/*Modifica icone na barra de enderecos */ /*Modifica icone na barra de enderecos */
Home »

Terra Nova ep. 10: E as coisas estão esquentando… by @BrunaGudes7

E as coisas estão esquentando na colônia Terra Nova, todo mundo duvidando de todo mundo, quem será o informante dos outros? Por que ele faz o que faz? Essas duas perguntas foram respondidas nesse episódio, além de mostrar um pouco mais sobre a convivência da turma da colônia e também a relação entre os lideres dos Sexto e Terra Nova.

Taylor é rendido por Mira

O comandante Taylor sai da colônia com o intuito de investigar os escritos que seu filho Lucas mantém nas pedras da cachoeira e de uma forma bem besta é rendido por Mira, que está lá pra fazer a mesma coisa. Durante todo o episódio eles conversam sobre o porque estarem de lados diferentes, podemos descobrir um pouco sobre o passado de Mira e o porque de estar auxiliando a turma do futuro a devastar também a pré história. Mira faz o que faz por causa da filha que ficou no futuro, ela viu uma chance de melhorar de vida e agarrou, só não imaginava encontrar um comandante Taylor pela frente.
Na hora que os dois estão tendo uma DR legal, aparece dois filhotes de slashers para atacá-los, já que eles entendem que Mira e Taylor estão invadindo seu território, por esse motivo os líderes se juntam para encurralar o casal de dinos deixando por um breve momento as divergências de lado e no fim Taylor ainda solta que os dois, em alguma dimensão seriam grandes aliados. (aí tem coisa!)

Jim e Reynoldsem busca do informante

Enquanto isso na colônia, Jim tem seu dia de comandante e continua atrás do informante dos outros e também aproveita pra pegar no pé do Mallcom. Quase destrói seu laboratório e o namoradinho da filha- Reynolds – o deixa nervoso em falar com ele sobre suas intenções com a Maddy.

Josh e Skie

E adivinha quem é a informante… SKIE, sim a amiguinha do Josh e a protegida do comandante Taylor… Nesse episódio ela só não é descoberta porque ninguém nem desconfia dela, e ela consegue destruir as provas que o Jim tinha achado. Mas como todo informante, ela não faz isso porque gosta.

Em uma visita ao acampamento dos outros Skie visita sua mãe, a que todos achavam que estava morta, na realidade é tipo uma refém dos outros, já que dizem que só eles têm o remédio para curar a doença dela (o que eu acho que é mentira)

Despedida de Dino

Enquanto isso no núcleo da família Shannon, Zoe (ela é tão fofinha) tem que se despedir do seu Dino de estimação, que já se recuperou e tem que ser solto na natureza. Ela tenta até roubar o bichinho, mas não consegue, por ser ainda uma menininha meiguinha e de 5 anos, toda a família vai participar do momento “Vá – você está livre!” do Dino baby, e foi até legal quando a mãe Dino aparece e pega de volta o filhote.

Coisas que me pergunto:

- Ainda veremos alguma coisa a mais nessa relação do Taylor com a Mira, tem cheiro de rolo no ar…
- Como a mãe da Skie foi parar no acampamento dos sextos depois de supostamente ter sido dada como morta?
- O que o comandante Taylor fará com a Skie quando descobrir que ela é “o informante”?
- Por que diabos toda vez que um Dino aparece é pra matar ou tentar matar um humano? Só existem dinos Darth Vader naquela era? (tirando claro o Dino baby da Zoe)

Abraços e até o próximo episódio :)

The Walking Dead – 5° episódio “Chupacabra”

Por * @FernandaVeroni

Este novo episódio “Chupacabra” começa com outro flash back da Lori. Ela, Shane e Carl tentam chegar ao centro de refugiados em Atlanta (EUA). Na estrada, eles encontram com Carol e a família dela. Helicópteros bombardeando as ruas, pessoas desesperadas, brigas, etc. Como toda história de zumbi (filme, livros, série, HQ, anime ou mangá) nunca fica claro como tudo começou, só espero que o final de The Walking Dead não seja igual ao de Lost: um possível pesadelo de Rick.
Voltando a falar do episódio, Carol tem uma idéia de fazer um jantar para família de Hershel e pede a ajuda de Lori. O grupo decide sair à procura de Sophia – já que é o 4° dia desde do seu sumiço. Shane e Rick têm uma conversa nostálgica sobre as garotas do tempo do colégio. Ele questiona Rick sobre o desaparecimento de Sophia, que em sua opinião devem ser encerrar as buscas, “é uma decisão difícil, mas tem que ser tomada, ela já deve estar morta”, disse Shane. Na internet está rolando varias teorias sobre seu sumiço, A primeira é esta foto. Seria um spoiler ou apenas uma montagem?

Sophia virou zumbi?

A outra teoria é que Merle está atrás do grupo para se vingar de Rick e a fez de refém. Eu continuo apostando que ela esteja com algum personagem novo. Não seria possível depois disso tudo que a garota vire um zumbi.

Daryl roubou o cavalo da fazenda e saiu `a procura de Sophia. Detalhe: ele está se tornando o personagem queridinho da série e o único que tem personalidade, enquanto a atitude de Rick e Shane estão deixando a desejar.
Até a sua mãe que só sabe chorar, não tem peito de entrar desbravando aquele matagal todo `a sua procura. Ele achou outra pista da garota: a boneca dela na beira do rio.

Daryl delira e vê Merle

Logo em seguida, Daryl acabou caindo do cavalo e começou a delirar, sonhando que estava conversando com seu irmão, só que na verdade era um zumbi.

Andrea

Achando que era um zumbi, Andrea acaba atirando em Daryl – mesmo com todo mundo falando para não atirar. Acredito que foi a coisa mais burra que uma pessoa poderia ter feito, pois com isso ela poderia chamar outros zumbis próximos da fazenda. No fim, Carol agradece Daryl pelo que ele tem feito para encontrar sua filha.
Depois que Maggie ficou com Gleen, ela meio que tentou bancar a difícil. Na hora do jantar eles trocam bilhetes e marcaram um encontro no celeiro e o que era mistério para muitos foi revelado: o celeiro está cheio de zumbis. Agora, certas coisas começam a fazer sentido: Harseal não queria que o grupo ficasse no celeiro e eles não poderiam usar armas em sua propriedade. Além disso, o fazendeiro tem certeza que quando Rick descobrir, ele vai querer acabar com todos os zumbis que estão lá dentro. O que será que vai acontecer?

Zumbis no Celeiro

NOVIDADES
Novos personagens surgiram nesta 2° temporada são eles: Hershel Greene, o veterinário e dono da fazenda. Trata-se de um homem bastante religioso que acredita que esta “doença que transforma as pessoas em zumbi” terá cura. Além disso, ele guarda um segredo dentro do celeiro. Pai de três filhos – duas meninas Maggie e Beth, e um garoto já falecido. Uma curiosidade é que nos quadrinhos a família Greene é muito maior: são três irmãos (dois vivos) e quatro irmãs. Ainda na fazenda, outro personagem que aparece é Otis – que era marido de Patrícia e trabalhava na fazenda de Harsel. Diferente dos quadrinhos, Otis não é assassinado por Shane.

Outro personagem novo em The Walking Dead é Jimmy, um rapaz de 17 anos na história. No início ele é somente um figurante e namorado de Beth. Até este último episódio não foi revelado nada sobre o passado dele, além do fato de Jimmy não ser um personagem regular dos HQs.
A má notícia para os fãs que acompanham a série, é que nos restam este ano apenas dois episódios com nomes bem interessantes o sexto “SECRETS” e o sétimo “PRETTY MUCH DEAD ALREADY”. Depois disso, The Walking Dead entra em hiato e só volta ano que vem. A previsão da segunda parte desta temporada é no dia 12 de Fevereiro de 2012.

Abraços :)

@Fernanda_Veroni

Nossos bruxos favoritos by @ma_fantini

Na infância, somos apresentados a uma personagem que será recorrente em nossa vida – pelo menos nos filmes, desenhos, livros e quadrinhos – que são as bruxas. Geralmente, elas nos são introduzidas pela Disney, já que são raros os seus desenhos que não tem uma delas no elenco. A primeira que conheci, se não me falha a memória, foi a Bruxa de Branca de neve. No início uma bela mulher que depois se transformou numa velha encarquilhada, com um nariz torto e coroado com uma imensa verruga, os olhos malévolos e a risada aterradora. Isto sem falar dos trajes: um chapéu longo e um vestido disforme, os dois negros. Esta imagem iria caracterizar todos os bruxos e bruxas de minha vida por um bom tempo.

Foram as bruxas dos gibis do Tio Patinhas que começaram a mudar minha imagem sobre a classe. Não tinha como não ser solidária à Madame Mim, atrapalhada e desajeitada, em sua eterna perseguição ao amado Mancha Negra. Na era bonita, mas era mais agradável de se ver. Sua parceira constante era a Maga Patalógica, cheia de charme e bonita, foi a primeira bruxa sedutora que conheci (claro, só percebi esta característica bem mais tarde).

Madame Mim e Maga

E foi a bruxinha Luísa, parceira do Gasparzinho, quem consolidou minha simpatia pelas bruxas. A loirinha, além de bonita, era boazinha. Mais tarde, ainda nos quadrinhos, conheci bruxas e feiticeiras ainda mais belas e poderosas: Feiticeira Escarlate, Zatanna, Ravena e muitas outras. Umas do bem e outras nem tanto. Estou sendo sexista! Nos quadrinhos encontramos alguns feiticeiros muito poderosos também (e muito bonitos): Constantine, Mandrake, Dr. Estranho, Fausto, Timothy Hunter, Klarion, Mago Shazam, Senhor Destino, Doutor Destino e muitos outros.

Na televisão também tivemos bruxas e bruxos que marcaram e influenciaram. Uma das primeiras de que me lembro é a Samantha Stephens, de “A Feiticeira” (o seriado, não aquele filme horroroso que fizeram), e sua torcidinha de nariz. Quem nunca tentou? Assistia as reprises da série e me divertia muito com aqueles bruxos tão humanos – preciso comprar as caixas desta série.

A feiticeira

Mais recentemente a televisão nos trouxe a simpática Sabrina (Aprendiz de Feiticeira) e as complicadinhas irmãs Halliwell (Charmed), além de Willow (Buffy) que desenvolveu seus poderes muitas temporadas depois na série. Nossa contribuição na telinha foi a Morgana (Castelo Rá-Tim-Bum), bem festiva e cantante, tivemos outras mas ela superou todas. Ah, e temos a Baratuxa (Chapolin), que trouxe novamente para a TV a imagem da bruxa de chapéu, narigão e vassoura.

Morgana - Castelo Rá-Ti-Bum

Bruxos na televisão são meio raros e não se destacam tanto, entretanto na telona eles predominam e mandam bem. A maioria migrada dos livros, como Gandalf (Senhor dos Anéis). Vamos começar pelas mulheres, e pelo filme “O Mágico de Oz”, com Glinda – a Bruxa Boa do Sul, e a perigosa Bruxa Malvada do Oeste. A segunda muito feia e a primeira o contrário: bela. E o que dizer da belíssima Gillian Holroyd (Kim Novak), em “Sortilégio de Amor”? Comédia antiga e que passava na Sessão da Tarde, com uma bruxa sedutora. Tivemos também o trio de beldades, Alexandra, Jane e Sukie, que apelam para a feitiçaria para espantar o homem “perfeito” que conjuraram em “As Bruxas de Eastwick”. Não podemos esquecer as irmãs Sally e Gillian Owens (Da Magia a Sedução), metidas em encrenca desde sempre. Temos diversas bruxas interessantes na série Harry Potter, mas vou citar só duas para não escrever um tratado: Hermione Granger e a Professora Mcgonagall. Num patamar diferente, temos a geladissima Feiticeira Branca (Nárnia), a pérfida Eva Ernst (Convenção das Bruxas), a traiçoeira Lamia (Stardut) e a tresloucada Bellatrix Lestrange (Harry Potter), todas extremamente maquiavélicas e cheias de maldade.

Minerva e Hermione - Harry Potter

Na televisão o predomínio é da mulheres, mas na telona o poder é dos homens. Podem até perder em número, mas jamais em poder. Os grandes magos proliferam no cinema, detendo o poder e comandando o circo. Já citei Gandalf, que era O Cinzento e se tornou O Branco, mas não custa repetir e ele merece este mimo. No mesmo nível de poder, temos Merlim (Excalibur e muitos outros), que ganhou diversas versões no cinema, mas seu poder permanece inabalável. Na telona vimos todos os tipo de magos, tivemos Tim O Encantador (Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado), Mickey Mouse (Fantasia) e até a fraude conhecida como Mágico de Oz (ele merece estar aqui só por ter conseguido enganar todos em Oz, isto já foi uma mágica). Outro feiticeiro interessante era o Dr. Lao (As Sete Faces do Dr. Lao), que personificava todas as atrações de seu circo. Como menção honrosa, já que está num de meus filmes favoritos, quero citar High Aldwin (Willow – Na Terra da Magia), mentor de Willow. Novamente temos Harry Potter e sua imensa lista de bruxos marcante, ficarei com dois: Dumbledore e Snape. E no lado negro da magia temos uma galeria poderosa: Saruman (Senhor dos Anéis), Jareth (Labirinto), Voldemort (Harry Potter) e Gargamel (Smurf). De dar medo!

Gandalf e Saruman - O Senhor dos Anéis

Dr. Lao

Para encerrar, temos um feiticeiro que não soube enquadrar em nenhuma categoria. O cara está está lá para ajudar, mas prefere só dar enigmas: Mestre dos Magos (Caverna do Dragão). Não me entendam mal, eu gosto bastante do baixinho, só que ele podia ser menos carente e ajudar logo o povo a voltar para casa, não?

Abraços,
@ma_fantini

The Walking Dead – 4° episódio “Cherokee Rose”

* por @FernadaVeroni

Críticas sobre a série

Até hoje, as pessoas não entenderam a temática de The Walking Dead. Não se trata de mais uma série de zumbi, mas sim da sobrevivência de um grupo de pessoas no meio do apocalipse de zumbis, como disse o próprio criador da trama em entrevista que pode ser conferida neste link entrevista. Mesmo com as críticas, a série anda bem na audiência na TV Paga norte-americana. Em seis de novembro, o último episódio registrou 6,3 milhões de espectadores e 3.4 pontos na faixa de público 18-49 anos.
Mas, porque tantas críticas com o segundo ano de The Walking Dead? De fato, a 1° temporada foi de tirar o fôlego e a cada episódio dava o gostinho de quero mais. A atual já começou focada no grupo, mostrando as intrigas e os questionamentos da vida. Já li e ouvi muitas pessoas comentarem que esta temporada não está boa: falta ação, mortes e, principalmente, os zumbis. No entanto, outros já acham que os zumbis estão rápidos e espertos demais. Vai entender….rs.

Episódio 4

A única coisa que está me incomodando é a mesma que Carl se pergunta: será que Sophia está bem? que se passaram três dias e nada….para falar a verdade, essa história do desaparecimento já está enchendo! Harsel começou colocar ordem no lugar, depois de prestar sua última homenagem a Otis: ele pede a todos que não carreguem armas em sua propriedade e assim que Carl melhorar e Sophia for encontrada, o grupo sairá de sua fazenda.

Dale e T-dog acham um zumbi dentro do poço e decidem matá-lo do lado de fora com medo de contaminar a água. Como assim? Se o zumbi já está lá dentro, é claro que a água já está contaminada, não é mesmo?! E pior: ainda fizeram uma isca viva com o Glenn que se morrese ali não teria conhecido melhor a Maggie.

Daryl é um personagem que no decorrer da série está me surpreendo muito. Ele que passa esse estilo durão que não se preocupa com nada, está se transformando em uma pessoa mais humana depois do sumiço da garota. Ao chegar no trailer, ele encontra Carol triste, dá uma rosa a ela e conta uma historia sobre o significado da rosa: “Quando os soldados americanos estavam tirando os índios de suas terras e as mães cherokees estavam lamentando e chorando muito, pois estavam perdendo seus filhos pelo caminho.
Então, os anciãos fizeram uma prece e pediram um sinal para elevar o espírito das mães, dando força e esperança. No dia seguinte começou a crescer (onde as lágrimas das mães caíram) rosas cherokee.”
Uma história para nunca perder a esperança nem nas piores situações.

LEGENDA:

Agora que o triângulo amoroso pega fogo, Lori confirma sua gravidez. Para quem será que ela vai contar primeiro: Shane ou Rick? Façam suas apostas.

Abraços e até semana que vem :)

FernandaVeroni

The Walking Dead – Notícias da série e comentários do 3º episódio

* Por @FernandaVeroni

Notícias

Varias notícias rolaram sobre The Walking Dead nas últimas semanas. Duas delas me chamaram atenção: a primeira não será nada boa para os fãs ortodoxos da série. Sim, a Band está em negociação com a Fox para trazer Walking Dead para TV aberta. Se tudo der certo, a emissora pagará cerca de U$ 13 mil dólares por episódio.
Já a segunda notícia foi confirmada no dia 25 de outubro pelo presidente do canal AMC, Charlie Collier. A série terá uma terceira temporada no ano que vem. “É com orgulho que anunciamos que os mortos continuarão vivos”, declarou Collier. O que nos resta agora é aguardar e imaginar qual o desfecho desta segunda temporada que, infelizmente, está dividida em duas partes: sete episódios este ano e o restante em 2012.

3º Episódio “Save the Last One”

Depois de poucos minutos do novo episódio, já tínhamos idéia de que Shane iria fazer de tudo para conseguir trazer os remédios para cirurgia de Carl. Surpreendendo a todos, ele atira na perna de Otis e o deixa ali para ser devorado vivo pelos zumbis. Uma atitude que poucos teriam coragem de fazer. Enquanto isso o casal Grimes tem uma discussão sobre o futuro do filho e se vale mesmo a pena uma criança viver neste mundo. E no final das contas tudo acaba bem para Carl.

Daryl cansado de ouvir os choros de Carol pelo sumiço da filha sai `a noite com Andrea `a procura da garota e encontram um zumbi enforcado com uma carta de suicídio escrito: “fui mordido, de febre consumido, o mundo está caindo então estou saindo” . Além da péssima rima, a carta foi única coisa que me fez rir até hoje em The Walking Dead. Apesar de trágico, foi cômico ao mesmo tempo…rs.
Arrisco um palpite: provavelmente, a série estará com novos personagens em alguma fazenda, igreja ou algo assim. Por que não seria possível depois dessa enrolação toda que a garota esteja morta. Também está óbvio que Glenn e Maggie terão um romance no decorrer dos episódios.
E o que foi aquela cena do Shane enfrente ao espelho? O tipo de olhar, a expressão em seus olhos, raspando os cabelos lembrando-se do que fez com Otis. WTF? Acredito que ele está a um passo da loucura.

HQ Vs Série


Como uma grande fã de quadrinhos que sou, quando The Walking Dead começou queria muito que a série fosse fiel ao HQ. Assistindo a segunda temporada estou achando adaptação boa em partes, principalmente porque o HQ é muito violento: cheio de estupro, brigas, suicídios, pessoas fazendo churrascos de pessoas…enfim, um caos total. Também sinto falta de alguns personagens e como a personalidade de alguns esta alterada.
No HQ, Carl não é uma criança inocente e já cometeu dois assassinatos. Dale e Andrea tem uma relação amorosa, além de Sophia não ter 12 anos. Essa e outras mudanças estão fazendo o diferencial a série, acredito. Novos personagens são bem interessantes, como Merle, Daryl e T-Dog. Aliás, creio que T-Dog não dura ate o final desta temporada.
Aqui no Brasil o HQ é distribuído pela HQM Editora é esta no sexto volume com o nome “Os mortos-vivos”, ao preço de R$ 29,90. Quem estiver interessado vale à pena procurar na internet, pois há sites que disponibilizam o HQ tanto para leituras online, quanto para downloads, que por sinal já está no número 90.

Terra Nova episódio 6: Chamem os CSI!!! by @BrunaGuedes7

O episódio 6 dessa temporada começa com DINOSSAUROS!!!!! Tudo bem que é comendo um guardinha, mas mesmo assim temos a ilustre presença desses carinhas que estavam sumidos!!!! Então, a história principal desse episódio é a morte desse soldado, que de início todos acreditam que foi uma fatalidade, de menos o Jim Shannon (nosso herói sempre desconfiado), que utilizando de seu instinto de detetive da homicídios, suspeitou desde o principio que tinha muito mais que mordidas de dinossauro na história.
Aí começa a confusão, pois o chip com informações que poderiam levar ao assassino foi comido junto com o soldado, os destemidos caçadores de dinossauros (me senti assistindo Jurassik Park, não tem como não comparar) correm atrás do Dino comedor de carne humana, e por incrível que pareça não o matam só fazem uma cirurgia (não sei como) e retiram o chip.

Nesse chip descobrem que o carinha tinha um caso com uma mulher casada e ao irem atrás dela, o marido se diz culpado e que tinha matado o soldado por ciúmes da mulher (pelo visto até na pré história vai rolar traição). Mas Shannon pai desconfia que o carinha não o matou foi nada e vai atrás da verdade, descobre um esquema de jogos no bar da vila e que muitos estavam devendo, entre eles alguns soldados. Fuça daqui, fuça dali e descobrem a real trama e que o Dino do início foi a arma (posso falar que quase, eu disse quase, chegou ao pé de Agatha Cristhie).

O ovo de Dinossauro

Além dessa trama principal, ocorreu a descoberta de um ovo de Dino.
Jim Shannon descobriu que seu filho Josh está trabalhando no bar, Josh faz um acordo com Mira (Líder dos Sextos) pra trazer sua namoradinha do futuro e como é normal, Shannon pai salva o dia!!!!
Coisas legais do episódio:
- Dinossauros apareceram!!!!
- Ovo de Dino foi encontrado, o bebê estava mais pra lá do que pra cá, mas foi salvo por uma cirurgia da mãe Shannon, Elizabeth… E adivinhem!!! Zoe vai ganhar um bichinho!!!!
- Conhecemos melhor as leis da colônia, uma moral rígida e uma ética que me fez lembrar de Platão com sua República, esse detalhe eu gostei muito, mas muito mesmo e espero que o desenvolvam mais.
Coisa que me pergunto:
- Até quando o Comandante Taylor vai conseguir manter a lei, antes de ser questionado sobre seu posto?
- A Zoe vai poder ficar com o bebê Dino? Ou o bebê Dino será tipo um rex que devorará a todos? (meu sonho)
- O que a Mira quer do Josh? Será aquela caixa esquisita que ninguém consegue abrir?
- Se a colônia tem leis rígidas como um menor de idade, Josh trabalha num bar com jogos ilegais?

Jim descobre que Josh trabalha em um bar

Até o próximo episódio!!!!
@BrunaGuedes7

The Walking Dead – Segunda temporada by @FernandaVeroni

Depois de quase um ano de espera a segunda temporada de The Walking Dead estreou batendo recorde de audiência na TV fechada dos EUA. O primeiro episódio da série foi vista por 7,3 milhões de pessoas, de acordo com o canal AMC. Isso é bom para os fãs e ótimo para série!
Diferente da 1° temporada essa parece estar mais focada no grupo de sobreviventes, mostrando quem é quem, suas características e personalidades. Logo no primeiro episódio “What Lies Ahead” , Rick está falando no walk talk com Morgan deixando no ar uma certa curiosidade…. Sophia sai correndo pela mata, com medo dos zumbis e desaparece. Outros conflitos também surgem: Andrea está meio que surtando – se achando incluída depois que sua irmã morreu, e escuta uma conversa suspeita entre Lori e Shane. Carol faz linha passiva, espancada pelo ex-marido depois do sumiço da filha – parece que acordou para o mundo. Carl é baleado por Otis e levado para a fazenda de Harsel, o que acredito que irá render algumas histórias.

What Lies Ahead

No episódio seguinte “Bloodletting” pega bem no dramalhão começando com um flash back e fica bem claro que Lori e Shane já tinham um caso antes de tudo acontecer. Sophia ainda está desaparecida e pelo visto vai durar alguns episódios. T-dog cortou o braço na confusão com os zumbis e devido uma infecção começou a delirar. Dale é no momento o melhor personagem humano cuidando de todos como uma espécie de avó. Na fazenda, Harsel que é veterinário precisa fazer uma cirurgia em Carl. Shane e Otis vão até uma escola em busca de equipamentos para a cirurgia onde ficam cercados por zumbis. Esse segundo episódio me chamou mais atenção e espero que os próximos continuem nessa mesma pegada.

Blood Letting

Abraços,

@FernadaVeroni

Terra Nova: Começando do início… by @BrunaGuedes7

Essa semana Terra Nova deu uma pausa, pelo visto voltar pra pré história cansa muito. Assim hoje trago uma retrospectiva do que já aconteceu na série, pra você que pegou o bonde andando ou que não lembra muito bem o que tá rolando. Enfim, mãos a massa:

Planeta Terra em 2149

A história começa mostrando um mundo acabado no século XXII (ano de 2149), muito poluído, sem condições para se viver, o que não vai demorar muito a acontecer caso a gente não comece a rever nossas atitudes com a Terra. Por esse motivo há um controle de população, tipo o que rola na China, as famílias só podem ser compostas por 4 integrantes, caso ultrapasse isso você se torna um fora da lei.
E é exatamente isso o que acontece na família principal da história, os Shannons, não sei por que tiveram mais um filho, quer dizer filha, que vai ser a coisa mais fofa da série, até agora. Mas como toda família de heróis a turma da lei descobre que a família tá muito grande e manda o Shannon pai pra prisão.
Depois de passado alguns anos, a Shannon mãe é convidada para ir pra uma colônia na pré história, como isso é possível?

Portal do Tempo

Simples, os cientistas tanto fuçaram pra resolver o problema da superpopulação e da poluição que se depararam com uma fenda de espaço tempo, estilo Einstein, que jogava todo mundo na terrinha dos dinossauros. Então no estilo bem Magayver, a família Shannon ajuda o pai a fugir da cadeia de segurança máxima e a invadir a base com o portal, isso sem aparecer nem um policial sequer para detê-lo até o cara ficar a 7 passos do paraíso (só em série mesmo!).

Jim Shannon


Colônia Terra Nova

Quando chegam na colônia tudo é festa, o Shannon pai é perdoado, a família ganha uma casa bem maneira, o filho adolescente já encontra mais adolescentes para aprontar todas, a filha cdf se encanta por um soldado (gatinho por sinal) e a filha mais nova ganha novos bichinhos de estimação de vários metros de altura, dinossauros (também quero!)

Família Shannon

Nos episódios até agora ocorreu de tudo: filho rebelde fugindo da aldeia pra ficar chapado e quase virar comida de dinossauros estilo Darth Vader, brigas entre a turma da aldeia e a turma considerada o lado negro da força denominados “Sextos”, paquerinhas entre a cdf e o soldado, ex-namorado da mãe Shannon surgindo do nada, mãe Shannon perdendo a memória e voltanto pro tempo da faculdade, o comandante Taylor endoidando e achando que voltou pro Vietnã, uma loirinha com cara de anjo fazendo todo mundo de otário, entre tantas outras coisas. Ufa!

Os Sextos

Minhas impressões até agora sobre a série:

- História legal sim, mas como um foragido se torna o queridinho da aldeia em menos de 1 temporada?
- Família perfeita à vista, sem conflitos, prontas para ajudar a todos
- Comandante linha dura que tenta colocar em pratica na aldeia valores já perdidos em nossa sociedade (ponto positivo aí)

- Dualidade aldeia Terra Nova e Sextos, ainda não dá pra saber quem é do bem e quem é do mal, por enquanto tudo pode acontecer.

E o mais importante, e que já falei, mas bato na tecla:

CADÊ OS DINOSSAUROS? ? ?

Comecei a assistir a série porque queria ver como seria viver com essa turma, mas até agora apareceram poucos e quando aparecem são mortos rapidamente, até agora só vi o Rex devorando um carinha e nada mais. Quero mais, muito mais desses animais, quero eles mostrando a cara e fazendo a turma da série trabalhar, tirá-los das férias que tá sendo viver na pré história.

Ficam as perguntas:

Como que a turma vai fazer quando o cometa que dizimou os dinos der uma passadinha lá? ? ?
E como não alterar a história que já ocorreu voltando no tempo, tipo todos os filmes mostram que tem consequências, tipo, o carinha do de volta ao futuro quase não nasceu porque esbarrou com sua mãe antes dela se apaixonar pelo seu pai. Sendo assim o que acontecerá com a Grécia, os Espartanos, Roma? ? ? Não será alterado nada? ? ?

Bom, semana que vem tem o 6º episódio, tô curiosa pra saber se irão responder essas perguntas…

Abraços,

@BrunaGuedes7

The Walking Dead: Impressões da Primeira Temporada


Por @FernandaVeroni

Criada em 2003, The Walking Dead não é qualquer história sobre zumbis, mas sim um verdadeiro guia de sobrevivência. Escrita por Robert Kirkman e arte de Tony Moore e Charlie Adlard, inicialmente, The Walking Dead foi desenvolvida como uma história em quadrinhos norte americana mensal. Só em 2010 é que a trama se tornou uma série de TV de sucesso de crítica internacional, ganhando o prêmio Eisner Award de Melhor série, anunciado na San Diego Comic-Con.
No elenco principal, nomes como Andrew Lincoln (Rick Grimes); Jon Bernthal (Shane Walsh); Sarah Wayne Callies (Lori Grimes); Laurie Holden (Andrea); Jeffrey DeMunn (Dale); Steven Yeun (Glenn); Chandler Riggs (Carl Grimes); Norman Mark Reedus (Daryl Dixon). Transmitida pela AMC, a primeira temporada de The Walking Dead venceu o Saturn Award de Melhor Apresentação de televisão e foi indicado Melhor Ator de Televisão (Andrew Licoln), Melhor Atriz de Televisão (Sarah Wayne Calllies), entre outros. Além disso, a série ganhou o prêmio Emmy de maquiagem e foi indicado ao Emmy em Edição de Som em Série e Efeitos Visuais Especiais Extraordinários.

No meio de zumbis

Essa 1° temporada da série com apenas seis episódios se baseia em Rick Grimes,um oficial de polícia da pequena cidade de Cynthiana, no estado do Kentucky. Rick é baleado em um tiroteio ao lado de seu parceiro e melhor amigo Shane e fica em coma. Ao acordar no hospital vazio, descobre que está no meio de mortos-vivos ao vagar pelas ruas não tão desertas.



Rick, ainda sem entender o que está acontecendo, volta para sua casa na tentativa de encontrar sua família. No caminho encontra Morgan e seu filho.
Morgan explica o que está acontecendo e que há um grupo refugiados indo para Atlanta. Rick decide ir em busca de sua esposa Lori e seu filho Carl.

Rick chega em Atlanta

Ao chegar à Atlanta – as sequências das cenas mostram o que vem pela frente em The Walking Dead – Rick vê um helicóptero e tenta seguí-lo. Acaba encontrando com um grupo enorme de zumbis – eles o derrubam do cavalo e ele consegue se esconder dentro de um tanque de guerra. O grupo de refugiados acaba fazendo contato e resgatando Rick.

Enquanto Rick está desesperado para achar sua esposa, ela está na pegada com Shane. Sinceramente, nunca fui com a cara dos dois – tudo bem que não tinha como ele tirar o Rick do hospital, mas aquilo é traição em dobro. Em uma noite o acampamento é invadido por zumbis e Rick e os outros, não chegam a tempo e Amy irmã de Andrea , Ed marido de Carol e Jim acabam morrendo.
Com isso, o grupo decide partir e ir até o CDC (Cento de controle de Doenças). Rick deixa um bilhete para Morgan no antigo acampamento.
Chegando lá, encontram Dr. Jenner. Podendo voltar um pouco `a vida de antes, o grupo toma banho, se alimenta e descansam. Mas como toda felicidade dura pouco, Dr. Jenneer explica que tem um relógio em contagem regressiva e ao chegar no zero os geradores no porão ficarão sem energia e acontecerá a descontaminação, onde tudo explodirá.

A escapada do CDC

Desesperado, os sobreviventes imploram ao dr. que abra a porta, ele fala alguma coisa nos ouvidos de Rick e todos conseguem sair antes que CDC exploda.

Esse é o último episódio de The Walking Dead, deixando o telespectador ali sentado e curioso. O que será que o Dr. falou com Rick em segredo !? O que vai acontecer agora com o grupo? Porque o HQ não tem nada haver com a série? Essas e outras questões passaram na cabeça de milhares de fãs da série.
Sem dúvida hoje é a série mais esperada do momento. Vale a pena acompanhar a 2° temporada que começou no dia 16 de outubro, cujo segundo episódio vai ao ar dia 23.

___________________________________
*Perfil:@Fernandaveroni , Deste 1987…Tentando atingir o bom senso.

Que tal ter uma torre de PC inspirada em um Stormtrooper ?

O site de tecnologia alemão Hardware.Info criou uma competição para customizar a torre de um PC e para ver até onde ia a criatividade de seus membros. O modelo escolhido para o desafio foi um Corsair 600T.
O vencedor foi este modelo baseado em Star Wars: Stormtrooper.

Veja outros modelos que concorreram aqui.

Eu vou com o vencedor… e você ?

Sai o primeiro teaser trailer de “The Avengers”

Finalmente o trailer que todos nós estávamos esperando …
A Marvel e a Disney liberaram o primeiro trailer teaser de “The Avengers” .
Estrelado por Robert Downey Jr (Iron Man) , Chris Hemsworth (Thor), Chris Evans (Capitão América) , Mark Ruffalo(Hulk) , Scarlett Johansson (Black Widow) , Samuel L. Jackson (Nick Fury) e Tom Hiddleston (Loki), o filme traz junto um time da pesada de super-heróis e promete ….

Bem, a estréia nos EUA está prevista para 4 Maio de 2012 e até lá que venham mais trailers e teasers como este :D

Eu gostei e você ?

Duas-Caras (Two-Face) você conhece ? by @EmanuelCR

– Ele não pode responder sua pergunta.
– Por que?
– Está sem a moeda dele.

Harvey Dent, o Duas-Caras. Junto com o Coringa, é um dos vilões mais perturbadores e fragmentados do Batman. Principalmente, se considerarmos que ele era “um homem bom”.

Meu primeiro contato com o personagem, nas HQs, foi na história presente na edição acima. Publicada na saudosa Batman Anual no. 2, pela Editora Abril, mostrava uma origem narrada levando em consideração o Ano Um, de Frank Miller. Antes disso, claro, já tinha o visto em Batman: A Série Animada – de onde se origina o diálogo, lá no início, aliás –, mas nada como o demonstrado aqui…

Na mesma época em que Bruce Wayne iniciou sua lenda, Dent já era um promissor promotor de Justiça em Gotham. Conhecido e respeitado, sua fama de incorruptível era um problema para os chefões mafiosos e um traço de valor para Batman e Jim Gordon – na época, apenas um capitão da polícia e ex-militar. Só que ser aliado do Cavaleiro das Trevas não garante, sempre, proteção…

Dent, sob muitos aspectos, é o verdadeiro caso de “a sociedade o corrompeu”, segundo essa narrativa. Esforçando-se para ser um homem, profissional e marido decente, é defrontado com seu passado sombrio e com um presente, uma realidade profundamente perturbadora. Tudo isso, reunido, abre a porta para a “outra face”. Afinal, entre todas as pressões da vida, ser ameaçado por mafiosos e seus assassinos, assim como lidar com um dissimulado assassino em série, não deve ser “saudável”…

Assim, começou a espiral decadente de Dent. A sombra que o perseguia foi se tornando cada vez maior e, no auge de sua loucura, cometeu atos que só um homem como aqueles que ele odiava cometeriam… Contudo, parecia que, para o promotor, seria a “primeira e última vez” – na verdade, para muitos, só pareceria que ele “tomou justiça pelas próprias mãos”, ao exemplo de Batman, e eliminou o pior tipo de escória –, mas o ataque do chefe mafioso Maronni, durante o julgamento do mesmo, desfigurou o rosto e a alma de um sujeito que só queria ser melhor que seu pai e tipos similares… Desfigurou, ainda, a moeda que se tornaria sua “marca registrada”, com o tempo.

Aqui, vale acrescentar uma curiosidade: de acordo com essa história, a moeda de “duas caras” – isto é, os dois lados mostram a mesma imagem, o perfil de Benjamin Franklin – foi o único presente que o violento pai de Dent já lhe dera. Ainda antes, na infância, a mesma moeda era utilizada para os “jogos” entre os dois; segundo Harvey, se ganhasse, ele não seria espancado ou pior. Entretanto, o pai sempre escolhia “cara”…

Não há como negar, assim, que essa vida “multifacetada” de Harvey culminou na criação desse “monstro interior” que, por fim, se tornou “externo” e muito na cara (Olha o tracadalho do carilho, haha…Hah… Ai.).

Por essas e outras, Duas-Caras é o tipo de vilão que a maioria das pessoas se identifica. Se não fosse o fato de, muitas vezes, ferir ou matar inocentes, seria algo como o Justiceiro da Marvel Comics. Além disso, a existência de alguém como ele é crível, em nosso mundo – como na comparação entre Batman e Superman –, diferente de um Morcego Humano ou do Cara-de-Barro, por exemplo. Tão crível que, muitas vezes, leio ou escuto sobre a “paixão” de algumas pessoas pela representação que ele recebeu, no filme. Sem tantos “tons de cinza” como Frank Castle, mas entrou numas de vigilantismo e vingança que, certamente, se eu e você fossemos tão profundamente “zoados pela vida” – vítimas de uma conspiração de criminosos e de policiais corruptos, espectadores do assassinato de uma pessoa amanda e, de quebra, ficar com metade da cara parecendo bife esturricado –, acabaríamos enlouquecendo e, muito provavelmente, querendo pagar os responsáveis na mesma moeda (Outro tracadalho, heh…)!

Enfim, vilão ou não – depende do observador e da cronologia… – o promotor público de Gotham City é, na totalidade, aquilo que escondemos e contemos. E, também, muitas vezes, aquilo que gostaríamos de poder ser.

(E que nunca mais se fale em Batman Eternamente…)

@EmanuelCR não tem desvios de personalidade – ele é 100% desfigurado, por dentro – e, provavelmente, é a única pessoa que acharia ter cicatrizes faciais sinistras algo legal.

Star Wars: AT-AT no cenário de Chicago

De personagens a naves e veículos, tudo de Star Wars é inspiração para os artistas geeks.
Desta vez o artista Tony Bamber imaginou como seria se um AT-AT invadisse o centro de Chicago.

DC Comics: Rorschach e sua máscara by @AllanTheWizard

Quando a Get Nuts disse que precisava de alguém para escrever um post sobre Rorschach eu tive que me manifestar. Rorschach é um dos personagens mais complexos e geniais da DC comics. A característica mais marcante de Rorschach é sua mascara borrada, baseada no teste do famoso psicólogo Hermann Rorschach, que também serviu como uma luva para o nome do personagem.

Rorschach

Criado por Alan Moore e Dave Gibbons. Rorschach tem tudo o que é necessário para emocionar, entreter, cativar e até assustar nós nerds. Rorschach é o tipo de personagem que eu sempre escolheria nos games, ou quem eu nunca gostaria de me meter em uma briga. Usa uma máscara com um borrão que se movimenta por seu rosto. Rorschach passa a acreditar que a mascara é seu rosto, e se torna extremamente violento quando ela é removida.
É o único vigilante ativo após o ato de ser vigilante após a aprovação da lei Keene, que tornou ilegal a atuação de super-heróis, vigilantes mascarados e justiceiros.
Rorschach narra a maior parte do filme tornando-o mais dramático e com um tom assustador.
Poderia dizer o que ocorre com Rorschach mas seria spoiler, e tiraria a melhor parte do filme e dos quadrinhos, que são justamente, as partes em que Rorschach atua.

A máscara de Rorschach

A máscara de Rorschach foi o próprio motivo de eu estar escrevendo este post, já que ela ganhou a enquete de melhor máscara dos cinemas no twitter da @Get_Nuts. Eu poderia ficar horas aqui escrevendo sobre a complexidade de sua máscara. mas tenho que lhes dizer: porque o borrão de sua mascara se mexe? A clássica pergunta que envolve nosso anti-herói, já que Rorschach não tem poderes, porque da máscara se mexer ?
Esse é um dos motivos por eu acreditar que Watchmen é um dos quadrinhos mais geniais da DC comics. Por ser um universo mais realista e distante dos clássicos da Liga da Justiça. A ciência prevalece! A máscara se mexe porque o Dr.Manhattan desenvolveu o tecido para equipar o membro mais sinistro da equipe. Vamos admitir, se Rorschach não tivesse tirado aquela máscara estilo ku klux klan, ele nunca teria ganhado a enquete.

Herói ou Anti-Herói ?

Não é precisso assistir o filme ou ler os quadrinhos de Watchmen várias vezes para perceber que Rorschach é um pouco perturbado. Podemos ver isso nos momentos em que o personagem capta toda a atenção do leitor/telespectador com a narração sombria e os momentos de ira que consomem as partes mais dramáticas da ação. A DC parece sempre colocar seus heróis em confronto com bandidos e policiais,. Isso acontece em Batman, Spaw e, em alguns acontecimentos, com a liga da justiça inteira. Isso não torna Rorschach um personagem com muita novidade… Mas colocar um motivo mais construtivo para ele ser perseguido e como ele reage a perseguição, torna essa caçada mais interessante, até, do que o próprio Batman. É perseguido por ser o único vigilante ainda ativo, sendo contra os princípios dos policiais e da lei (por ser um vigilante se tornou ilegal). Mas o modo como ele critica os vigilantes que desistiram e os policiais que prenderam, mataram, e acusaram de insanos os vigilantes ainda ativos, é único.

Minha opinião

Rorschach passa na maior parte dos requisitos para ser um justiceiro admirado por nerds hoje em dia. Acho que a DC errou em fazer muitos personagens parecidos tirando a exclusividade de cada um. Alan Moore tem meu respeito e, acredito eu, de muitos geeks por aí. E o fato de ter tirado Rorschach do mundo da liga da justiça salvou a história épica de Watchmen, e deixou de piorar a liga da justiça, que deve até melhorar com essa reformulação que está estreando este mês.

Ficou curioso sobre Rorschach e outros Vigilantes? Assista o filme Watchmen, que pode ser encontrado em qualquer locadora que se digne, e leia os comics, seguindo as nossas origens Geeks.

Siga @Get_Nuts, e se gostou de meu post me siga também @AllanTheWizard :D

Fringe: Nova Temporada estréia nesta semana: 23-Set

.

Finalmente a quarta temporada de Fringe estréia nesta próxima 6a.feira na Fox nos Estados Unidos. Foram longos 6 meses de espera desde o último episódio da terceira temporada “The Day we Died” apresentado em 22 de março.
E valeu cada minuto de espera… os dois universos paralelos estão se desintegrando, Bolivia está grávida de Peter, Peter deixou de existir , Walter e Walternate se encontram cara a cara!
Estamos desesperados para baixar este primeiro episódio…. rsrsrsrs

Abraço a todos,
Lost Chin

Mês de Setembro rola sorteio no twitter da @get_nuts

Neste mês de Setembro a Get NUTS vai sortear o Mighty Muggs aí da foto!
Confira as regras no link http://bit.ly/oDk1f2

Ajude a divulgar e Boa Sorte :D

De Dexter e Morgan todos nós temos um pouco! by @Senhor_P

Quando o pessoal do GetNUTS perguntou no Twitter, se tinha algum fã do Dexter que topasse escrever um artigo sobre a série, fiquei tentado, mas eu não sou escritor, jornalista, critico de TV, sou apenas um cara!
Tá bom, tá bom, eu sou com cara alucinado por séries de TV, Nerdão assumido, Nerd gatão (cof…cof), mas mesmo assim Nerd de carteirinha, então vou compartilhar com vocês um pouco da minha experiência e percepções pessoais com a série Dexter, como fã e um cara normal.

Mas vamos ao que interessa, o que falar sobre Dexter Morgan? Vamos começar pela definição básica da pessoa de Dexter, ele é um Psicopata.
“Psicopata, a rigor designa um indivíduo, clinicamente perverso que tem personalidade psicopática. A psicopatia é um distúrbio mental grave caracterizado por um desvio de caráter, ausência de sentimentos genuínos, frieza, insensibilidade aos sentimentos alheios, manipulação, egocentrismo, falta de remorso e culpa para atos cruéis e inflexibilidade com castigos e punições.” (Leia mais aqui)

Na verdade o Dexter é um personagem tão tridimensional que é até um pecado limitar ele apenas ao aspecto da sua doença mental, é meus caros ele é um doente mental, mas é também uma pessoa complexa, pelo menos o seu disfarce social é muito bom, e ao longo das temporadas ele vai adicionando mais elementos, que o tornam cada vez mais normal aos olhos das pessoas que o cercam.
Para entender o Dexter Morgan temos que conhecer o seu ambiente e as pessoas que cercam, e que muitas vezes são reflexos da própria personalidade humana que ele tanto busca, e que são tão ferradas quando ele, de uma forma que envolve o espectador, pois os dramas, trejeitos, atitudes e personalidades são tão familiares a todos nós.

O ambiente

A séria se passa em Miami Beach, o que por si só já é muito legal. Quem é da velha guarda como eu, vai se lembrar de Miami Vice, que era uma série muito famosa nos anos 80 e 90 aqui no Brasil.
A séria aproveita Miami Beach de forma espetacular, mostrando toda beleza do litoral, mas também abusa de locações suburbanas, com suas ruas ladeadas por palmeiras, mostra também à noite e sordidez da cidade com suas prostitutas, gangues, viciados, violência, e todo o submundo policial, isso me faz lembrar que a série pode ser considerada uma série policial também.

A família (adotiva) de Dexter era composta pelo oficial da policia Harry Morgan, sua falecida esposa Doris Morgan e pela irmã Debra Morgan, que é filha biológica do casal e colega de Dexter no Departamento de Polícia de Miami Beach.

A nova família de Dexter é composta por ele mesmo, Rita (Bennett) Morgan, Aston Bennet, Cody Bennett e depois do pequeno Harrison Morgan, filho biológico do Dexter e da Rita.
Os colegas de trabalho são: Angel Baptista, Maria LaGuerta, James Doakes, Joseph “Joey” Quinn, e Vince Masuka.

Os personagens:

Dexter Morgan é o protagonista da série. Ele é uma pessoa que tem de carregar um peso, que seria muito grande para qualquer ser humano normal, entretanto ele não é normal, ele é um psicopata, que como todo bom representante da sua classe, tem os seus rituais. Sua vítimas são escolhidas entre pessoas que cometem crimes mas não podem ser “alcançadas” pela justiça dos homens. Seguindo “O Código” que lhe foi doutrinado pelo seu pai adotivo Harry Morgan, ele somente mata aqueles que realmente fizeram por merecer.


Harry Morgan é o pai adotivo do Dexter e ex-policial em Miami Beach. Ele e sua mulher Doris adotam o pequeno Dexter quando o garoto presencia a morte brutal da sua mãe biológica (Laura Moser). Harry notou o desaparecimento de animais da vizinhança e descobre logo que o responsável é o seu filho adotivo. A partir de então sua vida é dedicada a doutrinar as atitudes do protagonista para que ele guie seus atos através de um código de conduta, e aprenda como escolher e executar suas vítimas de maneira a não deixar rastros.

Debra Morgan é a irmã do Dexter, filha biológica de Harry e Doris Morgan. Sua ambição é seguir os passos do pai no departamento de polícia de Miami Beach. Ela é péssima para escolher namorados. Ela acha o irmão a cara mais normal do mundo, apesar de achar ele meio nerd, e tem o seu pai como exemplo de vida e como ídolo profissional. No entanto, Debra vai descobrindo ao longo da série que nem tudo é o que parece…

Angel Baptista é detetive da divisão de homicídios eestá sempre envolvido com o Dexter, que trabalha como analista de marcas de sangue para o depto de polícia. Angel tem problemas familiares, se envolve com várias mulheres durante a série, mas leva o seu trabalho muito a sério. Considera o Dexter como seu amigo e está sempre tentando ajudar a Debra a conseguir a sua promoção para Investigadora.

Maria LaGuerta está no comando da divisão de homicídios. É de ascendência Cubana, altamente motivada pela sua ambição política enão mede esforços para alcançar os seus objetivos. Se envolve com vários homens durante a série, na sua maioria visando algum retorno profissional. Mas ela logo começa a se envolver com os outros personagens e tem uma mudança gradual durante a série. Confia plenamente na opinião do Dexter e vive lhe pedindo conselhos, o que o deixa maluco, visto que ele quer chamar o mínimo de atenção.

Sargento James Doakes é detetive da divisão de homicídios. Dexter o considera um predador, e como tal, ele sente que há outro predador por perto, e fica procurando alguma coisa que possa desabonar a imagem de bom moço do Dexter. Doakes é uma pessoa de atitudes violentas, pavio curto, ele trata mal os Nerds Dexter e Masuka, a obsessão de Doakes pelo Dexter chega a ser doentia, se ele ao menos soubesse que tinha razão.

Joseph “Joey” Quinn é detetive da divisão de homicídios. Ele entra depois na série e acaba como parceiro da Debra Morgan. É uma pessoa polêmica. Suspeito de ser policial corrupto, ele fica bem nervoso quando as coisas não saem da maneira que ele espera. Ele demonstra realmente se importar com a Debra Morgan e está sempre tentando evitar que ela se complique por conta de um dos namorados dela que é seu informante.

Vince Masuka é o chefe da equipe forense da divisão de homicídios e trabalha diretamente com o Dexter. É o alivio cômico da série. Masuka é o típico colega de trabalho inconveniente, ele não sabe a hora de ficar calado, e sempre aparece as horas mais impróprias com piadas sexistas e de extremo mau gosto. Além de tudo Vince tem um ego gigantesco e se acha o maior profissional da sua área. Normalmente é motivo de chacota ou é ignorado pelo restante do departamento. Deixa o Dexter maluco com a sua bisbilhotice.

Rita (Bennett) Morgan é uma mulher que sofreu abusos do ex-marido Paul Bennett, é mãe de Aston e Cody Bennett, e depois do Harrison Morgan. Quando o Dexter está procurando aperfeiçoar seu disfarce social, ele resolve que precisa de uma namorada, a Rita é a escolha ideal, pois ela no início não consegue se relacionar sexualmente, o que para o Dexter é ótimo, pois ele não tem interesse no assunto. Com o passar do tempo, Dexter cria uma necessidade de proteger ela e a família, o que acaba por levá-los a se casarem.

Apresentações feitas, continuaremos conversando um pouco mais sobre a série. A estréia ocorreu no dia 1 de outubro de 2006 pelo canal Showtime na terra do Tio Sam. A série ganhou vários prêmios e blá, blá, blá…
O que interessa mesmo é que você vai encontrar personagens cativantes, situações inusitadas, e muito drama – os personagens têm uma tendência incrível a se meterem em problemas.
O Dexter ao final de cada temporada é colocado na posição de ter o seu segredo descoberto, você fica aflito, ele fica imaginando o que as pessoas com quem ele se importa vão dizer, e geralmente a conclusão no início da temporada seguinte é de explodir cabeças.
Cada vítima tem sua história desenvolvida, analisada de forma a nos colocar a par dos seus crimes e simpatizar com a sua “condenação”, ficamos torcendo para que o dia da “execução” chegue logo e que ela finalmente vá fazer parte da coleção de sangue do nosso psicopata preferido.

Em minha opinião a séria tem algumas referências veladas a outras obras, como por exemplo o fato do Dexter em momentos de dificuldade ou de reflexão receber conselhos, e até conversar com o seu falecido pai. Harry aparece na forma de Obi-wan Kenobi, e sempre repassa para o nosso protagonista o que ele deve fazer, dizer ou até como evitar ser descoberto. Se você for pensar bem o Dexter e o Luke sofrem de esquizofrenia, pois ambos falam com dois caras mortos que não dizem nada que eles já não saibam.
(pausa para apanhar dos nerds).

Outra figura que gosto de comparar com o Dexter é o Batman, veja bem:

- Ambos viram os pais serem mortos;
- Ambos caçam criminosos;
- Ambos têm de manter uma vida dupla;
- Ambos foram treinados para focar a sua “fome” em indivíduos que “merecem”;

As semelhanças acabam aqui, o Batman se contenta geralmente em prender ou dar uma surra nos meliantes, já Dexter prefere, tirar uma amostra de sangue, esquartejar e jogar os restos na baía. Eu aposto que se ele tivesse aquela grana toda do Bruce, ele também usaria uma roupa maneira com direito quem sabe a cueca de fora.

Uma coisa legal no Dexter é que ele sabe o que ele é, ele não liga, ele não deveria sentir nada por ninguém, além do desejo de caçar e matar que o seu “Passageiro Sombrio” o faz sentir de tempos em tempos. Porém o Dexter não está finalizado, ele está sempre procurando melhorar o seu disfarce, isso acaba nos levando a Rita Bennett.

A Rita é um personagem bem legal, é fácil se identificar com ela, ela sofria abusos do ex-marido Paul Bennett, tem que criar os filhos sozinha, a mãe a acusa de ser uma fracassada que se envolve apenas com homens errados, ela não consegue ter uma relação normal, não consegue fazer sexo devido ao trauma causado pelo Paul.
Qual o pensamento babaca do Dexter?
“Oba, vou arrumar uma namorada pra satisfazer a curiosidade das pessoas, e não vou ter que “fingir” uma relação sexual com ela.”
O problema é que aconselhada pela mãe a moça resolve, digamos assim, se soltar. Protagonizando uma cena antológica, vestida de Lara Croft loirinha, ela se oferece para fazer sexo oral com o Dexter, depois disso ficou conhecida na Internet como Lara Croft “boqueteira” .

Com o passar do tempo o Dexter vai descobrindo partes suprimidas do seu passado, e ao mesmo tempo vai descobrindo sentimentos que pensava não ser capaz de sentir. Ele acaba percebendo o quão importante a sua irmã é para a sua vida, ele cria um laço com os filhos da Rita, que são vitimas por presenciar os abusos do pai contra a mãe.
Ele vê nas crianças a inocência que ele já teve e que lhe foi tirada com tanta violência, ele se coloca então na posição de protetor, e o relacionamento dele com a Rita passa de mera conveniência para uma coisa real, não um sentimento real, mas uma distorção do amor criada pela mente doentia de um psicopata.

Ao logo das temporadas vimos que todos os personagens têm sub-tramas muito interessantes, todos ele são bem tridimensionais, com motivações bem trabalhadas, e é fácil se identificar com os mesmos.
Os vilões das temporadas também são fantásticos, pois geralmente ficamos com o sentimento dúbio de torcer hora pelo Dexter, hora sentir pena ou identificação com o antagonista da temporada, na minha opinião o melhor é o da quarta temporada.

Devo confessar para vocês que devida a um acontecimento ao final da quarta temporada, eu parei de assistir a série, não que tenha ficado ruim, mas é que eu criei um laço tão grande com os personagens que depois do que houve, ainda não tive coragem que ver o que acontece depois, estou aqui agora tomando coragem para ver o que vem a seguir na quinta temporada.

Já foi confirmada uma sexta temporada que chega agora dia 12 de outubro de 2011, uma sétima temporada pode acontecer, fiquem ligados.

Quero agradecer a quem teve paciência para agüentar estas mal traçadas linhas até aqui, acrescento que os poucos spoilers aqui presentes não vão estragar de forma alguma a sua experiência.
Estão esperando o que? Corram e comprem as temporadas que eu garanto que será diversão garantida! :D

Abraços, @Senhor_P

Site “Ask Vader” : Pergunte`a Darth Vader tudo o que vc quiser!

Em comemoração ao lançamento da saga Star Wars em Blu-ray a Fox lança o site “Ask Vader”.

Tem alguma decisão difícil para tomar? Precisa da opnião de um Sith?

Darth Vader irá ouvir (im) pacientemente suas perguntas (você deverá digitá-las em um campo texto em inglês) e vai te responder da maneira que você merece!
Bem aí, vc sabe né, o humor dele não é dos melhores :(

O site ainda oferece outras surpresas: `a medida que você interage com Darth Vader vai desbloqueando ” Momentos Especiais com Vader” – que revelam memórias de momentos especiais de Vader sobre a saga.

O que vc está esperando ? “Ask Vader Star Wars”

Outro lançamento da FOX é o catálogo digital “Star Wars Moments Visualizer” onde vc poderá visualizar 300 momentos de todos os filmes da saga. Lá você visualiza um descrição da cena, o episódio e o ranking. Você também poderá votar no seu momento preferido! http://moments.starwars.com/visualizer

Gamescom 2011: Conheça os melhores games do ano!

A maior feira de Games Interativos e Entretenimento da Europa rolou em Colônia na Alemanha de 17 a 21 de agosto e elegeu este ano os melhores games em 8 categorias: Melhor Game de PC, Melhor Game de Console, Melhor Game Plataforma Mobile,
Melhor Game Online, Melhor Game baseado em Browser, Melhor Game Diversão em Família, Melhor Hardware/Acessórios e Melhor da Gamescom.
A Empresa campeã levou 4 premiações entre as 8 categorias foi a Eletronic Arts.

Conheça os vencedores:

Game Categoria Empresa
Battefield 3 Melhor da Gamescom Eletronic Arts
* * *
PlayStation Vita Melhor Hardware e Acessórios Sony Computer Entetainment
* * *
FIFA 12 Melhor Game de Console Eletronic Arts
* * *
Uncharted: Golden Abyss Melhor Game Plataforma Mobile Sony Computer Entertainment
* * *
Star Wars: The Old Republic Melhor Jogo OnLine Eletronic Arts
* * *
Diablo III Melhor Game de PC Blizzard Entertainment
* * *
The Sims Social Melhor Game baseado em Browser Eletronic Arts
* * *
Sesame Street: Once Upon a Monster Melhor Jogo Família Warner Bros. Interactive Entertainment

Robótica: Cabeça de robô lê músicas e reconhece pessoas

Desenvolvido pela Universidade de Ciências e Tecnologia de Taiwan, o robô da foto é capaz de ler uma música em 40 segundos e cantá-la.

Os olhos do robô são equipados com câmeras que fotografam a música e enviam para um computador que é capaz de interpretar o ritmo, a letra e a entonação. A partir daí, o computador comanda a voz, a abertura de boca e expressões da cabeça de robô.

Quem sabe um dia vamos ver um show na Broadway com um grupo de robôs-humanóides!

Além da aplicação na área de entretenimento, o time do projeto está trabalhando para ensinar o robô a reconhecer pessoas e interagir com humanos. Desta forma estes robôs poderiam se tornar recpecionistas em restaurantes e outros locais.

Bem, mas para isso precisam melhorar a “cara” desse robô, pois com essa cara vai espantar os fregueses… hahahah :D

Jedi Girl

Retrospectiva Séries de TV : “Perdidos no Espaço”

Tem muita gente que não viu… mas vale `a pena ! Perdidos no Espaço, é um clássico de ficção científica da década de 60, juntamente com Star Trek e outros mais.
O seriado (cujo título original é Lost in Space) foi ao ar na TV americana entre setembro de 1965 até março de 1968. Seu criador e produtor executivo , Irwin Allen, também foi responsável por outros seriados famosos: “Terra de Gigantes”, “Túnel do Tempo” e “Viagem ao Fundo Mar” . No entanto, “Lost in Space” foi o seu maior sucesso. A série teve 3 temporadas com 83 episódios , sendo que a primeira temporada foi em P&B.

Sinopse:

No final do século XX a Terra enfrenta o problema da super-população e escassez de recursos. A solução é a colonização do espaço, começando por um planeta na órbita da estrela Alfa Centauri. Considerando o alcance da tecnologia americana, ele é o único planeta capaz de fornecer condições ideais para a existência humana.

Em outubro de 1997, os EUA lançam a moderna e poderosa nave Júpiter 2, com a primeira família selecionada e treinada para dar início à colonização: os Robinson. É composta pelo pai John (professor de astrofísica e geofísica), pela mãe Maureen (bioquímica) e pelos filhos Judy, Penny e Will. Acompanhando-os, está o Major Donald West – piloto da nave – e um robô, programado para auxiliar a família no processo de colonização. Um espião estrangeiro infiltrado sabota a missão, levando-os a ficar perdidos no espaço. No entanto, este espião-sabotador acaba preso na nave com a família Robinson. Ele é o Doutor Zachary Smith.

Jupiter 2

Conheça os personagens:



DVD:

Perdidos no Espaço já teve suas 3 temporadas completas lançadas em DVD aqui no Brasil. A 1ª temporada foi lançada assim como foi produzida, em preto-e-branco, e traz também o episódio piloto “No Place to Hide”, jamais exibido no Brasil, e portanto, não-dublado. As 2ª e 3ª temporadas foram lançadas em cores. Todas as 3 temporadas apresentam a dublagem original brasileira, realizada na década de 1960.

O Filme em 1998:

Em 1998 estreou nas telas do cinema o filme de mesmo nome da série, com Gary Oldman no papel de Dr. Zachary Smith e Wiliam Hurt como John Robinson.
Alguns atores antigos das série fizeram participações especiais no filme:

▪ June Lockhart, a Maureen Robinson original, é a professora de Will e aparece em um holograma.
▪ Mark Goddard, o antigo Major West, é o oficial comandante do novo Major West.
▪ Angela Cartwright e Marta Kristen, as primeiras Penny Robinson e Judy Robinson, agora são repórteres.
Dick Tufeld voltou a interpretar a voz do robô.

Abraços,
Jedi Girl :D

E para quem curte colecionar peças retrô, foram lançadas peças colecionáveis da série e algumas delas estão `a venda na loja da GetNUTS.

Ver mais detalhes


Ver mais detalhes

Séries de TV: “The Big Bang Theory” by @ma_fantini

“The Big Bang Theory”, para os íntimos TBBT, é uma comédia criada por Chuck Lorre, que tem grandes séries em seu currículo. A série trata do mundo nerd, com todos os seus clichês colocados de forma extremamente divertida. É uma das mais fartas em referências de cultura pop que já tive o prazer de ver, mas você deve prestar atenção em cada cena, pois só assim perceberá outras centenas de referências enquanto assiste aos episódios que podem estar tanto no diálogo quanto em objetos de cena.

A série conta a rotina de dois físicos teóricos Leonard Hofstadter e Sheldon Cooper, que dividem o apartamento, repleto de artefatos nerds capazes de fazer muito marmanjo babar de inveja, e têm a semana dividida em atividades especificas e sistemáticas.
Seu limitado círculo social compreende seus dois únicos amigos: Rajesh Koothrappali, ou Raj, que só consegue falar com mulheres regado a álcool, e Howard Wolowitz, um judeu com uma autoconfiança que alcança o espaço. Raj tem uma amizade singular com Howard, disparado seu melhor amigo, que leva seus pais a acharem que têm um caso – confesso que às vezes eu também acho que rola um clima. Com relação a Howard, minha maior curiosidade refere-se `a sua mãe, tão berrante quanto suas calças, mas que nunca aparece. Como ela será? Eu já imaginei diversas versões, mas ainda não cheguei a uma definitiva. Na última temporada, percebi um crescimento no espaço destes personagens, o que acho excelente para a série.

Os quatro trabalham na Universidade de Pasadena e usam seu tempo livre em passatempos puramente nerds: jogando Halo, RPGs, lendo e comprando gibis, jogando Scrabble em Klingon, assistindo maratonas de ficção cientifica, e em discussões que vão dos nomes de personagens de Stan Lee (realmente interessante que a maioria tenha nome e sobrenome iniciado com a mesma letra) à física quântica.

Dotados da genialidade fundamental para sua carreira científica, não possuem a “manha” para se relacionar com o sexo oposto, e no caso de Sheldon com qualquer exemplar da espécie humana. Quando Penny, uma bela loirinha que trabalha como garçonete enquanto espera a carreira de atriz deslanchar, muda-se para o apartamento em frente e desperta a paixão de Leonard, a rotina destes amigos é radicalmente alterada.

Ela desconhece totalmente os ícones do mundo nerd, não sabe nem quem é Stan Lee, o que dificulta bastante a interação entre eles. Fazendo contraponto a este seu desconhecimento, temos os meninos totalmente alheios ao que acontece nas “baladas” do mundo moderno, ignorantes das regras esportivas e sociais da vida de um jovem comum da sociedade americana.
O choque destas duas realidades é que torna a série hilária. Desconhecendo o universo uns dos outros, fatalmente acontecem situações constrangedoras e, pelo menos para nós, divertidíssimas.

Leonard é o oposto de todos os namorados que Penny já teve: altos, musculosos e lindos. Como ele poderia ter alguma chance? Isto com o agravante de ela não entender como um homem coleciona gibis, compra bonecos, curte jogos e faz citações de fórmulas e pensadores que estão totalmente fora de sua esfera de conhecimento.

Basicamente é disto que trata a série, deste processo de conquista e adaptação.
O relacionamento de Sheldon com Penny é uma das melhores coisas da série. Não há nada de romântico nele, nem tensão sexual entre os dois, porém há o choque cultural. É interessante como os dois vão se tornando mais tolerantes um com o outro, de forma lenta e gradual.
Além de todos estes ingredientes, temos as citações de brinde. Lembram que eu disse para prestarem atenção? Então, cenas esquecidas de filmes como Guerra Nas Estrelas ou Jornada, podem ser citadas no meio de uma discussão de física quântica com a maior naturalidade. Frases dos clássicos heróis de gibis, como Batman ou Superman, são verdades absolutas.

Estes cinco personagens, tão diferentes e tão iguais, tornam o seriado tão interessante de assistir. A interação entre eles, às vezes tão complicada, é o que faz dar boas gargalhadas.
Todos tiveram mudanças claras desde a primeira temporada, acho que assim como nós que os assistimos. Alguns personagens amadureceram, outros se tornaram mais herméticos, outras relações surgiram, assim como novos personagens: Bernadette, Amy e Prya, sendo que esta última não tem minha simpatia. A última temporada, em minha opinião, não mostrou a mesma qualidade que as anteriores, porém tenho certeza que isto será corrigido na próxima.

Para quem não assistiu ainda a série, fica a #dica: vale muito à pena. E para quem, assim como eu, é fã da série, que setembro venha rápido.
Divirtam-se! :P

@ma_fantini

O Dia em que a Terra parou : GORT – estátua

Klaatu, Barada, Nikto! Gort está aqui e maior do que nunca! Personagem do clássico filme ” O Dia em que a Terra parou” ! Belíssima peça de 40 cm que vai decorar o seu escritório ou home-theater. Edição Limitada: 1.951 peças.
Você encontra na GetNUTS – a sua loja de colecionáveis na internet :P visitar a loja

Betty Boop versão Black & White

A linda Betty Boop em versão “Black & White” vintage com seu vestido aberto na lateral e deixando `a mostra sua cinta-liga. Pressione um botão e ouvirá diversas frases desta charmosa bonequinha.
“Hi i´m Betty Boop, Boop Oop-A-Doop”, “Smaaaack!”…
Você compra na GetNUTS – a sua loja de colecionáveis na internet :P visitar a loja

Tartarugas Ninja: Estátua do Michelangelo

Belíssima estátua em resina do personagem Michelangelo – edicão limitada. Pintada `a mão e super detalhada. Peça de colecionador e decorativa. Não é brinquedo.
Você compra na GetNUTS – a sua loja de colecionáveis na Internet :P visitar a loja.

Máscara eletrônica Darth Vader: comande o lado negro da força

Comande o lado negro da força com esta réplica do capacete e máscara de Darth

Vader! Acompanha um controle que deve ser pendurado no pescoço e possibilita selecionar 2 modos de operação:

1) modo modificador de voz: simula a voz de Darth Vader, quando o usuário fala.
2.) modo respiração: emite os sons de respiração ” eletrônica” de Darth Vader.

Você compra GetNUTS – a sua loja de colecionáveis na Internet :P   visitar a loja

Pato Donald desde 1934… by @my_pandoras_box


Donald Fauntleroy Duck, ou melhor dizendo, o Pato Donald é um personagem criado por Walt Disney no ano de 1934.
Donald Duck é um pato branco, de pernas e bico alaranjados, veste sempre uma camisa e quepe de marinheiro. O motivo para isto é que na época em que foi feito, todos os personagens precisavam vestir roupas! (mas…e pq ele não usa calças?! #perguntasclássicas)>

O dublador:

Dublador Pato Donald

A famosa “voz” de Donald foi criada pelo dublador Clarence Nash que até então era apenas um homem vindo da zona rural de Watonga, Oklahoma. Ele tinha o dom natural para imitar animais, inclusive sons de patos. A voz que Nash criou para Donald consistia em falar palavras através de um tipo de “ruido”, feito com o canto da boca e os dentes molares, que lembrava o grasnado de um pato. Após Walt Disney o escutar recitando o poema Mary Tinha um Carneirinho (Mary Had a Little Lamb) [clássica!!! E que eu fico toda faceira de ouvir] com sua “voz de pato”, chamou-o para uma audição e imediatamente o contratou, adivinhando que havia escolhido a voz certa para o seu novo personagem!
Curiosidade: clássicos desenhos em que Huguinho, Zezinho e Luizinho aparecem, todos os três tem a mesma voz, feita também por Clarence Nash (porém mais fina que a de Donald), pois antigamente os três sobrinhos tinham a mesma personalidade, eles falavam e agiam juntos, e algumas vezes dizendo freses fragmentadas como: “Olá!” “Tio!” “Donald!”.

“Impressões” de Donald no Teatro Chinês em
Hollywood, feitas por Clarence Nash.

Em séries produzidas mais recentes como Duck Tales, e TV Quack Pack, os três sobrinhos tem personalidades diferentes uma da outra, e não falam todos com a mesma “voz de pato”.
Já a pata “Donna Duck” que aparece no curta Don Donald (1937) também foi dublada por Clarence Nash, somente em episódios posteriores a esse, a namorada de Donald, ganhou a sua própria voz, e recebeu o nome de “Daisy Duck”. Cabe ressaltar que Donna foi um protótipo da Margarida.

O personagem:

O pato Donald fez sua estréia em 9 de junho de 1934 no episódio The Wise Little Hen (lançado no Brasil com o título de “A Galinha Esperta”) da série “Sinfonias Tolas”. Até final de 1936, ele apareceu em vários desenhos do Mickey, ao lado de personagens como Pateta e Pluto. No ano seguinte, Donald estreou sua própria série animada ao lado de sua amada Margarida. O desenho era chamado Don Donald. Seus sobrinhos apareceriam um ano mais tarde, no episódio Os Sobrinhos de Donald.

“Pato Donald contra o Führer”:

Como muitos desenhos dos anos 30/40, época de grandes guerras e conflitos ideológicos, os Estúdios Disney também foram obrigados a mudar de estilo com a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial em 1942.
A produção de desenhos passou a integrar o esforço de guerra norte-americano, abordando a guerra como tema. Em 1942, foi feito um desenho de propaganda anti-nazista, chamado de “A Face do Führer”. Nesse desenho mostra Donald vivendo na Alemanha Nazista, onde ele é forçado a trabalhar em uma fábrica de produção em série de armamento bélico pesado e de fotografias de Hitler produzidas em série.

No entanto, o desenho mostra ainda uma certa ingenuidade dos seus produtores, com alguns furos como a crítica à produção em série (lembrar de Tempos Modernos e afins), algo comum nos Estados Unidos desde a década de 30. Em o “Espírito de 1943″, o Pato Donald é convencido a contribuir com parte do seu salário, para os altos impostos de guerra. Nesse desenho ele contracena com sua consciência dividida, gastadora e econômica, cujas aparências personificadas lembram os futuros Tio Patinhas e Gastão.

Além de Donald se mostrar contra o Nazismo (na imagem acima, um avião P-51 Mustang com a imagem do personagem), outros personagens como Popeye, Patolino, Mickey, O Gato Félix e tantos outros deixaram de lado as piadas do cotidiano, e passaram a mostrar conteúdo violento, usando armas e jogando bombas de avião, dentre outras coisas. É…nem sempre as coisas foram lindas como temos os desenhos hoje… [e é por isso que não critico tanto algumas cenas de desenhos e séries...a vida ‘animada’ já foi MUITO pior.]

Donald visita a América:


Donald participou de dois longas com temas dirigidos à América do Sul, -infelizmente com interesse estratégico para os militares; Saludos Amigos (Alô Amigos) de 1943, com o papagaio brasileiro Zé Carioca e The Three Caballeros (1944), com Zé Carioca, Donald e o mexicano Panchito “Pistoles”. [ e quem aqui não chorava de rir com as loucuras de Panchito, hein?! A cena da canção “The three caballeros” é algo memorável!!!]

Televisão, quadrinhos e afins…:

Na televisão, Donald esteve em DuckTales (1987-1990) e TV Quack Pack (1996-1997). Seus desenhos originariamente feitos para o cinema, passaram a ser exibidos em programas como O Point do Mickey (“The House of Mouse”), seu próprio programa a TV Quack que era exibido na Disney Channel.
Donald passou a ter “vida própria”, sem depender de Mickey, quando Carl Barks, ao ficar encarregado dos quadrinhos, resolveu adaptar uma história originariamente escrita para Donald, Mickey, Pateta e Pluto, desenhando-a apenas com Donald e seus sobrinhos: Donald Duck Finds Pirate Gold (“Donald Encontra o Ouro dos Piratas”). Ela foi publicada em 1942 e pertence à serie de revistas da Dell Comics chamada “Four Color”.

Nos jogos:

Além de fazer participações especiais em jogos, ele também foi/é protagonista de alguns.

Donald foi o personagem principal do jogo Quack Shot, para fliperama e mega drive (1991). Sendo um jogo de ação do tipo plataforma, você controla o rabugento pato em uma aventura à la Indiana Jones! Nosso querido pato também é protagonista da série de RPG Kingdom Hearts que eu vou começar a jogar, finalmente!, junto com Pateta e o menino Sora. Nesse jogo, ele é o mago da corte do rei Mickey. É um mago impetuoso e impaciente (novidade, né?) , que, a pedido do rei, acompanha Sora na sua jornada para encontrar o rei.
Por fim, no jogo Crash Twinsanity, nas ultimas fases, há uma música parecida com os sons que Donald faz quando esta com raiva. Vou procurar algo sobre… quero dar umas risadas :P

No Brasil:

Os quadrinhos protagonizados pelo Donald fizeram estréia no Brasil no Suplemento Juvenil de Adolfo Aizen em outubro de 1938.

Lançada em julho de 1950, a revista O Pato Donald (trocando o nome para Pato Donald de 1980 em diante), foi o marco inicial da Editora Abril, o que o torna o título de quadrinhos de mais longa publicação contínua no Brasil.
As revistas Zé Carioca, Tio Patinhas (inicialmente como Almanaque do Tio Patinhas) e Disney Especial são suas derivadas diretas.
Após o encerramento da produção de histórias aqui no Brasil, a Editora Abril se limitou a publicar quadrinhos de outros países, como a Itália. As produções italianas são alvo de críticas por sua suposta baixa qualidade mas, mesmo assim, são presença forte e constante nas revistas brasileiras ao longo das décadas.
Além de ter seu próprio título de quadrinhos, Donald foi capa do álbum de figurinhas Galeria Walt Disney (1976 e republicações), personagem no Grande Livro Disney (1977) e astro principal do Manual da Televisão (1982). – eu tenho o Manuel da Televisão! #feliz
—-
Por fim, como sempre deixo para vocês… algumas coisinhas para rir ou se impressionar!
No caso, tenho 3 observações, pois souvenirs, livros, revistas e afins, todos conhecem de alguma forma! ;)

1. DORGAS MANOLO!!!

“Mulher diz que ‘Pato Donald’ agarrou seus seios e quer US$ 200 mil”
A americana April Magolon, que mora no estado da Pensilvânia (EUA), entrou com um processo contra Disney World, no qual ela pede uma indenização de US$ 200 mil, porque teria sido molestada pelo “Pato Donald”, segundo reportagem da emissora “WFTV”. (Fonte da notícia: G1, em São Paulo.)
É, a emissora deveria ser W(T)FTV…

2. The Three Caballeros Song!

Como comentei antes, aqui está o vídeo das 3 criaturinhas juntas e divertindo os espectadores!

Se quiserem ver mais coisas legais, aqui tem o link da visita de Donald à Copacabana!

http://www.youtube.com/watch?v=a3Fit31LXDo

3. Árvore genealógica do Donald!

Podem conferir mais informações e a imagem em tamanho (grande) real nesse link!

Bem, espero que tenham gostado desse post interminável ;)
Pensem bem, podia ser ELE falando em vez de escrevendo!

Forte abraço!
@my_pandoras_box

Personagem preferido de Hanna-Barbera: Space Ghost

Space Ghost foi um desenho animado criado pela Hanna-Barbera, e desenhada por Alex Toth para a CBS (EUA) em 1960. Ele foi um super-herói que, junto com seus ajudantes Jan, Jace e Blip, o macaco, lutou contra supervilões no espaço sideral.
Na década de 90, o personagem foi trazido de volta à mídia como um talk show, o Space Ghost Coast to Coast (Space Ghost de costa a costa), em 1994 no Cartoon Network e também no Adult Swim. Seus assistentes eram os agora ex-vilões Zorak (um louva-deus gigante, tecladista e líder da banda do programa) e Moltar (uma criatura de lava dentro de uma armadura metálica que faz a edição do programa). Ocasionalmente outros vilões também auxiliavam, sendo Brak o mais popular. Nos anos 2000, ele foi renovado como um super-herói sério novamente, em uma mini-série da DC Comics.

Space Ghost Coast to Coast é uma paródia de programas como o Late Show , de David Letterman. O show se baseou fortemente em um humor absurdo, surreal, alguns diriam dadaísta. O programa continuou em 2004, e é o mais antigo programa de comédia do Cartoon Network na madrugada, pela faixa Adult Swim. Os personagens de Jan, Jace e Blip, companheiros das antigas aventuras de Space Ghost, apareceram duas vezes apenas em toda a história do show. O herói tem problemas de dicção, e a empresa Toycom produziu, devido ao êxito da série, uma linha de bonceos de ação: o protagonista-apresentador vem com a cadeira, a bancada, o cartão com perguntas e até mesmo com uma caneca!


Depois de oito temporadas avacalhando com Space Ghost, a série entrou em hiato, e os escritores Dave Willis e Matt Maiellaro usaram personagens que desenvolveram para um episódio que não foi ao ar (“Meal Baffler”) para criar outra popular série do Adult Swim, Aqua Teen Hunger Force, tendo como personagens principais um pacote de batata-frita, uma almôndega e um copo de refrigerante antropomórficos. Se não acredita, veja a imagem no final. E isso é tudo pessoal!

Veja o que rolou na Super-Con Recife 2011 by @davidfellipeluz

Nos dias 29, 30 e 31 de julho aconteceu no Recife a Super Convenção 2011, um evento que juntou os mais variados tipos de fãs de anime, comics, games e cultura pop em geral.

O evento contou com a participação de Yumi Matsuzawa e Daisy x Daisy, cantoras dos temas de Cavaleiros do Zodíaco e Fairy Tail.

Além de apresentações musicais tivemos também uma grande quantidade de cosplayers no evento, alguns foram surpreendentes, e dentre estes estava eu fazendo o cosplay do Darth Revan (SW KOTOR).

Nós contamos com uma grande turma de Star Wars, no evento, entre eles um Grievous feito por @THSpike que me guiou na confecção do meu cosplay.

Outros Cosplays legais:

Havia também uma área chamada VideoGame History, onde foi possível conhecer e jogar os consoles que fizeram e ainda fazem sucesso, desde o Atari ate o PS2, a sensação de jogar Enduro no atari ou Double Dragon no nintendinho foi muito boa XD

Outro momento que instigou os presentes foi a apresentação da Banda Sinfônica da Cidade do Recife apresentando trilhas sonoras famosas como a trilha de Star Wars e 007.

Abraços pessoal!
Ano que vem tem mais :D

@davidfellipeluz

© 2017 GetNuts Figuras de Ação e Colecionáveis. All Rights Reserved. Login

- Designed by Gabfire Themes