e como tal, ele sente que há outro predador por perto, e fica procurando alguma coisa que possa desabonar a imagem de bom moço do Dexter. Doakes é uma pessoa de atitudes violentas, pavio curto, ele trata mal os Nerds Dexter e Masuka, a obsessão de Doakes pelo Dexter chega a ser doentia, se ele ao menos soubesse que tinha razão.

Joseph “Joey” Quinn é detetive da divisão de homicídios. Ele entra depois na série e acaba como parceiro da Debra Morgan. É uma pessoa polêmica. Suspeito de ser policial corrupto, ele fica bem nervoso quando as coisas não saem da maneira que ele espera. Ele demonstra realmente se importar com a Debra Morgan e está sempre tentando evitar que ela se complique por conta de um dos namorados dela que é seu informante.

Vince Masuka é o chefe da equipe forense da divisão de homicídios e trabalha diretamente com o Dexter. É o alivio cômico da série. Masuka é o típico colega de trabalho inconveniente, ele não sabe a hora de ficar calado, e sempre aparece as horas mais impróprias com piadas sexistas e de extremo mau gosto. Além de tudo Vince tem um ego gigantesco e se acha o maior profissional da sua área. Normalmente é motivo de chacota ou é ignorado pelo restante do departamento. Deixa o Dexter maluco com a sua bisbilhotice.

Rita (Bennett) Morgan é uma mulher que sofreu abusos do ex-marido Paul Bennett, é mãe de Aston e Cody Bennett, e depois do Harrison Morgan. Quando o Dexter está procurando aperfeiçoar seu disfarce social, ele resolve que precisa de uma namorada, a Rita é a escolha ideal, pois ela no início não consegue se relacionar sexualmente, o que para o Dexter é ótimo, pois ele não tem interesse no assunto. Com o passar do tempo, Dexter cria uma necessidade de proteger ela e a família, o que acaba por levá-los a se casarem.

Apresentações feitas, continuaremos conversando um pouco mais sobre a série. A estréia ocorreu no dia 1 de outubro de 2006 pelo canal Showtime na terra do Tio Sam. A série ganhou vários prêmios e blá, blá, blá…
O que interessa mesmo é que você vai encontrar personagens cativantes, situações inusitadas, e muito drama – os personagens têm uma tendência incrível a se meterem em problemas.
O Dexter ao final de cada temporada é colocado na posição de ter o seu segredo descoberto, você fica aflito, ele fica imaginando o que as pessoas com quem ele se importa vão dizer, e geralmente a conclusão no início da temporada seguinte é de explodir cabeças.
Cada vítima tem sua história desenvolvida, analisada de forma a nos colocar a par dos seus crimes e simpatizar com a sua “condenação”, ficamos torcendo para que o dia da “execução” chegue logo e que ela finalmente vá fazer parte da coleção de sangue do nosso psicopata preferido.

Em minha opinião a séria tem algumas referências veladas a outras obras, como por exemplo o fato do Dexter em momentos de dificuldade ou de reflexão receber conselhos, e até conversar com o seu falecido pai. Harry aparece na forma de Obi-wan Kenobi, e sempre repassa para o nosso protagonista o que ele deve fazer, dizer ou até como evitar ser descoberto. Se você for pensar bem o Dexter e o Luke sofrem de esquizofrenia, pois ambos falam com dois caras mortos que não dizem nada que eles já não saibam.
(pausa para apanhar dos nerds).

Outra figura que gosto de comparar com o Dexter é o Batman, veja bem:

- Ambos viram os pais serem mortos;
- Ambos caçam criminosos;
- Ambos têm de manter uma vida dupla;
- Ambos foram treinados para focar a sua “fome” em indivíduos que “merecem”;

As semelhanças acabam aqui, o Batman se contenta geralmente em prender ou dar uma surra nos meliantes, já Dexter prefere, tirar uma amostra de sangue, esquartejar e jogar os restos na baía. Eu aposto que se ele tivesse aquela grana toda do Bruce, ele também usaria uma roupa maneira com direito quem sabe a cueca de fora.

Uma coisa legal no Dexter é que ele sabe o que ele é, ele não liga, ele não deveria sentir nada por ninguém, além do desejo de caçar e matar que o seu “Passageiro Sombrio” o faz sentir de tempos em tempos. Porém o Dexter não está finalizado, ele está sempre procurando melhorar o seu disfarce, isso acaba nos levando a Rita Bennett.

A Rita é um personagem bem legal, é fácil se identificar com ela, ela sofria abusos do ex-marido Paul Bennett, tem que criar os filhos sozinha, a mãe a acusa de ser uma fracassada que se envolve apenas com homens errados, ela não consegue ter uma relação normal, não consegue fazer sexo devido ao trauma causado pelo Paul.
Qual o pensamento babaca do Dexter?
“Oba, vou arrumar uma namorada pra satisfazer a curiosidade das pessoas, e não vou ter que “fingir” uma relação sexual com ela.”
O problema é que aconselhada pela mãe a moça resolve, digamos assim, se soltar. Protagonizando uma cena antológica, vestida de Lara Croft loirinha, ela se oferece para fazer sexo oral com o Dexter, depois disso ficou conhecida na Internet como Lara Croft “boqueteira” .

Com o passar do tempo o Dexter vai descobrindo partes suprimidas do seu passado, e ao mesmo tempo vai descobrindo sentimentos que pensava não ser capaz de sentir. Ele acaba percebendo o quão importante a sua irmã é para a sua vida, ele cria um laço com os filhos da Rita, que são vitimas por presenciar os abusos do pai contra a mãe.
Ele vê nas crianças a inocência que ele já teve e que lhe foi tirada com tanta violência, ele se coloca então na posição de protetor, e o relacionamento dele com a Rita passa de mera conveniência para uma coisa real, não um sentimento real, mas uma distorção do amor criada pela mente doentia de um psicopata.

Ao logo das temporadas vimos que todos os personagens têm sub-tramas muito interessantes, todos ele são bem tridimensionais, com motivações bem trabalhadas, e é fácil se identificar com os mesmos.
Os vilões das temporadas também são fantásticos, pois geralmente ficamos com o sentimento dúbio de torcer hora pelo Dexter, hora sentir pena ou identificação com o antagonista da temporada, na minha opinião o melhor é o da quarta temporada.

Devo confessar para vocês que devida a um acontecimento ao final da quarta temporada, eu parei de assistir a série, não que tenha ficado ruim, mas é que eu criei um laço tão grande com os personagens que depois do que houve, ainda não tive coragem que ver o que acontece depois, estou aqui agora tomando coragem para ver o que vem a seguir na quinta temporada.

Já foi confirmada uma sexta temporada que chega agora dia 12 de outubro de 2011, uma sétima temporada pode acontecer, fiquem ligados.

Quero agradecer a quem teve paciência para agüentar estas mal traçadas linhas até aqui, acrescento que os poucos spoilers aqui presentes não vão estragar de forma alguma a sua experiência.
Estão esperando o que? Corram e comprem as temporadas que eu garanto que será diversão garantida! :D

Abraços, @Senhor_P

Site “Ask Vader” : Pergunte`a Darth Vader tudo o que vc quiser!

Em comemoração ao lançamento da saga Star Wars em Blu-ray a Fox lança o site “Ask Vader”.

Tem alguma decisão difícil para tomar? Precisa da opnião de um Sith?

Darth Vader irá ouvir (im) pacientemente suas perguntas (você deverá digitá-las em um campo texto em inglês) e vai te responder da maneira que você merece!
Bem aí, vc sabe né, o humor dele não é dos melhores :(

O site ainda oferece outras surpresas: `a medida que você interage com Darth Vader vai desbloqueando ” Momentos Especiais com Vader” – que revelam memórias de momentos especiais de Vader sobre a saga.

O que vc está esperando ? “Ask Vader Star Wars”

Outro lançamento da FOX é o catálogo digital “Star Wars Moments Visualizer” onde vc poderá visualizar 300 momentos de todos os filmes da saga. Lá você visualiza um descrição da cena, o episódio e o ranking. Você também poderá votar no seu momento preferido! http://moments.starwars.com/visualizer

Gamescom 2011: Conheça os melhores games do ano!

A maior feira de Games Interativos e Entretenimento da Europa rolou em Colônia na Alemanha de 17 a 21 de agosto e elegeu este ano os melhores games em 8 categorias: Melhor Game de PC, Melhor Game de Console, Melhor Game Plataforma Mobile,
Melhor Game Online, Melhor Game baseado em Browser, Melhor Game Diversão em Família, Melhor Hardware/Acessórios e Melhor da Gamescom.
A Empresa campeã levou 4 premiações entre as 8 categorias foi a Eletronic Arts.

Conheça os vencedores:

Game Categoria Empresa
Battefield 3 Melhor da Gamescom Eletronic Arts
* * *
PlayStation Vita Melhor Hardware e Acessórios Sony Computer Entetainment
* * *
FIFA 12 Melhor Game de Console Eletronic Arts
* * *
Uncharted: Golden Abyss Melhor Game Plataforma Mobile Sony Computer Entertainment
* * *
Star Wars: The Old Republic Melhor Jogo OnLine Eletronic Arts
* * *
Diablo III Melhor Game de PC Blizzard Entertainment
* * *
The Sims Social Melhor Game baseado em Browser Eletronic Arts
* * *
Sesame Street: Once Upon a Monster Melhor Jogo Família Warner Bros. Interactive Entertainment

Retrospectiva Séries de TV : “Perdidos no Espaço”

Tem muita gente que não viu… mas vale `a pena ! Perdidos no Espaço, é um clássico de ficção científica da década de 60, juntamente com Star Trek e outros mais.
O seriado (cujo título original é Lost in Space) foi ao ar na TV americana entre setembro de 1965 até março de 1968. Seu criador e produtor executivo , Irwin Allen, também foi responsável por outros seriados famosos: “Terra de Gigantes”, “Túnel do Tempo” e “Viagem ao Fundo Mar” . No entanto, “Lost in Space” foi o seu maior sucesso. A série teve 3 temporadas com 83 episódios , sendo que a primeira temporada foi em P&B.

Sinopse:

No final do século XX a Terra enfrenta o problema da super-população e escassez de recursos. A solução é a colonização do espaço, começando por um planeta na órbita da estrela Alfa Centauri. Considerando o alcance da tecnologia americana, ele é o único planeta capaz de fornecer condições ideais para a existência humana.

Em outubro de 1997, os EUA lançam a moderna e poderosa nave Júpiter 2, com a primeira família selecionada e treinada para dar início à colonização: os Robinson. É composta pelo pai John (professor de astrofísica e geofísica), pela mãe Maureen (bioquímica) e pelos filhos Judy, Penny e Will. Acompanhando-os, está o Major Donald West – piloto da nave – e um robô, programado para auxiliar a família no processo de colonização. Um espião estrangeiro infiltrado sabota a missão, levando-os a ficar perdidos no espaço. No entanto, este espião-sabotador acaba preso na nave com a família Robinson. Ele é o Doutor Zachary Smith.

Jupiter 2

Conheça os personagens:



DVD:

Perdidos no Espaço já teve suas 3 temporadas completas lançadas em DVD aqui no Brasil. A 1ª temporada foi lançada assim como foi produzida, em preto-e-branco, e traz também o episódio piloto “No Place to Hide”, jamais exibido no Brasil, e portanto, não-dublado. As 2ª e 3ª temporadas foram lançadas em cores. Todas as 3 temporadas apresentam a dublagem original brasileira, realizada na década de 1960.

O Filme em 1998:

Em 1998 estreou nas telas do cinema o filme de mesmo nome da série, com Gary Oldman no papel de Dr. Zachary Smith e Wiliam Hurt como John Robinson.
Alguns atores antigos das série fizeram participações especiais no filme:

▪ June Lockhart, a Maureen Robinson original, é a professora de Will e aparece em um holograma.
▪ Mark Goddard, o antigo Major West, é o oficial comandante do novo Major West.
▪ Angela Cartwright e Marta Kristen, as primeiras Penny Robinson e Judy Robinson, agora são repórteres.
Dick Tufeld voltou a interpretar a voz do robô.

Abraços,
Jedi Girl :D

E para quem curte colecionar peças retrô, foram lançadas peças colecionáveis da série e algumas delas estão `a venda na loja da GetNUTS.

Ver mais detalhes


Ver mais detalhes

Séries de TV: “The Big Bang Theory” by @ma_fantini

“The Big Bang Theory”, para os íntimos TBBT, é uma comédia criada por Chuck Lorre, que tem grandes séries em seu currículo. A série trata do mundo nerd, com todos os seus clichês colocados de forma extremamente divertida. É uma das mais fartas em referências de cultura pop que já tive o prazer de ver, mas você deve prestar atenção em cada cena, pois só assim perceberá outras centenas de referências enquanto assiste aos episódios que podem estar tanto no diálogo quanto em objetos de cena.

A série conta a rotina de dois físicos teóricos Leonard Hofstadter e Sheldon Cooper, que dividem o apartamento, repleto de artefatos nerds capazes de fazer muito marmanjo babar de inveja, e têm a semana dividida em atividades especificas e sistemáticas.
Seu limitado círculo social compreende seus dois únicos amigos: Rajesh Koothrappali, ou Raj, que só consegue falar com mulheres regado a álcool, e Howard Wolowitz, um judeu com uma autoconfiança que alcança o espaço. Raj tem uma amizade singular com Howard, disparado seu melhor amigo, que leva seus pais a acharem que têm um caso – confesso que às vezes eu também acho que rola um clima. Com relação a Howard, minha maior curiosidade refere-se `a sua mãe, tão berrante quanto suas calças, mas que nunca aparece. Como ela será? Eu já imaginei diversas versões, mas ainda não cheguei a uma definitiva. Na última temporada, percebi um crescimento no espaço destes personagens, o que acho excelente para a série.

Os quatro trabalham na Universidade de Pasadena e usam seu tempo livre em passatempos puramente nerds: jogando Halo, RPGs, lendo e comprando gibis, jogando Scrabble em Klingon, assistindo maratonas de ficção cientifica, e em discussões que vão dos nomes de personagens de Stan Lee (realmente interessante que a maioria tenha nome e sobrenome iniciado com a mesma letra) à física quântica.

Dotados da genialidade fundamental para sua carreira científica, não possuem a “manha” para se relacionar com o sexo oposto, e no caso de Sheldon com qualquer exemplar da espécie humana. Quando Penny, uma bela loirinha que trabalha como garçonete enquanto espera a carreira de atriz deslanchar, muda-se para o apartamento em frente e desperta a paixão de Leonard, a rotina destes amigos é radicalmente alterada.

Ela desconhece totalmente os ícones do mundo nerd, não sabe nem quem é Stan Lee, o que dificulta bastante a interação entre eles. Fazendo contraponto a este seu desconhecimento, temos os meninos totalmente alheios ao que acontece nas “baladas” do mundo moderno, ignorantes das regras esportivas e sociais da vida de um jovem comum da sociedade americana.
O choque destas duas realidades é que torna a série hilária. Desconhecendo o universo uns dos outros, fatalmente acontecem situações constrangedoras e, pelo menos para nós, divertidíssimas.

Leonard é o oposto de todos os namorados que Penny já teve: altos, musculosos e lindos. Como ele poderia ter alguma chance? Isto com o agravante de ela não entender como um homem coleciona gibis, compra bonecos, curte jogos e faz citações de fórmulas e pensadores que estão totalmente fora de sua esfera de conhecimento.

Basicamente é disto que trata a série, deste processo de conquista e adaptação.
O relacionamento de Sheldon com Penny é uma das melhores coisas da série. Não há nada de romântico nele, nem tensão sexual entre os dois, porém há o choque cultural. É interessante como os dois vão se tornando mais tolerantes um com o outro, de forma lenta e gradual.
Além de todos estes ingredientes, temos as citações de brinde. Lembram que eu disse para prestarem atenção? Então, cenas esquecidas de filmes como Guerra Nas Estrelas ou Jornada, podem ser citadas no meio de uma discussão de física quântica com a maior naturalidade. Frases dos clássicos heróis de gibis, como Batman ou Superman, são verdades absolutas.

Estes cinco personagens, tão diferentes e tão iguais, tornam o seriado tão interessante de assistir. A interação entre eles, às vezes tão complicada, é o que faz dar boas gargalhadas.
Todos tiveram mudanças claras desde a primeira temporada, acho que assim como nós que os assistimos. Alguns personagens amadureceram, outros se tornaram mais herméticos, outras relações surgiram, assim como novos personagens: Bernadette, Amy e Prya, sendo que esta última não tem minha simpatia. A última temporada, em minha opinião, não mostrou a mesma qualidade que as anteriores, porém tenho certeza que isto será corrigido na próxima.

Para quem não assistiu ainda a série, fica a #dica: vale muito à pena. E para quem, assim como eu, é fã da série, que setembro venha rápido.
Divirtam-se! :P

@ma_fantini

Betty Boop versão Black & White

A linda Betty Boop em versão “Black & White” vintage com seu vestido aberto na lateral e deixando `a mostra sua cinta-liga. Pressione um botão e ouvirá diversas frases desta charmosa bonequinha.
“Hi i´m Betty Boop, Boop Oop-A-Doop”, “Smaaaack!”…
Você compra na GetNUTS – a sua loja de colecionáveis na internet :P visitar a loja

Tartarugas Ninja: Estátua do Michelangelo

Belíssima estátua em resina do personagem Michelangelo – edicão limitada. Pintada `a mão e super detalhada. Peça de colecionador e decorativa. Não é brinquedo.
Você compra na GetNUTS – a sua loja de colecionáveis na Internet :P visitar a loja.

Máscara eletrônica Darth Vader: comande o lado negro da força

Comande o lado negro da força com esta réplica do capacete e máscara de Darth

Vader! Acompanha um controle que deve ser pendurado no pescoço e possibilita selecionar 2 modos de operação:

1) modo modificador de voz: simula a voz de Darth Vader, quando o usuário fala.
2.) modo respiração: emite os sons de respiração ” eletrônica” de Darth Vader.

Você compra GetNUTS – a sua loja de colecionáveis na Internet :P   visitar a loja

Pato Donald desde 1934… by @my_pandoras_box


Donald Fauntleroy Duck, ou melhor dizendo, o Pato Donald é um personagem criado por Walt Disney no ano de 1934.
Donald Duck é um pato branco, de pernas e bico alaranjados, veste sempre uma camisa e quepe de marinheiro. O motivo para isto é que na época em que foi feito, todos os personagens precisavam vestir roupas! (mas…e pq ele não usa calças?! #perguntasclássicas)>

O dublador:

Dublador Pato Donald

A famosa “voz” de Donald foi criada pelo dublador Clarence Nash que até então era apenas um homem vindo da zona rural de Watonga, Oklahoma. Ele tinha o dom natural para imitar animais, inclusive sons de patos. A voz que Nash criou para Donald consistia em falar palavras através de um tipo de “ruido”, feito com o canto da boca e os dentes molares, que lembrava o grasnado de um pato. Após Walt Disney o escutar recitando o poema Mary Tinha um Carneirinho (Mary Had a Little Lamb) [clássica!!! E que eu fico toda faceira de ouvir] com sua “voz de pato”, chamou-o para uma audição e imediatamente o contratou, adivinhando que havia escolhido a voz certa para o seu novo personagem!
Curiosidade: clássicos desenhos em que Huguinho, Zezinho e Luizinho aparecem, todos os três tem a mesma voz, feita também por Clarence Nash (porém mais fina que a de Donald), pois antigamente os três sobrinhos tinham a mesma personalidade, eles falavam e agiam juntos, e algumas vezes dizendo freses fragmentadas como: “Olá!” “Tio!” “Donald!”.

“Impressões” de Donald no Teatro Chinês em
Hollywood, feitas por Clarence Nash.

Em séries produzidas mais recentes como Duck Tales, e TV Quack Pack, os três sobrinhos tem personalidades diferentes uma da outra, e não falam todos com a mesma “voz de pato”.
Já a pata “Donna Duck” que aparece no curta Don Donald (1937) também foi dublada por Clarence Nash, somente em episódios posteriores a esse, a namorada de Donald, ganhou a sua própria voz, e recebeu o nome de “Daisy Duck”. Cabe ressaltar que Donna foi um protótipo da Margarida.

O personagem:

O pato Donald fez sua estréia em 9 de junho de 1934 no episódio The Wise Little Hen (lançado no Brasil com o título de “A Galinha Esperta”) da série “Sinfonias Tolas”. Até final de 1936, ele apareceu em vários desenhos do Mickey, ao lado de personagens como Pateta e Pluto. No ano seguinte, Donald estreou sua própria série animada ao lado de sua amada Margarida. O desenho era chamado Don Donald. Seus sobrinhos apareceriam um ano mais tarde, no episódio Os Sobrinhos de Donald.

“Pato Donald contra o Führer”:

Como muitos desenhos dos anos 30/40, época de grandes guerras e conflitos ideológicos, os Estúdios Disney também foram obrigados a mudar de estilo com a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial em 1942.
A produção de desenhos passou a integrar o esforço de guerra norte-americano, abordando a guerra como tema. Em 1942, foi feito um desenho de propaganda anti-nazista, chamado de “A Face do Führer”. Nesse desenho mostra Donald vivendo na Alemanha Nazista, onde ele é forçado a trabalhar em uma fábrica de produção em série de armamento bélico pesado e de fotografias de Hitler produzidas em série.

No entanto, o desenho mostra ainda uma certa ingenuidade dos seus produtores, com alguns furos como a crítica à produção em série (lembrar de Tempos Modernos e afins), algo comum nos Estados Unidos desde a década de 30. Em o “Espírito de 1943″, o Pato Donald é convencido a contribuir com parte do seu salário, para os altos impostos de guerra. Nesse desenho ele contracena com sua consciência dividida, gastadora e econômica, cujas aparências personificadas lembram os futuros Tio Patinhas e Gastão.

Além de Donald se mostrar contra o Nazismo (na imagem acima, um avião P-51 Mustang com a imagem do personagem), outros personagens como Popeye, Patolino, Mickey, O Gato Félix e tantos outros deixaram de lado as piadas do cotidiano, e passaram a mostrar conteúdo violento, usando armas e jogando bombas de avião, dentre outras coisas. É…nem sempre as coisas foram lindas como temos os desenhos hoje… [e é por isso que não critico tanto algumas cenas de desenhos e séries...a vida ‘animada’ já foi MUITO pior.]

Donald visita a América:


Donald participou de dois longas com temas dirigidos à América do Sul, -infelizmente com interesse estratégico para os militares; Saludos Amigos (Alô Amigos) de 1943, com o papagaio brasileiro Zé Carioca e The Three Caballeros (1944), com Zé Carioca, Donald e o mexicano Panchito “Pistoles”. [ e quem aqui não chorava de rir com as loucuras de Panchito, hein?! A cena da canção “The three caballeros” é algo memorável!!!]

Televisão, quadrinhos e afins…:

Na televisão, Donald esteve em DuckTales (1987-1990) e TV Quack Pack (1996-1997). Seus desenhos originariamente feitos para o cinema, passaram a ser exibidos em programas como O Point do Mickey (“The House of Mouse”), seu próprio programa a TV Quack que era exibido na Disney Channel.
Donald passou a ter “vida própria”, sem depender de Mickey, quando Carl Barks, ao ficar encarregado dos quadrinhos, resolveu adaptar uma história originariamente escrita para Donald, Mickey, Pateta e Pluto, desenhando-a apenas com Donald e seus sobrinhos: Donald Duck Finds Pirate Gold (“Donald Encontra o Ouro dos Piratas”). Ela foi publicada em 1942 e pertence à serie de revistas da Dell Comics chamada “Four Color”.

Nos jogos:

Além de fazer participações especiais em jogos, ele também foi/é protagonista de alguns.

Donald foi o personagem principal do jogo Quack Shot, para fliperama e mega drive (1991). Sendo um jogo de ação do tipo plataforma, você controla o rabugento pato em uma aventura à la Indiana Jones! Nosso querido pato também é protagonista da série de RPG Kingdom Hearts que eu vou começar a jogar, finalmente!, junto com Pateta e o menino Sora. Nesse jogo, ele é o mago da corte do rei Mickey. É um mago impetuoso e impaciente (novidade, né?) , que, a pedido do rei, acompanha Sora na sua jornada para encontrar o rei.
Por fim, no jogo Crash Twinsanity, nas ultimas fases, há uma música parecida com os sons que Donald faz quando esta com raiva. Vou procurar algo sobre… quero dar umas risadas :P

No Brasil:

Os quadrinhos protagonizados pelo Donald fizeram estréia no Brasil no Suplemento Juvenil de Adolfo Aizen em outubro de 1938.

Lançada em julho de 1950, a revista O Pato Donald (trocando o nome para Pato Donald de 1980 em diante), foi o marco inicial da Editora Abril, o que o torna o título de quadrinhos de mais longa publicação contínua no Brasil.
As revistas Zé Carioca, Tio Patinhas (inicialmente como Almanaque do Tio Patinhas) e Disney Especial são suas derivadas diretas.
Após o encerramento da produção de histórias aqui no Brasil, a Editora Abril se limitou a publicar quadrinhos de outros países, como a Itália. As produções italianas são alvo de críticas por sua suposta baixa qualidade mas, mesmo assim, são presença forte e constante nas revistas brasileiras ao longo das décadas.
Além de ter seu próprio título de quadrinhos, Donald foi capa do álbum de figurinhas Galeria Walt Disney (1976 e republicações), personagem no Grande Livro Disney (1977) e astro principal do Manual da Televisão (1982). – eu tenho o Manuel da Televisão! #feliz
—-
Por fim, como sempre deixo para vocês… algumas coisinhas para rir ou se impressionar!
No caso, tenho 3 observações, pois souvenirs, livros, revistas e afins, todos conhecem de alguma forma! ;)

1. DORGAS MANOLO!!!

“Mulher diz que ‘Pato Donald’ agarrou seus seios e quer US$ 200 mil”
A americana April Magolon, que mora no estado da Pensilvânia (EUA), entrou com um processo contra Disney World, no qual ela pede uma indenização de US$ 200 mil, porque teria sido molestada pelo “Pato Donald”, segundo reportagem da emissora “WFTV”. (Fonte da notícia: G1, em São Paulo.)
É, a emissora deveria ser W(T)FTV…

2. The Three Caballeros Song!

Como comentei antes, aqui está o vídeo das 3 criaturinhas juntas e divertindo os espectadores!

Se quiserem ver mais coisas legais, aqui tem o link da visita de Donald à Copacabana!

http://www.youtube.com/watch?v=a3Fit31LXDo

3. Árvore genealógica do Donald!

Podem conferir mais informações e a imagem em tamanho (grande) real nesse link!

Bem, espero que tenham gostado desse post interminável ;)
Pensem bem, podia ser ELE falando em vez de escrevendo!

Forte abraço!
@my_pandoras_box

“Live Long and Prosper” by @my_pandoras_box

Spock é um dos personagens da famosa série de TV Star Trek. Ele também aparece na série animada, em dois episódios de Star Trek: The Next Generation, nos sete filmes da franquia e em inúmeros livros, quadrinhos e video games. O Star Trek, de 2009, o personagem passou a ser interpretado pelo ator Zachary Quinto (que fez papéis menores em séries como CSI, Charmed, Six Feet Under e 24 horas.

`A bordo da nave estelar USS Enterprise, Spock começou como oficial de ciências e primeiro oficial, tornando-se mais tarde um oficial comandante. A ascendência mista vulcana/humana de Spock – sendo também o primeiro vulcano a servir na Frota Estelar – serve como importante elemento de enredo em várias aparições do personagem.

Curiosidade:

o personagem (e a série toda) foram concebidos por Gene Roddenberry em 1964. Aliás, o episódio piloto da série foi inicialmente rejeitado com o pretexto de ser “too cerebral” (que significa mais ou menos algo como “difícil de entender”), no entanto, depois da série ir para o ar, cativou um número significativo de telespectadores que fielmente seguiram os outros episódios.
Voltando ao personagem: Roddenberry queria um nome que soasse alienígena quando ele criou “Spock”, porém não sabia da existência do psicologista Benjamin Spock! No episódio rejeitado, citado acima com nome de “The Cage”, Spock aparece com uma pele amarelo esverdeado e é do planeta Vulcano. Depois do ator DeForest Kelley (sim, o Dr. McCoy) ter mostrado desinteresse no papel, Roddenberry contratou Leonard Nimoy. O ator era conhecido pelo diretor pela sua aparição como convidado no piloto de sua série The Lieutenant e, depois de ter visto o rosto fino de Nimoy, nenhum outro ator foi considerado para o papel. Se Nimoy tivesse recusado o papel, Roddenberry iria oferecê-lo a Martin Landau. [ Mas, cá entre nós... o Leonard Nimoy nasceu para esse papel né?! Adoro rostos exóticos! ]

Sobre o ator:

Leonard Simon Nimoy atualmente está com 80 anos! Sim, nosso querido ator e eterno Spock já é um senhor, mas não quer dizer que ele está jogando xadrez na praça com seus amigos ou isolado em casa, triste… ele trabalha até hoje! :D
Em Star Trek, Spock personificava o raciocínio lógico próprio do seu lado vulcano dominante, sem manifestar emoções. Mas em um dos episódios (This Side of Paradise), Spock tem um rápido namoro quando seu lado humano é liberado. Anos depois Nimoy gravou uma canção chamada “Once I Smiled” (em tradução livre: Uma vez eu sorri), cujo tema era a namorada de seu personagem. Vocês podem ouvir a música aqui.

Curiosidades:

Nimoy é vegetariano, tem três filhos e é casado com a atriz Susan Bay. Atualmente está aposentado da carreira no cinema, se dedicando a fotografia.
Um de seus trabalhos menos conhecidos é a narração do jogo Civilization IV, de 2005.
Esse ano ele dublou o filme Transformers: Dark of the Moon fazendo o autobot “Sentinel Prime”, mentor e antecessor de “Optimus Prime”. Em 1986, ele já havia dublado “Galvatron” em The Transformers: The Movie.

Abaixo, imagem da aparição dele no filme Star Trek (2009):

Claro, não poderia deixar de mostrar algumas coisas legais ligada à figura do nosso Vulcano!

Obviamente, o pessoal do The Big Bang Theory (TBBT) falaria alguma hora da série, né?! Vejam só o Sheldon imitando o sinal do Spock! Mais alguém aqui consegue fazer?! (Eu consigo! #feliz) – imagem de “Rock, paper, scissors, lizard, Spock..”

Um print de uma cena da série animada de Star Trek onde Spock aparece :



Dá para ver um trecho na promo da Nickelodeon, clicando aqui

E esse boneco lindo lançado na Comic Con desse ano, não dá vontade de ter?!

Tem bustos, canecas, camisetas do “Spock for President” (que dei uma para a minha mãe…), blusões com imagens dele, botons, pingentes, cadernos e por aí vai…até um fã clube! Acessem o link e desfrutem: S.P.O.C.K.

Spock é um personagem que não ficou apenas ali na série e depois caiu em esquecimento ou ostracismo, ele vive e viverá sempre na mídia e em nossos corações!

E, como ele mesmo dizia: VIDA LONGA E PRÓSPERA! ;)

Um forte abraço e divulguem o blog da Get Nuts! Ah, e comentem, não se acanhem! Isso faz a qualidade ficar ainda melhor, quando as pessoas dão um retorno do nosso trabalho :}

@my_pandoras_box

Veja o que rolou na Super-Con Recife 2011 by @davidfellipeluz

Nos dias 29, 30 e 31 de julho aconteceu no Recife a Super Convenção 2011, um evento que juntou os mais variados tipos de fãs de anime, comics, games e cultura pop em geral.

O evento contou com a participação de Yumi Matsuzawa e Daisy x Daisy, cantoras dos temas de Cavaleiros do Zodíaco e Fairy Tail.

Além de apresentações musicais tivemos também uma grande quantidade de cosplayers no evento, alguns foram surpreendentes, e dentre estes estava eu fazendo o cosplay do Darth Revan (SW KOTOR).

Nós contamos com uma grande turma de Star Wars, no evento, entre eles um Grievous feito por @THSpike que me guiou na confecção do meu cosplay.

Outros Cosplays legais:

Havia também uma área chamada VideoGame History, onde foi possível conhecer e jogar os consoles que fizeram e ainda fazem sucesso, desde o Atari ate o PS2, a sensação de jogar Enduro no atari ou Double Dragon no nintendinho foi muito boa XD

Outro momento que instigou os presentes foi a apresentação da Banda Sinfônica da Cidade do Recife apresentando trilhas sonoras famosas como a trilha de Star Wars e 007.

Abraços pessoal!
Ano que vem tem mais :D

@davidfellipeluz

O amigo Chewie by @marcelogrisa

Provavelmente, na ficção científica – juntamente com o robô R2-D2, também da série Star Wars –, nunca ninguém disse tanto sem dizer nada. Chewbacca, um nativo do planeta Kashyyyk, é o assistente de Han Solo na nave Millenium Falcon, que ajudou a construir nos anos em que os dois atuaram como contrabandistas a serviço de Jabba, the Hut. Mas a parceria do humano e da criatura peluda de mais de dois metros vêm de antes disso.

O Império Galáctico, comandado por Darth Sidious/Palpatine, escravizou a raça dos wookies devido aos seus dotes físicos privilegiados e suas habilidades com tecnologia. Han Solo, na época um oficial imperial, salvou o amigo e finalmente se livrou do Império. Chewie – um apelido carinhoso para o wookie – resolveu acompanhar Han para pagar a dívida de honra que contraiu com o humano. As viagens também fazem parte da própria cultura e modo de vida wookie: ao atingir cerca de 50 anos – o início da idade adulta para a raça – os indivíduos deixam Kashyyyk para se aventurar, e abrandar o temperamento geralmente furioso de um jovem adulto. Arranjam confusão, jogam e aprendem a se virar, sabe? ;)


Enfim… Chewbacca é casado com Mallatobuck, mas as tradições wookies permitem que ele continue afastado de sua cônjuge para resolver sua dívida de honra com Han Solo. Os dois são muito amigos, e os conselhos de Chewie – que apenas o capitão compreende, o fazendo parecer um Pokémon XD – levaram a Millenium Falcon a se juntar à frota da Aliança Rebelde, o que por acaso começou a acontecer depois que os droides C3PO e R2-D2, assim como Luke Skywalker e Obi-wan Kenobi, foram seus passageiros em uma “sutil” viagem de Tatooine a Alderaan.

Aliás, Chewbacca também é um experiente e furioso jogador de xadrez dejarik holográfico; os adversários correm o risco de terem seus braços arrancados durante a partida, principalmente se Chewie estiver perdendo. #ficadica

Atá mais ver! UUURHHHHHGHHHHHHHHH!

@marcelogrisa

Ash Ketchum: Eu escolho você ! by @my_pandoras_box

Ash Ketchum, que em japonês ( サトシ ) significa Satoshi, é um personagem fictício da franquia Pokémon, propriedade da Nintendo. E, adivinha o nome do criador?! Satoshi Tajiri!
No Brasil, sua voz é feita por Fábio Lucindo (que também fez as seguintes vozes: Shinji de “Evangelion”, Kuririn de “Dragon Ball Z”, Soujiro Seta de “Samurai X” e outros…).
O objetivo de Ash, como todos sabem, é se tornar o maior treinador Pokémon do mundo. Pena que toda essa história é uma ficção… sim, eu acabo lembrando daquela história do “coma” do Ash :( (eu não vou falar sobre isso, procurem no google, caso tenham curiosidade ou queiram ficar tristes… #mimimi)

Nosso personagem nasceu na cidade de Pallet, na região de Kanto, com o objetivo de conquistar todos os ginásios (locais de batalha dos pokemons), ele parte em uma longa jornada para concretizar seu desejo. Para catalogar seus pokémons, ele possui o PokéCheckDex (PokéAgenda na dublagem brasileira), o PokeDex é um computador de bolso que contém todas as informações sobre os pokémons da região, sendo atualizado a cada nova jornada. Uma das metas de Ash é também ser campeão de uma Liga Pokémon!
Mas, para participar das competições da Liga nos ginásios pokémon, é preciso reunir o mínimo de oito insígnias de cada região que visita. Não são lindas?

Personalidade: ele se irrita fácil, é impulsivo e ingênuo, mas, ao mesmo tempo, também é energético, alegre e bondoso. Seu estilo de batalha quase sempre envolve fazer coisas inesperadas pelos oponentes, mesmo que não esteja usando um pokemon com vantagem.

A cada região que visita, Ash tem a oportunidade de capturar novos pokémons, treiná-los para as lutas nos ginásios e isso, é claro, ajuda a preencher sua PokéDex com todos os Pokémon os quais já viu. Além disso, eventualmente ele enfrenta rivais (nas batalhas entre seus pokémons e de outros treinadores) e combate a conhecida Equipe Rocket*, uma equipe especializada em roubar pokémons poderosos ou raros. Quem não lembra deles e suas trapalhadas né?



“(…) Jessie! James! Equipe rocket decolando na velocidade da Luz!
Renda-se agora ou prepare-se para Lutar! / Miau é isso ai!”

* Jesse e James evocam ao famoso bandido Jesse James, enquanto no original os nomes são inspirados nos samurais Miyamoto Musashi e Sasaki Kojirō.

Voltando a falar de Ash, quando ele está viajando, pode carregar até 6 pokémons consigo de cada vez, mas pode armazenar mais nos laboratórios do Professor Carvalho (ou Prof. Oak) e da Professora Juniper, trocando-os pelos que carrega, de acordo com a necessidade. Seu melhor amigo e pokemon inicial, Pikachu, é presença constante em qualquer formação de seus times e está sempre ao seu lado. Quem não gosta desse bichinho amarelo e fofo, hein?! Eu imito o Pikachu até hoje!


O pokémon inicial de Ash é Pikachu, mas ele não o recebe do Profº Carvalho e sim o captura após encontra-lo roendo uma fiação elétrica. Ash conquistou a confiança de Pikachu quando ele o salvou de um bando de Spearow, que acabaram sendo derrotados e se tornando a primeira vitória da dupla.
Algumas pessoas são tão fãs que além de colecionar pelúcias, camisetas, revistas, músicas e afins sobre Ash e o mundo pokemon, eterniza na pele ou cria uma carta de deck Pokémon!

Claro que também tem as pessoas que se prestam fazem cospobre cosplay dos personagens Ash, Misty e outros da história da Nintendo.

:(

Mas o que achei mais fofo foram esses cubeecrafts:



Outra lembrança que se tem são aquelas revistas Pokémon, que todo mundo disputava em bancas ou pegava emprestado no colégio…recordam?! Eu ainda tenho as minhas…sim, eu gosto de pokemon até hoje!

Admito que, para ter a felicidade plena com Pokémon, queria ter a miniatura/imitação da PokeDex e um bonequinho do Ash \o/
Bem, espero que tenham gostado da postagem :D

~ forte abraço,
@my_pandoras_box

Quem não ama a Magali ? by @my_pandoras_box

O pai da Turma:

Maurício Araújo de Souza nasceu em 27 de outubro de 1935, no interior de São Paulo.

Desde os 5 anos de idade já tinha interesse pelos quadrinhos (mesmo que ainda não soubesse ler eles) e, graças ao apoio dos pais e seu esforço em desenhar e entrar nesse mundo encantado de histórias coloridas e divertidas, temos a querida Turma da Mônica!
Vale lembrar que o primeiro personagem criado foi o Capitão Picolé, um baixinho cabeçudo todo branco e com capa.

Em 2010, no especial Lostinho, que fazia sátira do seriado americano Lost, eis que o Capitão Picolé reaparece transformado em um vilão que pretendia tomar o lugar da Turma da Mônica.

Em 1959, Maurício publica sua primeira tira, com a história de um menino e um cachorro, que seriam mais tarde Franjinha e Bidu. Ele teve sua grande oportunidade na Folha da Manhã, onde o cachorrinho da história era baseado em Cuíca, um Schnauzer que teve na sua infância. Já o menino, tinha influência de características suas e de um sobrinho. Marca registrada de Maurício: utilizar parentes e família nos seus personagens e cenários.

No ano seguinte, mesmo com a concorrência com as tiras norte-americanas, os resultados positivos de Maurício começaram a aparecer. As histórias eram na vertical e não apresentavam texto.
Como dito antes, o desenhista passou a utilizar características de seus familiares para compor seus personagens e, além disso, seus filhos passaram a inspirar o nome de alguns personagens da Turma; por exemplo, a filha Mônica foi a primeira a “batizar” um dos integrantes das historinhas. Mas…a Mônica não poderia ficar sozinha, tinha que haver uma companhia, uma amiguinha para ela!
E a personagem Magali – com o nome da outra filha de Maurício – foi criada.

Magali Evolução

A personagem:
Ambas, a verdadeira e a dos quadrinhos, apresentavam apetite grande e um gatinho de estimação. A diferença é que a filha de Maurício possuia um gato siamês, enquanto a outra Magali tinha um gato angorá, chamado Mingau.
Magali apareceu nas histórias no ano de 1963, sendo a comilona da Turma. Sua comida preferida é a melancia, mas qualquer alimento que passar perto dessa menina do vestidinho amarelo, lá vai ela pegar um pouco!
Duas curiosidades: Magali é a única personagem canhota da Turma da Mônica e, nos quadrinhos, sua família é de origem nordestina.

Outro ponto a ressaltar é a paixão dessa mocinha: é um portuguesinho, filho do padeiro (e padeiro prodígio) Quinzinho! Os dois juntos protagonizam histórias fofas, engraçadas e muitas vezes cercadas de ciúme e dramaticidade… ele faz de tudo para conquistar o coração da Magali, tudo mesmo: pãozinho de queijo, sonho, brigadeiro, baguete, bolo, torta e muito, mas muito mais mesmo…
O amor não é lindo?! hahahaha :P

Desde 1989 a personagem tem sua revista própria, com um delicioso cardápio de histórias ;)

Como muitos sabem, brinquedos da marca Turma da Mônica é que não faltam pelas lojas…vão de miniaturas ou agarradinhos até barracas, casinhas…Aqui abaixo temos alguns brinquedos:
Fonte: postagem minha (confiram!), no meu blog:
http://neuroniosagitados.blogspot.com/2011/07/colecionismo-turma-da-monica-contos-de.html

Olha que fofa ela como pastorinha!

Aqui temos ela bebê e o companheiro felino, Mingau!

Mas, como toda criança, a Magali também “cresceu” e faz parte da nova série de revistas e história de Maurício de Souza, a Turma da Mônica Jovem.

Qual das séries vocês preferem?! Eu confesso que tenho Síndrome de Peter Pan em relação à histórias em quadrinhos…
E, como sempre, deixo para vocês um vídeo! Ela se apresentando: Eu Sou A Magali

Ah, e aqui, podem conferir ela como Chapeuzinho Vermelho! http://www.youtube.com/TurmaDaMonicaOnline

Espero que tenham gostado, um forte abraço!
@my_pandoras_box

Fontes de pesquisa:
Site da Turma da Mônica
(Coleção) As melhores histórias da Magali, L&PM Editores, 1991.
Revista Mundo dos Super Heróis com o Dossiê “Maruício de Souza”, Editora Europa, maio/junho de 2011.

Star Wars: Padmé Amidala by @davidfellipeluz

Padmé Naberrie ou Amidala – quem é fã de cinema já ouviu esse nome. Personagem interpretada por Natalie Portman na 1ª trilogia de Star Wars (filmes I, II e III).

Ela foi escolhida na votação da enquete do twitter da @get_nuts como sendo a mais marcante personagem interpretada por Natalie.
Sua primeira aparição foi em uma pintura na comic “Star Wars The Last Command 5”, que foi lançada na mesma época em que ficou decidido que Natalie iria interpretá-la

Padmé Naberrie de Naboo, entrou jovem na politica e aos treze anos, já havia se tornado a princesa (algo como prefeito) de Theed, a capital do planeta Naboo, e antes de completar quatorze, ela já havia sido eleita rainha, tornando-a a 2º mais jovem rainha de Naboo, atrás apenas da rainha Apailana que foi coroada com apenas 12 anos.

Durante seu reinado ela adotou o nome Padmé Amidala, e passou a andar com cinco acompanhantes que serviam como empregada, dublês e guarda-costas. Entre elas está Sabé, interpretada pela ainda pouco famosa Keira Knightley, (Elizabeth Swann de Piratas do Caribe) que podemos ver no episódio I agindo como dublê para iludir a federação. Essas acompanhantes eram treinadas pelo capitão Panaka em um treinamento secreto junto com a rainha Padmé.

Uma de suas características mais memoráveis eram as suas roupas e penteados sempre extravagantes, muitas delas foram criadas pelo arqueologista Dr. David Reynolds.

Alguns detalhes de seus vestidos:

O vestido que ela usa na parada de comemoração da vitória de Naboo tem mais de 250 “pétalas” e o seu “leque” é uma menção à rainha Elizabeth I

O vestido que ela usa como senadora foi baseado em vestidos de casamentos mongóis:

Padmé ficou como rainha por 8 anos, quando resolveu abandonar o cargo, mesmo contra a vontade do povo, devido a lei de dois períodos máximo de reinado em Naboo. Ela então passou a dedicar-se ao senado, representando o seu planeta.

Foi durante o seu período como senadora que ela sofreu os atentados que a levaram a reencontrar com o padawan Anakin Skywalker e o cavaleiro jedi Obi-Wan Kenobi, que tinham como missão protegê-la. Anakin e Padmé então se tornaram muito próximos e acabaram se apaixonando. Após concluírem a missão, Padmé e Anakin se casaram secretamente.

Foi no mesmo período em que Anakin era tentado pelo Lord Negro dos Sith Darth Sidous, que ela engravidou dos gêmeos Luke e Leia. Ao receber a notícia de que seu marido havia passado para o lado negro, ela parte para o planeta Mustafar tentando encontrá-lo e convencê-lo a voltar para o lado da luz. A tentativa falha após Anakin descobrir a presença de Obi-Wan, que acaba seguindo Padmé para garantir sua segurança. Anakin a ataca deixando-a fraca e desesperançosa.

Após o ataque, Obi-Wan leva Padmé para uma unidade médica em Polis Massa, onde ela dá `a luz aos gêmeos..
Sem vontade de viver ela morre aos vinte e sete anos! Em suas últimas palavras ela diz `a Obi-Wan que o bem ainda existia dentro de seu marido, agora Darth Vader.
Essa bondade sempre esteve presente, pois a presença de Padmé sempre o assombrou.

Quem assina o post: @davidfellipeluz , colaborador do blog da @get_nuts.

Objetos de Desejo:

Estes e outros colecionáveis Star Wars vc encontra na loja da GetNUTS.

Dick Vigarista: O anti-herói preferido dos cartoons by @my_pandoras_box e @marcelogrisa

Dick, Dick Vigarista. Com esse sorriso de desdém e a puxadinha no bigode, foi um dos personagens mais conhecidos das animações dos estúdios Hanna-Barbera. Estreou em 14 de setembro de 1968, desde o primeiro episódio de Wacky Races – a nossa Corrida Maluca.

Dick Dastardly – seu nome em inglês – foi na verdade inspirado em um ator real. O britânico Terry-Thomas era especialista nos personagens esnobes; coincidência ou não, esta característica também está presente no personagem.

Além dos 34 episódios correndo pelo título de Corredor Mais Louco do Mundo – e perdendo todas as vezes, sempre perto da linha de chegada, após ser traído por suas próprias engenhocas para acabar com a concorrência – ganhou sua própria série, Máquinas Voadoras. A eterna perseguição ao pombo Doodle, que levava mensagens secretas da resistência para os aliados da Se4gunda Guerra Mundial… Peraí, Dick era nazista!?

Enfim… A inspiração da série, de 1969 e também com 34 episódios, foi inspirada no filme Esses Homens Maravilhosos e Suas Máquinas Voadoras, de 1965.

O carro de Dick Vigarista na primeira série era a Máquina do Mal, de número 00. Andava sempre com o cão Mutley (e sua risada, impossível de não ser reconhecida) e com muitas ugigangas no carro, para saotar os outros competidores. O engraçado é que as tentativas frustradas ocorriam até mesmo quando o “Vigarista” não precisava delas, pois estava na liderança da corrida. O companheiro canino de Dick acabou ganhando seu próprio veículo na série seguinte, como podem ver logo acima.

O responsável pela inconfundível voz e gritos de “MUTLEY FAÇA ALGUMA COISAAAA” – é o dublador carioca Domício Costa, que atualmente tem 81 anos! E não é porque ele é um senhor, que ele largou a dublagem…muito pelo contrário. Ele continua dublando e ainda trabalha no Programa de radio Show do Antônio Carlos, das 6 às 9h da manhã, na Rádio Globo Rio Am 1220 Khz. No programa ele trabalha com o tambem dublador Duda Espinoza.

Aqui temos uma lista de (alguns) trabalhos dele:

- Narrador em Sawamu o Demolidor
- Narrador em A Pantera Cor-De-Rosa
- Prefeito em As Meninas Superpoderosas
- Leôncio em Novo Pica Pau
- Dick Vigarista e Muttley em Máquinas Voadoras e Corrida Maluca
- Eustácio Resmungão em Coragem, o Cão Covarde
- Iroh em Avatar – A Lenda de Aang
- Zeus em Hércules (Longa-Metragem) e (primeira voz) em Hércules (Série)
- Prefeito (primeira voz) em As Meninas Superpoderosas: Geração Z
- Wilbur Cobb em Ren e Stimpy
- Frank McCloud (Humphrey Bogart) em Paixões em Fúria
- James Bond (Sean Connery) em 007 – Contra o Satânico Dr. No e Moscou Contra 007 (Primeira Dublagem)
- Lord Voldemort (Richard Bremmer) em Harry Potter e a Pedra Filosofal
- Mightor em Harvey, o Advogado
- Fleegle (segunda voz) em Banana Splits
- Athos (Van Heflin) em Os Três Mosqueteiros
- Pai da Vaca e do Frango (segunda voz) em A Vaca e o Frango
- Sr. Burns (segunda voz) em Os Simpsons

Domício Costa é considerado um dos maiores dubladores de todos os tempos, nas dublagens e narrações mais clássicas ouvimos sua voz, e apesar dos anos terem se passado, continua com o mestre timbre forte!
Maiores informações e para saber outros personagens, basta clicar no nome dele, que está linkado antes para o perfil dele no Casa da Dublagem.

Ah sim, temos souvenirs e miniaturas desse estranho e louco personagem! Vejamos algumas coisinhas:

Camisetas da Hora

O famoso carrinho nº 00 de Dick

Fantasia!

Ponteira de lápis   (artesanato)                                                         Miniatura

Existem muitos itens que relembram e, de alguma maneira, homenageiam esse anti-herói querido por muitas crianças, jovens e adultos!

Ah sim, como sempre finalizo, um vídeo com o episódio “The Cuckoo Patrol”, onde o Dick Vigarista se fantasia de pombo para confundir o Pombo Doodle! Ele aterrisa numa floresta e acaba virando o cuco de um relógio….

Link: http://www.videolog.tv/video.php?id=413764

Espero que tenham gostado do nosso post ;}

Abraços!

@marcelogrisa e @my_pandoras_box

O Reinado Sombrio de Norman Osborn by @EmanuelCR

Em quem mundo a segurança de todos – do presidente dos EUA ao carteiro do Four Freedoms Plaza – seria deixada na mão de assassinos, psicopatas, esquizofrênicos e deuses da Guerra? Certamente, em um mundo onde o Capitão América está morto, Nick Fury se tornou um inimigo de Estado e o Homem de Ferro é um foragido, isso é possível através da ascensão de Norman Osborn.
Ao final da Invasão Secreta – o plano do império skrull para tomar o planeta Terra como seu, substituindo importantes heróis, vilões e outras figuras proeminentes –, Osborn foi sagrado herói e, surpreendentemente, o até então diretor-geral da SHIELD, Tony Stark, tido como traidor da raça humana, aquele que vendeu o planeta para os invasores…
Tudo isso devido ao fato de um deles ser um mero assassino de sangue-frio nato…

Assim, com as bênçãos do presidente dos Estados Unidos, o “regenerado” Duende Verde tornou-se o primeiro em comado de toda e qualquer atividade super-humana: manteve o Programa Thunderbolts, tornou-se líder da Iniciativa dos 50 Estados, formou sua Cabala – integrada por alguns dos mais aviltantes líderes da comunidade super-humana –, desativou a SHIELD para criar o MARTELO e, para o horror geral…

…Forma sua própria equipe de VINGADORES!
E, parafraseando sua segunda-em-comando, Victoria Hand, são todos “seres de terrível poder”: Noh-Varr, o guerreiro kree de outra dimensão; Sentinela, com o poder de mil sóis explodindo e algo muito pior; Ms. Marvel, a antiga e insana thunderbolt Rocha Lunar; Ares, o verdadeiro Deus da Guerra; Daken, o filho vingativo e sanguinário de Wolverine; o temível assassino Mercenário, interpretando o vingador Gavião Arqueiro; assim como Mac Gargan, o Escorpião original e atual Venom, fazendo as vezes de Homem-Aranha. Como líder, o próprio Osborn, maculando o legado do Capitão América e do Homem de Ferro ao assumir o nome de Patriota de Ferro.

Assim, para o grande público, Osborn e seus aliados eram os verdadeiros – e heróicos – Vingadores. Contudo, para quem conhecia a verdade, estes eram os Vingadores Sombrios, um grupo de assassinos e monstros que, com um psicopata como mestre, só querem continuar fazendo o que fazem de pior e sair impunes… Sem falar em colaborar com os planos mesquinhos de Norman Osborn.

Com isso, em seguida, suas atividades são marcadas pela malícia e subterfúgio. Enfrentam a feiticeira arthuriana Morgana Le Fey, ex-amante de Victor Von Doom, para reestabelecer o poder de Destino – membro da Cabala – na Latvéria. Tramam, ainda, desacreditar os X-men, levando à criação dos X-men Sombrios. Após enfrentarem a tremenda ameaça do Homem Molecular, descobre-se muito sobre a verdade acerca do Sentinela…

…Entretanto, como era de se esperar, a credibilidade de Osborn passou a ser questionada. Temendo perder seu grande momento, e sob a influência traiçoeira de Loki, o assassino de Gwen Stacy decide iniciar o cerco à Asgard, reunindo todos os vilões sob seu comando para expulsar os deuses nórdicos da Terra – e mortos, se necessário. Após uma encenação envolvendo um ingênuo Volstagg, o reino mítico foi sitiado e praticamente destruído pelo Sent… Pelo Vácuo. O Anjo da Morte em pessoa. Porém, pela boa vontade do destino – e arrependimento de Loki –, os heróis conseguiram derrotar o monstro definitivo, derrubar os vilões e findar com o domínio do reinado sombrio.

Desenvolvidos por Brian Michael Bendis, um dos “Arquitetos Marvel”, e pelo brasileiro rock star das HQs Mike Deodato (Clique nos nomes para segui-los no twitter!), os Vingadores Sombrios tornaram-se a demonstração prática do que é um “mundo das trevas” dentro do Universo Marvel. Com eventos como A Quedas dos Vingadores, a Guerra Secreta de Nick Fury, a Dinastia M, a Guerra Civil dos Super-heróis, as invasões do Hulk e dos skrulls, mostrou-se uma realidade onde politicagem e corrupção tornaram-se regra, e defender o certo era crime… Nada muito diferente do mundo que realmente vivemos, onde ser perseguido por suas convicções é muito comum.

WE ARE VENOM!

Vencedor da enquete sobre “Qual outro Vingador merecia uma chance nos cinemas?”, falaremos um pouco sobre Mac Gargan, o atual Venom! Deixando, claro, entretanto, que somente a fase a partir do Reinado Sombrio.

Como integrante do Programa Thunderbolts, a atuação de Gargan foi crucial para desbaratar a Invasão Secreta. Assim, Osborn deu uma oportunidade e uma vaga em sua vindoura equipe de Vingadores, mas um monstro canibal não seria bem visto, obviamente, pelo público. Sob um tratamento agressivo, assumiu uma aparência humana e o codinome do Homem-Aranha; mostrando a óbvia rixa dele e Osborn com o verdadeiro aracnídeo. Porém, quando “longe das câmeras”, Venom pode assumir a sua “versão-monstro” e, em geral, devora e aterroriza qualquer adversário… Inclusive, essa mesma tática é usada por Morgana, na primeira missão da equipe, levando um descontrolado e demoníaco Gargan a atacar seus colegas – na verdade, alguns deles, como Daken e Noh-Varr, consideram-no ridículo.

E isso afeta duramente a psique de Gargan. A influência do simbionte, mais os remédios supressores que toma, sua própria genética alterada… Tudo isso torna, lentamente, o monstro em um cordeiro; temendo agir, em algumas ocasiões, e reclamando de colegas como se estivesse no primário: “Dona Hand, o Mercenário disse que ia me matar!” – e disse mesmo, após os eventos com Le Fey… Até mesmo Rocha Lunar estranha as atitudes de Mac Gargan! O estado só se agrava quando toda a equipe é submetida ao Homem Molecular…
Encerrando sua curta carreira como Vingador, durante o Cerco de Asgard, Mac Gargan e Venom são, mais uma vez, separados, em uma ação conjunta do Homem-Aranha com a Miss Marvel original – que é dominada, em um ato desesperado de sobrevivência, pelo simbionte, temporariamente.

Assim, após sua prisão ao fim do Cerco, a carreira de Gargan está em aberto… E sem o simbionte.

Emanuel a.k.a Mano, é professor de informática, escreve coisas legais para o www.fanboy.com.br e costuma falar sobre nerdices e outras coisas – ou outras coisas e nerdices – no twitter (@EmanuelCR). Gosta de HQs desde sempre e sofreu junto com Peter Parker quando se descobriu que o mundo de Dinastia M era uma mentira.
(Mata a Mary Jane, mas não mate a Gwen, $#%$##@!)

Arte Geek: Ilustrações de Transformers Dark of The Moon

Além de curtir Transformers: Dark of The Moon nas telonas do cinema, vale `a pena conferir as ilustrações do filme feitas pelo artista Joel Chang.

Na GetNUTS você encontra variedade na linha Transformers :D

R2-D2: O robô mais amado das telonas by @my_pandoras_box

Ontem à noite tivemos mais um resultado de enquetes feitas pelo twitter @get_nuts . Dessa vez, a pergunta aos seguidores foi: Qual é o robô preferido dos cinemas? E o vencedor foi… R2D2 !
Para relembrar, lembrar e quem ainda não conhece bem, conhecer, vamos falar um pouquinho desse robozinho querido da série Star Wars.

/>

R2-D2, é um dróide da série R2, que está sempre ao lado de seu parceiro, o também dróide chamado C-3PO. Entre suas várias habilidades, ele é mecânico e programador. Ele já esteve em várias aventuras e perigos, que mudaram o destino da Galáxia.
Nosso amigo é um pequeno “ser” de apenas 0,96 m. Ele se move em duas pernas (com uma terceira retratil) com uma cabeça azul e prata. Seu corpo branco, azul e prata possui várias armas, dispositivos e objetos. Ele é uma “caixinha de surpresas” (opa, Pandora’s box é comigo! Hahaha). Ele usa suas habilidades principalmente em momentos critícos.

R2 possui vários dispositivos especializados, usados com iniciativa e movimentos muito não-ortodoxos pra ajudar seus amigos. O fato de nunca ter sua memória apagada aumentou sua capacidade criativa e gerou sua personalidade.

Mas, vamos lembrar uma coisa de bastidores: quem estava ali no R2D2 ?! Era por controle remoto, era uma pessoa dentro, era só um ectoplasma… #not

Bem, o responsável pelo sucesso e locomoção de R2D2 foi um ator chamado Kenny Baker. Kenny é um ator britânico e cantor, nascido em 1934, cresceu até 112 cm; dessa maneira, seu tamanho e talento foram valorizados para o papel de um dos personagens mais importante da saga Star Wars.
Outros filmes em que Baker participou, incluem O Homem Elefante , Os Bandidos do Tempo, Amadeus e Labyrinth. Na televisão, ele apareceu no drama médico britânico Casualty.

Retomando ao R2D2, ele foi projetado como um sofisticado droid de reparo e de recuperação de informações de computadores. Altamente leal, R2 nunca é relutante em se arriscar a ter danos ou se destruir para ajudar a seu mestre em realizar as missões.
Em “A ameaça fantasma”, em 32 BBY, R2-D2 servia aos Engenheiros Reais de Naboo `a bordo da espaço-nave real que pertencia à Rainha Padmé Amidala. Seu trabalho de manutenção no casco da nave permitiu à rainha e sua equipe atravessar um bloqueio espacial e fugir de Naboo, e depois R2-D2 serviu diretamente à rainha, cumprindo um papel decisivo na Batalha de Naboo que libertou o planeta.
O robô também teve grande importância nos outros filmes, como “A vingança dos Sith”, “Uma nova esperança”, “O Império contra-ataca” e “O retorno de Jedi”.
Vamos ver também objetos que são inspirados ou imitam um dos robôs mais conhecidos do cinema:

Fonte e maiores informações: http://blog.tmcnet.com/blog/tom-keating/home-entertainment/r2d2-home-theater-system-dlp-projector.asp
Nessa imagem, temos o uso da estrutura e design do R2D2 como um pequeno computador, projetor e player de DVD/música.
Outros usos e maneiras de demonstrar o amor pelo personagem:

Fonte: http://chicorei.com/camisetas/68-coffee-machine.html

Olha que fofo! Onde encontrar: http://www.buystarwarscostumes.com/child_r2d2.html

Ah sim, temos pen-drives, lindos! http://cantogeek.com.br/eletronicos/pendrive-mimoco-r2-d2-star-wars.html

E, claro…um vídeo no youtube! “Larger than life motorized R2D2”:

Bem, espero que tenham gostado! O post não quis fazer tãããão grande – pois não falei de todas as aparições – para não ficar cansativo ^_^”
Aliás, aproveitando o finalzinho do post: alguém aqui coleciona miniaturas?! Estou com planos de fazer uma semana com posts aqui no Get, sobre as miniaturas que tenho e também comentar algumas que existem por ae ;) O que acham?

Abraços,
@my_pandoras_box

Comidas do cinema que dão água na boca: Que tal lembas bread?

Já assistiu um filme e deu vontade de comer aquele prato, ou aquela fruta, torta, chocolate (hummm!) ou qualquer esquisitisse do tipo feijõezinhos de todos os sabores? Este foi o tema de uma das enquetes da semana no twitter @get_nuts. “Qual a comida do cinema vc gostaria de comer ?” foi a pergunta para os nossos seguidores no twitter. Trinta e quatro seguidores deram os seus votos e teve de tudo… especialidade élfica, vulcana, chocolates Willy Wonka… Mas o grande vencedor foi Lembas, a especialidade élfica que nos foi apresentada no primeiro filme da trilogia Senhor dos Anéis.

Lembas. Um pequeno pedaço é suficiente para encher o estômago de um homem” —Legolas Greenleaf

Lembas ou “pão de viagem” (waybread) era uma comida especial feita pelos elfos. Esta espécie de pão era muito nutritivo e ficava fresco por meses quando embalados em folhas. Muito apreciado por viajantes, por prover sustento durante longas caminhadas….
De coloração marron claro por fora e clara por dentro.
O segredo da receita de lembas era muito bem guardado pelo elfos, e em raras ocasiões era dado para não-elfos. Lembas, assim como outros produtos do elfos, não eram tocados por criaturas malignas. Gollum nunca ousou comer um só pedaço.

Mas afinal, como se prepara Lembas?

Bem, em minhas pesquisas não achei nenhuma receita official. Mas neste site , achei uma sugestão de receita bem interessante que trasnscrevo aqui:

O que Tolkien diz sobre o lembras:

Eles contém mel;
O miolo possui um coloração clara e a crosta é de um marrom também claro;
São finos e de formato regular. Isso implica que eram feitos em algum tipo de chapa. O equivalente moderno mais próximo seria uma forma do tipo usada para o krumkake norueguês. O autor da receita usou uma diferente, para a pizzelle italiana.
Outras coisas que podemos adivinhar:
O pão continha a fruta e talvez o néctar das flores do árvore Mallorn. O autor usou laranjas, embora kumquats ou a fruta mão-de-Buda provavelmente seriam melhores. É possível que a receita usasse algum tipo de noz moída. Eu usei amêndoas. Também continham farinha nutritiva. O autor usou farinha de semolina, que é mais primitiva e mais nutritiva.
Galadriel deve ter usado um tipo de moedor para refinar os ingredientes. Na receita abaixo, foi usado um processador de alimentos.

A receita:
3 ovos
1 copo de mel (de preferência mel silvestre)
1 colher de sopa de casca de laranja ralada, ou três kumquats, ou ainda um pedaço grande de uma fruta mão-de-Buda
2 colheres de sopa de sumo ou essência de laranja (opcional)
100 gramas de amêndoas escaldadas
1/4 de xícara de manteiga
2 1/4 xícaras de farinha de semolina
1/2 colher de sopa de sal
Coloque os ovos, o mel, a casca de laranja (ou os outros frutos), o sumo da laranja e as amêndoas no processador. Deixe por três minutos. Adicione uma xícara da farinha e misture por mais 1 minuto. Coloque em uma bacia e junte o resto da farinha e o sal. Mexa até que esteja completamente homogêneo. Por fim, asse em pedaços em uma forma como as descritas acima por 15 segundos (cada pedaço) ou até que fiquem com a cor levemente marrom. Você pode usar uma outra forma qualquer, mas acrescente fermento se fizer isso. Neste último caso, a textura não ficará tão similar.

Bem é isso aí pessoal. Quem quiser se aventurar… depois conta para a gente como ficou :D

Capitão América: saiu o segundo trailer do filme!

O segundo trailer do filme está ótimo e se o filme for no ritmo do trailer, vai ser “O FILME”. Assistam e deixem suas impressões em comentários. Queremos saber o que vocês acharam. :D

Se você curte o Capitão América então faça uma visita em nossa loja, você vai encontrar pelúcia, bobble head e outros ítens colecionáveis deste super-herói!

Comemorações no mundo dos games! by my_pandoras_box

Quarta-feira(22/06) rolou no twitter (@get_nuts) a votação de melhor jogo do Nintendo 64, com títulos como StarFox64, Pokémon Stadium, Super Mario 64, Mortal Kombat, The Legend of Zelda: Ocarina of Time e outros.
O vencedor foi um dos jogos mais conhecidos e amados: Ocarina of Time! Mas, ainda temos outras duas comemorações… por coincidência do dia do post, temos o aniversário do N64, que completa 15 anos, e do também querido Sonic, que completa 20 anos! ;)
Falemos primeiro sobre o Zelda (que ainda tem muita gente que chama o Link de ZELDA, enfim..) Bem, alguém aqui tem ainda ou recorda da ansiedade em ter ele em mãos, ver aquela clássica capa vermelha?!

Zeruda no Densetsu: Toki no Okarina foi lançado em 1998, marcado por uma novidade: primeiro jogo da empresa com gráficos totalmente em 3D, vendendo proximadamente 8,5 milhões de cópias, obviamente foi um dos melhores jogos de todos os tempos!

Em 2003, Zelda foi relançado para o Nintendo GameCube como um “bônus”. O disco também incluia uma versão melhorada, intitulada The Legend of Zelda: Ocarina of Time Master Quest.
Ocarina of Time é um jogo de ação/aventura com RPG. Assim como os outros Zeldas, Hyrule é um vasto território no qual Link tem de procurar os calabouços – os dungeons – para conseguir itens e cumprir os objetivos. Em cada calabouço é necessário procurar um mapa e uma bússola, chaves para abrir as portas e um item especial, geralmente usado para derrotar o chefe do calabouço.
Por ser o primeiro jogo da série totalmente em 3D, o jogo foi desenvolvido de modo que não se afastasse da essência dos outros jogos em 2D, mas ao mesmo tempo não limitando a jogabilidade e a exploração do cenário. Durante sua produção, Ocarina of Time apresentou muitas diferenças visíveis na interface com o usuário e na jogabilidade. Inicialmente a versão “criança” de Link não estava presente no jogo, havia apenas o Link adulto e sem a companhia de uma fada. Outra mudança foi no sistema de seleção e de uso de itens, que após diversas versões, finalmente passou a integrar o jogo.
A trilha sonora foi criada por Kōji Kondō, o tradicional colaborador da série Zelda. As músicas foram editadas em 2 CDs: um com as versões originais, e outro em versão orquestrada, intitulado The Legend of Zelda Ocarina of Time Symphony Album.

Ah sim, vale lembrar que a alguns dias foi lançado o The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D, para a Nintendo 3DS, onde podem conferir o vídeo e imagem da capa do jogo. Ainda não joguei, mas os queridos leitores que estão conferindo esse post, podem deixar suas impressões sobre o jogo aqui nos comentários! ;D

Falando um pouco sobre o Nintendo 64…
O N64 foi lançado em 23 de junho de 1996, sendo o terceiro console da Nintendo e que inicialmente se chamou Project Reality e depois Ultra 64, antes de levar o nome definitivo. As novidades ficavam em torno das melhoras na computação gráfica 3D e um novo joystick analógico.

A Nintendo optou por continuar utilizando os conhecidos cartuchos…(que a maioria aqui pode confessar…vocês sopravam eles para ‘pegarem’, né?!)…bem, voltando: essa decisão foi surpreendente, pois a escolha dos concorrentes em utilizar algo mais atualizado, como CD-ROM (Sega Saturn), parece ter prejudicado um pouco as vendas e lançamentos para N64. Cabe lembrar que os CD-ROMs são mais baratos de produzir do que cartuchos.

Mesmo assim, o Nintendo 64 vinha com características “inovadoras”, tais como suas 4 entradas para controles, o joystick analógico, o rumble pak (fazia com que o controle tremesse) e um processador de 64 bits (por isso o nome do console, obviamente).
O primeiro jogo do Mario em 3D foi lançado para o N64 com o título de Super Mario 64, comum a quase todos os jogos 3D até hoje. Outros jogos de sucesso foram Super Smash Bros e The Legend of Zelda: Ocarina of Time (já citado nesse post).

Por fim, vamos lembrar de outro clássico, mesmo sendo da concorrência… SONIC!
Então, hoje esse ouriço/porco-espinho (ou seja lá o que quiserem chamar), azul e que corre pra caramba, está fazendo 20 anos! Ok, estamos ficando velhos! \o/ #not
Bem, o post foi mais voltado para o resultado da nossa enquete via twitter e um pouquinho da história do N64, porém fica a lembrança das sequências do Sonic (que já dividiu jogo com o nosso conhecido encanador bigodudo (e mexicano – HAHA), Mario!
O primeiro vídeo abaixo, é um pouquinho da história do Sonic ao longo dos anos, bacana de assistir e relembrar ;)
Sonic – História YouTube
(Créditos para a Sega of Japan)

A poucos dias, foi lançado o demo do Sonic Generations, em comemoração à esses 20 anos do personagem mais conhecido da Sega. Confiram o vídeo: Demo Sonic Generations – YouTube

Espero que tenham gostado da minha “estréia” por aqui, nos vemos em outros momentos! ;)

Beijos e abraços,
@my_pandoras_box

Star Wars Blueprints: os planos da Estrela da Morte em suas mãos

Do mesmo autor do livro “The making of The Empire Strikes Back” e da editora Epik, Inc (uma nova editora de livros de alta qualidade de colecionáveis e e de edição-limitada) será lançado no início da primavera o livro Star Wars – Blueprints.
O livro é o primeiro do tipo a trazer mais de 200 blueprints dos designs originais criados pela produção para os 6 filmes da saga Star Wars.
Estes blueprints até agora arquivados na LucasFilms ,foram liberados pela primeira vez e foram encadernados em uma edição limitada de apenas 5.000 exemplares. A edição contém mais de 500 fotos e ilustrações.

Entre os blueprints estão incluídos:

Millenium Falcon
Droids, incluindo o R2-D2
Os Y-wing e X-Wing starfighthers
A cantina
A Estrela da Morte (Death Star)
A Floresta Ewok , a batalha de Hoth e muito mais…

O mais impressionante é a qualidade dos detalhes e a realidade passada pelos desenhos , que foram cuidadosamente selecionados por J.W.Rinzler, que também mergulhou nos arquivos e revelou a história por trás de cada print, linkando com imagens , modelos de produção e cenas dos flmes.

O livro ainda contém entrevistas com Norman Reynolds, diretor de arte do filme original Star Wars e Gavin Bouquet , designer de produção dos episódios I, II e III.
Vários desenhistas e projetistas que trabalharam na equipe da saga também enriquecem o livro com seus depoimentos de como toda a galáxia foi construída do conceito para o blueprint e finalmente para as telas.

Sem dúvida nenhuma, um ítem incrível para a colecção dos fãs de Star Wars! Todas as 5000 cópias são numeradas a mão e possuem certificado de autenticidade !

Bem, o preço é um tanto salgado … As 125 primeiras cópias que são autografadas por Norman Reynolds e Les Dilley (diretores de arte e vencedores do prêmio da academia) e Roger Christian responsável pelo figurino custam U$1.000 e as cópias do nº 126 a 5000 vão ser vendidas a U$500.

Maiores detalhes e fotos do interior do livro você encontra no site da Epik. :d

Millenium Falcon

R2D2

Câmara de Congelamento em Carbonite

Pura adrenalina: As 5 montanhas-russas mais velozes do mundo !

Se você gosta de adrenalina coloque na sua listinha de 1001 coisas para fazer antes de morrer, andar em cada uma das montanhas russas abaixo:

1. Formula Rossa no parque Ferrari World Abu Dhabi (Abu Dhabi, Emirados Árabes)

  • Inaugurada em 4/11/2011
  • Extensão: 6 km aprox.
  • Altura: 160 metros
  • Velocidade: 240 km/h
  • Aceleração: 0 – 240 km/h em 4 segundos

Nota: para andar nesta montanha russa é necessário utilizar os óculos de segurança fornecidos.

2. Kingda KA no parque Six Flags Great Adventure (Jackson, New Jersey, USA)

  • Velocidade: 206 km/h
  • Extensão: 2,85 km aprox.
  • Altura: 416 metros
  • Aceleração: 0 – 206 km/h em 3.5 segundos

3. Top Thrill Dragster no Parque Cedar Point (Sandusk, Ohio, USA)

  • Inaugurada em 04/05/2003
  • Extensão: 2,5 km aprox.
  • Altura: 384 mts
  • Queda: 365 mts
  • Velocidade: 193,12 km/h
  • Aceleração máxima: 0 – 193,12 km/h em 4 seg

4. Dodonpa no Parque Fuji-Q Highland (Fujiyoshida, Yamanashi, Japan)

  • Inaugurada em 21/12/2001
  • Extensão: 3,5 km aprox.
  • Altura: 156 mts
  • Velocidade: 172 km/h
  • Aceleração: 0 – 172 km/h em 1.8 seg

5. Superman Escape from Kypton no Parque Six Flags Magic Mountain (Valencia, California, USA)

  • Inaugurada em 19/03/2011
  • Extensão: 1,13 km aprox.
  • Altura: 379 mts
  • Queda: 300 mts
  • Velocidade: 161 km/h
  • Aceleração: 0 – 161 km/h em 7 seg

Se vc já esteve em alguma destas… Conte para a gente ! :D

Aplicativos para ler suas HQs em tablets ou smartphone

Entre as opções de entretenimento disponíveis para o seu tablet e smartphone, existem as HQs digitais.
Confira aqui alguns aplicativos para desfrutar desta ótima opção de lazer:

Para Apple: o aplicativo Comics
 traz as revistas dos selos Marvel Comics, IDW Publishing, Archie Comics, Dynamite Entertainment e Ape Entertainment, além de obras de outras editoras menores. Basta circular pelas opções do aplicativo para encontrar algumas pérolas do mundo dos quadrinhos.
 Plataforma: iOS 4 (iPad e iPhone)

Para Apple: o aplicativo Comic Zeal é um dos aplicativos do gênero mais antigos para iPhone e oferece diversas opções de leitura. Além disso, pode transferir os quadrinhos do smartphone para o iPad com ajuda do iTunes. 
Plataforma: iOS (iPhone e iPad)

Para Smartphones: o aplicativo Comic Reader Mobi
 foi desenvolvido de olho nos smartphones. Seu desenho favorece a visualização dos quadrinhos em telas menores, facilitando a vida de quem não quer andar com o tablet à mostra pela rua.

Plataforma: Android (preferencialmente smartphones).

Para smartphones e Tablets: o aplicativo Vintage Comic Droid
. Centenas de revistas antigas estão disponíveis gratuitamente para este aplicativo, muitas em preto e branco. Fãs da antiga série de TV Comandos em Ação podem baixar os quadrinhos originais (em inglês) que faziam parte da franquia que divertiu uma geração de crianças.

Plataforma: Android (Smartphones e tablets).

Se você utiliza algum desses deixe sua avaliação em comentários !
Obrigada :D

Geek Style: Restaurante com mesas touchscreen para o cardápio

Imagine você ir a um restaurante e não ter que aguardar o garçom para anotar o seu pedido…
Isso já é possível se você viajar para Tapei (Taiwan) e ir ao moJo ICuisine.
Lá não há um cardápio físico, o menu é projetado em cada mesa e sensores na mesa permitem que você navegue no menu, veja os detalhes de cada prato, faça o pedido e até pague a conta.
Após ter feito o seu pedido, você poderá se divertir com jogos, enquanto aguarda a comida e também poderá conferir promoções e novidades de vários anunciantes. Você pode escolher a sua toalha virtual e enquanto come pode checar a conta e ver quanto já gastou.

Além de oferecer entretenimento, agilidade para os clientes e ser uma facilidade para turistas que podem checar as fotos dos pratos, o restaurante implementou um banco de dados que armazena as preferências dos clientes.

Bem, se você estiver indo para Taiwan … dê uma passadinha por lá. :D

Promoção GetNUTS e SCWorld – Universo Marvel

Desta vez a GetNUTS e o blog SCWorld vão sortear um Mighty Muggs do Universo Marvel!
Para participar é só clicar no link ao lado – promoção Mighty Muggs.

© 2017 GetNuts Figuras de Ação e Colecionáveis. All Rights Reserved. Login

- Designed by Gabfire Themes