/*Modifica icone na barra de enderecos */ /*Modifica icone na barra de enderecos */

10 coisas que você não sabia sobre o Homem Aranha

Inegavelmente o personagem mais popular da Marvel Comics, o Homem-Aranha possui 50 anos de história, é um nome forte na cultura popular americana, mas o que você realmente sabe sobre o escalador de paredes favorito da vizinhança?

Tendo sua estreia em uma modesta revista com apenas 11 páginas em agosto de 1962, o Homem-Aranha virou sucesso imediato e ganhou sua própria revista no ano seguinte: A Amazing Spider Man, uma das pouquissímas hqs da Marvel que nunca haviam sido interrompidas – até o ano passado – e durou 50 anos. Veja na lista 10 coisas que talvez você não saiba sobre o cabeça de teia:

10. Peter Parker foi o segundo “Homem-Aranha” a estrear na Marvel.

Nos nos cinquenta, as revistas de super heróis estavam em queda, todo o sucesso dos anos 30 e 40 abriam espaço para as revistas sobre ficção científica e monstros. Com a revitalização de heróis como o Flash e o Lanterna Verde pela DC Comics isso começou a mudar um pouco, a Marvel só despertou com o lançamento da revista Quarteto Fantástico #1 (Novembro de 1961). Um mês antes disso, Stan Lee e Jack Kirby fizeram uma das últimas histórias sobre monstros da época na revista Journey Into Mystery’ #73, que vinha com o título “Onde estiver… quando… A Aranha atacará” Sobre uma aranha que foi atingida por raios radioativos (coincidência não?) e criou inteligência humana, crescendo em proporções gigantescas, sendo capaz de falar e até atirar sua teia nos bandidos. Por sorte, essa Aranha-Homem foi morta no final da história.

9. Peter não é o nerd que todos pensam

Uma reclamação comum do novo filme O Espetacular Homem-Aranha é que Peter não estava tão nerd quanto deveria ser. Mas a verdade é que Peter, desde que era escrito por Stan Lee e desenhado por Steve Ditko em 1962, certamente era um gênio, possuía uma auto-confiança e popularidade dão uma guinada tão grande quando ele ganha os poderes que ele fica até certo ponto arrogante, não levava desaforo de JJJ para casa e rebatia as provocações de Flash Thompson, então nesse ponto, o filme acertou.

Já pela edição #7 de Amazing Spider Man, Peter apenas com 15 anos já tinha sua primeira namoradinha, a jovem secretária Betty Brant. Na edição #8, ganha enorme popularidade ao bater no valentão Flash na frente de toda a escola. E já na edição #28, onde Peter está se formando no ensino médio, a garota mais popular da escola, Liz Allan, admite ser apaixonada por ele. E como se não fosse o suficiente, Peter chega na faculdade, roubando o coração da linda Gwen Stacy, e logo depois, da arrasadora ruiva Mary Jane Watson. Não é exatamente a definição de nerd que você conhece.

8. O fluído de teia do Homem-Aranha dissolve em uma hora.

Os que acostumaram a ler as hqs antigas do cabeça de teia devem saber disso, já que era um contexto muito dito no passado, apesar de ainda valer para os dias de hoje. Muitos tinham dúvida sobre como o Aranha ficava se balançando por aí e não deixava Nova York toda suja. Bem, Stan Lee explicou que a teia se evaporava no ar após uma hora, a primeira vez que a explicação apareceu foi na Amazing Spider Man Annual #1

7. Peter torce para o New York Mets

Crescido no Queen, no bairro de Forest Hills, é normal que Peter torça para o time de baseball mais próximo, os Mets. Mas a verdadeira razão pela sua paixão pelo time é revelada na hq Peter Parker: Spider Man #33 (uma das mais lindas sobre o relacionamento dele com o tio, fica a minha dica) escrita por Paul Jenkins e desenhada por Mark Buckingham. Nas palavras do próprio garoto, ele se identifica com o time, Peter ama os Mets porque “eles são uns perdedores adoráveis que vez ou outra fazem um home run acidentalmente.”

Agora, aprofundando um pouco, Peter ama os Mets porque ele cresceu para amar os Mets. Todo ano, Ben Parker o levava para assistir um jogo dos Mets, e eles sempre perdiam, Ben consolava o garoto com as palavras “Talvez ano que vem, campeão.” Peter se aborrecia cada ano mais, e no último ano de vida do Tio Ben, os Mets venceram e conquistaram o campeonato, dois dias depois, Ben Parker foi assassinado. Peter mantém a tradição até hoje, indo todo ano assistir a um jogo dos Mets, como se tivesse indo com o tio.

6. Peter já se transformou em uma Aranha de verdade.

Muitos devem saber, foi na saga Vingadores: A Queda. Peter se transmutou em uma Aranha gigantes após ser beijado pela vilã A Rainha, na hq Espetacular Homem-Aranha #15 (2004). Após voltar ao normal, Peter havia ganhado a habilidade de soltar teia orgânica pelo pulso. Apenas para aproximar o herói da ridícula ideia usada por Sam Raimi em seus filmes do herói aracnídeo. Os fãs criticaram muito a ideia e um tempo depois, após um pseudo-reboot Peter voltou ao bom e velho lançador de teia.

5. Wolverine foi a primeira pessoa a saber que Peter iria nascer.

Na Amazing Spider Man Annual #5, foi revelado que os pais de Peter, Richard e Mary, foram espiões da S.H.I.E.L.D. e trabalhavam para Nick Fury. Em uma dessas missões, contadas da hq Spider Man: Untold Tales #1 os dois tiveram que resgatar o Agente X (futuro Wolverine e companheiro de equipe do Homem-Aranha) das garras do Caveira Vermelha. Eles conseguiram, e após a missão Mary soube que estava grávida, Logan foi o primeiro a cumprimentar os novos papai e mamãe, nem imaginando que o filho deles seria seu amigo e colega Vingador.

4. Tia May quase casou com um bandido.

Não, não falo do Dr. Octopus, como muitos de vocês sabem, que teve um caso com a velha. Falo de Johnny Jerome, um gangster que May namorava quando jovem, pouco antes de conhecer Ben Parker e se apaixonar por ele, como foi exposto na Peter Parker, The Spectacular Spider-Man Annual’ #4.

3. O nome completo de Peter é: Peter Benjamin Parker

Poucos herois tiveram sua vida pessoa tão explorada quanto a de Peter no passar dos anos. Peter sempre foi tão ou mais importante do que o próprio Homem-Aranha para os fãs e sabendo disso, os roteiristas usam e abusam de tudo o que se pode retirar sobre o jovem. A primeira vez que o nome apareceu foi na ‘Web of Spider-Man’ #19 (Outobro, 1986) quando Peter entrega sua certidão de nascimento do Manhantan Federal Building afim de tirar um passaporte.

2. Homem-Aranha uma vez fez equipe com o elenco do “Saturday Night Live”

O “Not-Ready-For-Prime-Time Players” do ‘SNL‘ teve sua estreia nas hqs na Marvel Team-Up #74 (Outubro, 1978) quando o Aranha precisou da ajuda deles para parar o Samurai de Prata que estava furioso nos estúdios da NBC (Hey galera, aos 70, tudo aconteceu).

1. Em uma ocasião, o Homem-Aranha impediu um alien de enganar toda uma geração a fazer sexo sem proteção.

Como muitos fãs de quadrinhos sabem o Public Service Announcement (PSA) tem oferecido várias das mais bizarras histórias para os nossos heróis ao redor dos anos. A primeira história do Homem-Aranha na PSA é de 1997 e tem como título “O Espetacular Homem-Aranha vs O Prodígio” escrita por Ann Robinson e desenhada pelo saudoso Ross Andru. A hq conta a história do malvado alien chamada O Prodígio que queria fazer com que todos os jovens transassem sem proteção. com 15 anos pra cima, para assim todos terem sua primeira experiencia sexual.

O objetivo dele? Fazer toda a juventude ficar grávida, para assim ele ter muitos bebês para trabalhar de escravos em seu laboratório. O Homem Aranha desmascarou o vilão como o pervertido intergaláctico que ele realmente era.

Cinco coisas que talvez vocês não saibam sobre seus personagens favoritos!

Como fãs de quadrinhos, vocês provavelmente acham que sabem tudo. E é bem provável que saibam as cinco coisas da lista, já que prevejo um monte de comentários “ah, eu já sabia disso tudo”, não é mesmo? Bom, mas para os que talvez não saibam, descubram cinco coisas a respeito de alguns famosos personagens, algum deles que podem até mesmo serem seus favoritos!

Nós já lemos e vimos muitas histórias sobre eles já há algum tempo, e aprendemos muito sobre eles. Mas alguns podem não conhecer tudo, assim como o público geral, e até mesmo podem lembrar apenas do que conhecem pelos filmes. Então, vejam a seguir cinco coisas sobre alguns dos personagens mais famosos dos quadrinhos que fãs e não-fãs podem ou não podem saberem!

1. Superman foi baseado em Moisés

Superman foi criado por dois adolescentes judeus estadunidenses, Jerry Siegel e Joe Shuster, no ano de 1938 e publicado pela DC Comics. Ele foi baseado espontaneamente em algumas figuras bíblicas, como Moisés e Sansão, dos quais Siegel e Shuster muito provavelmente aprenderam por conta de sua religião. As similaridades com Sansão são a força sobrehumana, mas as com Moisés na verdade são bem mais profundas. Ambos tem origens similares, sobre um homem fora de seu tempo e lugar, que tem que aceitar quem realmente é. Ambos tem dores e angústias, por terem sido adotados e não conhecerem seus pais verdadeiros, e desejam salvar a humanidade a qualquer custo. Além disso, o nome Kal-El vem da palavra hebraica “El” que significa “Deus”, ou do termo “Qal-El” que significa algo como “centelha de Deus”, dependendo do que você quiser acreditar.

2. O primeiro uniforme do Homem-Aranha foi originalmente criado por Jack Kirby

Quando o primeiro conceito do Homem-Aranha foi apresentado à Marvel Comics, o escritor Stan Lee precisava de um artista para criar o design do personagem. Então, ele pediu à Jack Kirby que fizesse o uniforme, ele que foi responsável por muitas co-criações de vários outros personagens da Marvel tais como o Quarteto Fantástico, Os Vingadores e os X-Men. Mas, o design inicial de Kirby era muito mais musculoso e masculino, diferente da ideia de Lee de um garoto adolescente esguio e magro. Então, eventualmente o artista Steve Ditko conseguiu a tarefa e criou o icônico uniforme azul e vermelho que conhecemos até hoje.

3. A Mulher Gato originalmente usava uma máscara de gato

Quando a Mulher Gato apareceu pela primeira vez na Batman #1 em 1940, ela não era essa sedutora gatuna que nós conhecemos hoje. Ela era na verdade uma super-vilã mesmo, que usava uma máscara bem mais próxima ao animal, peluda e com certeza, assustadora.

4. Tony Stark foi baseado em Howard Hughes

Quando o Homem de Ferro foi criado para Marvel, ele supostamente deveria ser um personagem que as pessoas provavelmente não iriam gostar, e ser apenas um rico negociante de armas. Então, Stan Lee tomou as rédeas do personagem, criando o personagem de Tony Stark, um arrogante negociante de armas bilionário e um industrialista, baseando sua persona na figura real de Howard Hughes.

5. Wolverine quase foi chamado de “O Texugo”

O escritor Lein Wein estava tentando criar um super-herói baixinho e carrancudo canadense, que seria uma espécie “Capitão América” do Canadá. Quando esteve entre dois nomes, “The Badger” (O Texugo) e “Wolverine” (Carcaju), digamos que ele escolheu o melhor. Curiosamente, em 1983 o personagem Badger foi criado, tendo sua primeira edição escrita por Mike Baron e publicada inicialmente pela Capital Comics e First Comics, e depois pela Dark Horse e Image Comics durante os anos 90.

Adaptado do CBM

Cavaleiros do Zodíaco: Saga de Poseidon

Segundo o Hipermito, Poseidon, o Imperador dos Mares, lutou contra Atena pela posse das terras árticas e acabou sendo aprisionado pela deusa logo após a Guerra Santa,ocorrida há milhares de anos. Os combates foram tão intensos que causaram um dilúvio na Terra e o desaparecimento de Atlântida, onde ficava o Templo terrestre de Poseidon. Treze anos antes da batalha atual, Kanon, irmão gêmeo de Saga de Gêmeos, foi aprisionado na prisão do Cabo Sunion, onde encontrou um caminho que leva a Fortaleza Submarina de Poseidon. No Templo Submarino, estão guardadas a ânfora na qual a alma de Poseidon foi aprisionada e as Escamas dos Sete Generais Marinas. Escama é a denominação das armaduras usadas pelos Marinas, as escamas dos sete Generais Marinas são tão poderosas quanto às Armaduras dos Cavaleiros de Ouro.

Inicialmente, as Armaduras dos Cavaleiros de Atena foram criadas exatamente para combater os Marinas. Naquela época, a humanidade não possuía armas capazes de atravessar as poderosas Escamas, feitas do misterioso metal Oricalco, e nem tinham habilidades de luta para enfrentar os Marinas que as vestiam. As Armaduras de Atena foram desenvolvidas para combatê-los, o que resultou no nascimento dos Cavaleiros de Atena para vestí-las.

No clímax da Saga de Asgard, Atena é raptada perante os cavaleiros por uma onda gigantesca.Enquanto os cavaleiros tentam descobrir o paradeiro de Saori, eventos catastróficos começam a ocorrer ao redor do do mundo: maremotos, chuvas torrenciais, nevascas, etc. Sabendo que o verdadeiro inimigo é o Imperador dos Oceanos Poseidon, que colocou e controlou Hilda através do poder do Anel de Nibelungo para que destruísse Atena e os Cavaleiros, Seiya e outros descobrem com a ajuda de Hilda e Frea uma passagem em Asgard que pode levá-los até a Fortaleza Submarina do deus dos Mares.

Enquanto isso, Saori acorda de um sono profundo nos aposentos do Templo de Poseidon. Ao encontrar o deus, ela imediatamente o reconhece como sendo Julian Solo: filho de uma rica família de comércio marítimo, que em em seu aniverário havia pedido a mão de Saori em casamento, sendo recusada pela jovem. O deus explicou seus planos com Hilda e explicou a Saori que agora que o seu cosmo está provocando esses inúmeros disastres pelo mundo ele pretende “limpar” a humanidade da face da Terra para construir uma nova Utopia. Mesmo percebendo o choque de Atena ao saber de suas intenções, Poseidon ainda tenta convencer Atena – da mesma forma que havia tentado fazê-la casar com ele anteriormente – que junte-se a ele e dominem o mundo junto. Porém, Saori não aceita a proposta e mostra-se preparada para tomar qualquer atitude necessária para impedir Poseidon, mesmo que isso signifique o início de uma nova Guerra Santa.

Seiya é o primeiro á invadir o templo de Poseidon, junto á Shun se encontram com Tétis de Sereia, uma comandante marina, classe menor que a dos generais marinas, sendo equivalente á um cavaleiro de prata, Tétis lança contra os dois bronzeados o Encantamento de Coral, mas o ataque é interrompido com a chegada de Shaina, a amazona assume a luta contra Tétis, a comandante diz que os cavaleiros nunca venceriam Poseidon, sem destruir todos os pilares dos sete mares, mas destruí-los era algo inconcebível.

Seiya tenta de tudo para destruir o pilar, mas o mesmo não tinha nenhuma rachadura após reçeber excessivos ataques, com a chegada de Kiki, dicípulo do cavaleiro Mu de Áries, destroi o pilar com uma das seis armas de libra, entregues pelo mestre ancião. Shiryu e Hyoga logo se encontram com Seiya, os três partem para diferentes direções em busca de outros pilares.

Os outros pilares são destruídos por Shun , Shiryu e Hyoga e o Seya que partiu para destruir outro pilar.
Ikki á caminho do pilar principal encontra o general marina Kanon de Dragão Marinho, Ikki questiona o local onde Kanon está, dizia que não deveria estar guardando o pilar do Atlântico Norte, mas Kanon que até agora não se apresentara á Ikki diz ao mesmo de ele ser o único á estar ileso á essa altura das batalhas então não teria de proteger o pilar de um ser inexistente ou ferido, Kanon usa seu golpe mais forte a Explosão Galáctica, que faz Ikki ter seu elmo despedaçado por Kanon, Ikki quase inconsciente, recebe outro golpe, mas Ikki estranha a semelhança do ataque de Kanon e o de Saga, até que Ikki sem saber do irmão gêmeo de Saga, Kanon fica surpreso de ele estar vivo, mas Kanon intervém diz que era o irmão gêmeos de Saga, Kanon, e diferentemente de seu irmão não possui duas faces, a boa e a má, ele só possui uma, a má, Kanon abre uma fenda no espaço, Ikki acha que Kanon estava usando á Outra Dimensão, um golpe equivalente Ikki é mandado para tal dimensão e some.

Depois do ocorrido Kanon, no seu pilar sente uma cosmo energia poderosa, era Ikki que, com suas asas de fênix escapou do Triângulo de Ouro, Ikki pergunta porque Kanon servia á Poseidon, o marina não respondeu, Ikki sem escolha usou o Golpe Fantasma de Fênix lendo o plano de Kanon: Fazer Atena morrer na guerra, e depois derrotar Poseidon, dominando os mares e a superfície, Sorento e Kiki chegam no local, Kiki com a armadura de libra entrega o escudo para desruir o pilar, Sorento menospreza Kanon, dizendo que, a guerra desde o início era obra de Kanon, o impedindo de matar Kanon, já derrotado (devido á sua mente ter sofrido ilusões dos golpes de Ikki) Ikki pede para Sorento que não mate Kanon. o ultimo pilar é destruído.

Seiya junto á Saori derrotam Poseidon e destroem o pilar principal.

Capitão América 2 – O Soldado Invernal

Capitão América 2 – O Soldado Invernal se passa dois anos após os eventos mostrados em Os Vingadores – The Avengers. Steve Rogers (Chris Evans) luta para cumprir seu papel no mundo moderno, em parceria com Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), também conhecida como Viúva Negra, para derrotar um poderoso e misterioso inimigo na cidade de Washington dos dias atuais.

Dragon Ball Z – Battle of Gods

“Muitos anos depois que a titânica batalha contra Majin Buu determinaram o destino de todo o universo, a Terra estava em paz, mas agora enfrenta um novo perigo…

Se há um deus que cria os planetas e a vida neste universo, então também há um deus que os destroi. O deus da destruição Bills, que mantém o equilíbrio do universo inteiro, desperta de um longo sono. Uma vez desagradado, ele leva a destruição ao limite, e o seu despertar deixa tanto Kaio quanto Kaioshin em pânico.

Ao ouvir rumores de que um saiyajin derrotou Freeza, Bills e Whis procuram Goku no Planeta Kaio. Empolgado ao deparar com um oponente tão forte depois de tanto tempo, Goku ignora o aviso do senhor Kaio e desafia Bills para uma batalha, mas, diante de tamanho poder, é derrotado. ‘Espero que exista alguém na Terra mais digno de ser destruído’, diz Bills enquanto parte. A ameaça parte pra cima de Vegeta, Gohan e os outros guerreiros da Terra.
Será que Goku e companhia conseguirão deter a destruição de Bills?”

Se você curte Dragon Ball não deixe de visitar a loja e conferir os action figures disponíveis!

8 detalhes que fizeram o Coringa de Heath Ledger ser tão incrível

Quem diz que faltou humor na trilogia do Cavaleiro das Trevas, não conseguiu captar as nuances de humor negro que o Coringa trouxe às telonas. O truque do lápis consegue arrancar boas risadas e ver o ator vestido de enfermeira não tem preço. Preparamos uma lista com 8 pequenas coisas que contribuíram para a grandiosidade do trabalho final de Ledger. Leia Mais!

Nós poderíamos ficar horas discutindo sobre o quanto a morte de Heath Ledger influenciou o pensamento das pessoas sobre o coringa. Será que o ator teria ganhado o Oscar póstumo de melhor ator coadjuvante? Será que O Cavaleiro das Trevas teria arrecadado mais de um bilhão em bilheteria? Independente das respostas a essas questões, é indiscutível que Ledger esteve brilhante no papel e mesmo alterando muitas das principais características do personagem das HQ’s, o resultado final encaixou perfeitamente no universo criado por Nolan.

8. Nunca olhar para suas vítimas
Algumas coisas sobre o Coringa são tão impactantes que você nem mesmo consegue compreender o porquê de serem tão perturbadoras. Seus momentos de calmaria aliados a breve explosões de loucura são executados de maneira tão sutil que você realmente acredita no personagem.
Reparem nas mortes durante o filme, o Coringa nunca olha para suas vítimas quando está prestes a tirar-lhes a vida, até mesmo quando a morte ocorre “indiretamente,” como na cena da explosão do hospital. Mas isso é uma característica do Coringa das HQ’s? Por que nunca vimos essa particularidade ser explorada antes?
Precisamos cavar um pouco mais fundo na essência do personagem. No arco “Batman: O Homem que Ri,” (Título retirado do filme que inspirou a criação do personagem) é revelado que o Coringa é tão cruel que não se importa em olhar para suas vítimas enquanto as mata. Um elemento chave do personagem escondido em suas origens.
Não sei de quem foi a ideia de incluir esse fato no filme, mas a execução é mérito de Ledger.

7. Ser diferente de Jack Nicholson
Jack Nicholson é considerado por muitos, como o maior intérprete do Coringa, no cinema. Mas a performance de Ledger conseguiu ser tão magistral quanto a do palhaço de Tim Burton.

É até estranho tentar comparar as duas interpretações, já que o contexto e o tom dos filmes são completamente diferentes, mas ainda há quem tente avaliar qual performance é melhor. As diferenças entre os vilões é notável, mas não é tudo uma feliz coincidência. Enquanto estudava para a criação do personagem, Ledger chegou a conversar com Nicholson e decidiu que faria TUDO diferente da encarnação anterior, até mesmo para evitar comparações.

6. Dirigir os vídeos de terrorismo do Coringa
A unidade de direção secundária serve para dirigir as sequências de ação e cenas de passagem que não envolvem o elenco principal, quando as estrelas estão em ação, entra o time da direção principal. Christopher Nolan é famoso por não trabalhar dessa maneira, já que gosta de supervisionar cada detalhe de sua produção, mas certa vez o diretor abriu mão do direito de comandar para uma pessoa… adivinha quem?

Heath Ledger nunca escondeu seu desejo de ser diretor, o ator até mesmo dirigiu alguns clipes musicais. Mas Nolan permitiu que Ledger tomasse o controle de algumas cenas, pois o ator estava obcecado com seu personagem.
Christopher Nolan deu algumas dicas e ajudou no enquadramento do primeiro vídeo terrorista do Coringa (aquele com o falso Batman), mas ficou tão impressionado com o desempenho de Ledger que deu carta branca ao ator para que dirigisse suas cenas do modo que achasse conveniente.

5. Há maquiagem em suas mãos para deixá-lo com um ar mais insano
Logo começarão as festas de Halloween e uma das roupas mais imitadas, seja em festas ou eventos como convenções de cosplay, é o traje do Coringa. É fácil aplicar uma maquiagem no rosto e colocar um casaco roxo, mas são os detalhes que contribuem para a perfeição da obra.
Dessa vez o mérito é de Nolan, o diretor preferiu deixar a maquiagem de Ledger um pouco menos “profissional,” e falhada, diferente da maquiagem de Cesar Romero, que mais parece um reboco. O detalhe da maquiagem nas mãos servem para ajudar a construir o perfil psicótico do personagem, dando a ideia de que ele mesmo passaria os produtos no rosto em movimentos bagunçados e perturbadores. Conseguem sentir a tensão de imaginar um louco se preparando para fazer sua entrada triunfal em mais uma carnificina?

4. As palmas improvisadas
Certamente você já deva conhecer esse fato, mesmo assim ele deve ser mencionado. As icônicas e sarcásticas palmas do Coringa para o anúncio da promoção de Jim Gordon não estavam no roteiro. Isso mais uma vez mostra o quanto Ledger entrou de cabeça no personagem. O ator percebeu que o momento seria adequado para introduzir um alívio cômico à cena e pegou a equipe de produção de surpresa.

3. A língua de fora era um tique de Heath Ledger
Ao analisar os perfis de Heath Ledger e seu personagem podemos perceber que os dois não tinham nada em comum. O ator mudava seu sotaque, comportamento e, obviamente, a aparência para encarnar o Coringa. As personalidades eram tão distintas que é até mesmo difícil perceber que são a mesma pessoa.
Há apenas uma coisa que realmente está presente nos dois, mas chega a ser tão sutil que talvez você nem tenha percebido antes. Ambos tem a tendência de deixar a língua de fora da boca enquanto estão falando. O hábito que Ledger carregava desde sua infância poderiam prejudicar sua atuação, mas contribuíram de modo a dar uma característica mais humana e realista ao Coringa.

2. A explosão foi planejada, a reação não!
Assim como o nome no crachá, os fãs foram rápidos ao assumir que a cena da explosão do hospital foi inesperada. Ledo engano, caro amigos especuladores. O atraso entre as explosões estava no roteiro, a reação de Ledger foi a cereja no bolo. O ator deveria continuar caminhando e entrar no ônibus, quando o veículo estivesse em movimento a explosão continuaria e destruiria a construção por completo. Mais uma vez podemos perceber como Ledger entendia o personagem e suas reações durante a cena acabaram deixando o resultado final hilário.

1. Ele pediu a Christian Bale para espancá-lo de verdade
A cena do interrogatório realmente marcou o ponto de distinção entre O Cavaleiro das Trevas e outros filmes menos ousados. É uma sequência perturbadora que mostra até onde o Coringa é capaz de ir e, aparentemente, Heath Ledger também.
Antes das gravações, Ledger pediu a Christan Bale que o batesse tão forte como o verdadeiro Batman faria. Um pedido surpreendente para retrucar de vez as críticas de fãs que diziam que os golpes do Cavaleiro das Trevas eram falsos e coreografados.
Este é um dos mais puros exemplos do quando Ledger se dedicou à autenticidade do personagem, mostrando devoção e métodos que a maioria dos atores hesitariam alcançar.

Fonte: WhatCulture

Quarteto Fantástico

O Quarteto Fantástico é uma equipe de super-heróis de histórias em quadrinhos criados durante a década de 1960 por Stan Lee e Jack Kirby.
Segundo a lenda, em 1961, o editor-chefe da Timely Comics (a editora precursora da Marvel), Martin Goodman, estava a jogar uma partida de golfe com o editor rival Jack Liebowitz da DC Comics. Liebowitz contou a Goodman sobre o sucesso que a DC estava a ter recentemente com a Liga da Justiça, um nova série que apresentava uma equipe formada por vários personagens de sucesso da editora.

Baseado nesta conversa, Goodman decidiu que sua companhia deveria começar a publicar a sua própria série sobre uma super-equipe. Lee, que estava prestes a deixar a indústria assim que seu contrato acabasse, associou-se ao desenhista Jack Kirby para produzir uma revista inovadora protagonizada por uma família de super-heróis, Reed Richards (Senhor Fantástico), Sue Storm (Garota Invisível), Ben Grimm (Coisa), e Johnny Storm (Tocha Humana) que eram imperfeitos e consequentemente mais humanos do que qualquer herói publicado à época, dessa forma, tornando-se o standard para a editora ao longo dos anos.

Após a partida de Kirby no início dos anos 1970, a série continuou, no entanto, com resultados menos positivos até que na década de 1980, John Byrne assumiu a série, que voltou a tornar-se popular. Entre as suas contribuições está a modernização da personagem Garota Invisível que passou a se chamar Mulher Invisível, tornando-se um personagem mais auto-confiante redescobrindo toda a potencialidade dos seus poderes tornando-se assim o membro mais poderoso do grupo.

Byrne também levou os personagens por percursos ousados nas suas vidas pessoais, tendo casado Sue Storm e Reed Richards, fazendo com que Sue sofra um aborto espontâneo. Faz também com que o Coisa saia do Quarteto Fantástico e seja substituído provisoriamente pela Mulher-Hulk.

Os super-poderes do Quarteto Fantástico foram obtidos quando um foguete espacial experimental projetado por Reed Richards atravessou uma tempestade de raios cósmicos durante seu voo experimental. Depois da aterrissagem forçada de regresso à Terra, os quatro tripulantes da nave descobriram que se tinham transformado e possuíam novas e bizarras habilidades.

Reed podia esticar seu corpo e assumir qualquer formato. A sua noiva, Susan Storm, ganhou a habilidade de se tornar invisível, vindo posteriormente a desenvolver as habilidades de projetar campos da força e de e de tornar objetos visíveis em invisíveis. O seu irmão mais novo, Johnny Storm, adquiriu o poder de controlar o fogo e, devido à alteração de temperatura do ar à sua volta, poder voar. Por último, o piloto Ben Grimm foi transformado em um monstro rochoso, dotado de força incrível e cuja carne é quase invulnerável. No entanto, Reed culpa-se constantemente desse fato devido à impossibilidade de o Coisa assumir a forma humana e se sentir traumatizado com isso. O Coisa tornou-se uma espécie de figura paternal no meio do grupo, apresentando sempre como contraponto um humor cáustico muito próprio. Ao longo dos tempos transformou-se no personagem mais amado, por ser direto e não ter meias palavras, dizendo diretamente o que pensa.

Os quatro personagens foram moldados inspirados nos clássicos quatro elementos gregos: Terra (Coisa), fogo (Tocha Humana), vento (Mulher Invisível) e água (a “fluidez” do Senhor Fantástico). Estes mesmos quatro elementos inspiraram também uma criação anterior de Jack Kirby, os Desafiadores do Desconhecido.

A equipe de aventureiros, passou a proteger a humanidade, a Terra e o Universo de inúmeras ameaças. Incentivados principalmente pela curiosidade científica de Reed, a equipe explorou o espaço, a zona negativa, o Microverso, outras dimensões e quase cada vale escondido, nação ou civilização perdida do planeta. O Quarteto faz a ponte entre personagens mais “cósmicos” da Marvel, tais como o Surfista Prateado ou o Vigia e os mais “terrestres”, Homem-Aranha e X-Men.

O Quarteto Fantástico já ocupou vários quartéis-generais, o mais notável foi o Edifício Baxter em Nova York. O edifício Baxter foi substituído pelo Four Freedoms Plaza, construído no mesmo local, após a destruição do Edifício Baxter infligida por Kristoff Vernard, filho adoptivo do Doutor Destino, o arqui-inimigo do grupo, tendo o grupo ocupado provisoriamente a Mansão dos Vingadores antes de o Four Freedoms Plaza estar terminado. Também houve o Pier 4, um armazém no litoral de Nova York que serviu de sede provisória após o Four Freedoms Plaza ter sido destruído, devido às ações de outra equipe de super-heróis, os Thunderbolts. Mais recentemente, utilizam um satélite orbital como base.

A revista enfatiza o fato de que o Quarteto, ao contrário da maioria das super-equipes, serem literalmente uma família. Três dos quatro membros são oficialmente parentes, sendo a exceção o Coisa que é um amigo chegado da família. Além deles, os filhos de Reed e Sue Richards, Franklin e Valeria, aparecem regularmente na série.

Ao contrário da maioria dos super-heróis, as identidades do Quarteto Fantástico não são secretas. A parte negativa disso é a vulnerabilidade que o fato confere aos amigos e família. A parte positiva é a simpatia que o Quarteto tem junto a população humana, que admira suas proezas científicas e heróicas.

Sendo uma das principais equipes do Universo Marvel, o Quarteto já teve importante participação em diversas sagas, dentre as quais se destacam a Saga Massacre. Neste conjunto de histórias, o vilão Massacre, formado pelas frustrações de Xavier e as piores aspirações de Magneto, sequestra Franklin Richards, tencionando usar os seus poderes de manipulação da realidade para dominar o mundo. Ele só é impedido graças a ação conjunta do Quarteto e dos Vingadores, que aparentemente se sacrificam, dando início à fase Heróis Renascem.

O rival clássico do Quarteto é o Doutor Destino (Victor Von Doom). Ele é o rei de um país fictício chamado Latvéria e já foi amigo de Reed Richards durante a faculdade. Namor, o príncipe submarino e herói da antiga Marvel nos anos 1940 e 1950, foi relançado como um vilão vingativo, que declara guerra aos humanos da superfície ao responsabilizá-los pela destruição da cidade submarina de Atlantis.

Existem outros inimigos relevantes, vários deles provenientes de realidades ou linhas temporais alternativas. Nessa categoria temos o vilão Kang, o Conquistador que, quando viajou ao passado e utilizou o nome Rama-Tut, influenciou a história do mutante Apocalipse. Também um Reed Richards de um universo paralelo, que se achava culpado pela destruição da sua versão da Terra. Esse Reed dedicou-se a evitar que isso tornasse a acontecer, viajando para outras realidades, matando a sua versão local. Os inimigos alienígenas incluem, entre outros, o Super-Skrull, Terrax, Blastaar e o todo-poderoso Galactus(Devorador de mundos).

Clique e veja os colecionáveis de 4 Fantásticos `a venda na loja !

Aquaman

Aquaman é um super-herói dos quadrinhos que aparece na DC COMICS.
Criado por Paul Norris e Mort Weisenger, o personagem estreou na More Fun Comics #73 (novembro de 1941). Inicialmente um recurso de backup em títulos da antologia da DC, Aquaman depois estrelou em vários volumes de título individual. Durante o final dos anos 1950 e 1960, período do renascimento dos super-heróis conhecida como a Era de Prata dos Quadrinhos, ele era um membro fundador da Liga da Justiça da América. Na década de 1990, a Era Moderna dos Quadrinhos, o personagem Aquaman tornou-se mais sério do que na maioria das interpretações anteriores, com enredos que descreve o peso de seu papel como o rei de Atlantis.

Enquanto aguarda transporte para Miami – Flórida, um jovem chamado Arthur Joseph Curry é arrastado para o mar quando uma tempestade rompe o reservatório em que ele está. Este Arthur Curry, cuja origem é muito semelhante à de Aquaman da Era de Ouro, bem como a de Netuno Perkins, é o filho do biólogo marinho Dr. Phillip Curry.
A mãe de Arthur, Elaine, morreu no parto e Dr. Curry foi obrigado a usar um soro mutagênico em seu filho quando ele nasceu, três meses prematuro. Arthur viveu sua vida inteira no reservatório principal de instalação da pesquisa de seu pai em Avalon Cay, a sua única janela para o mundo exterior era a televisão.

Logo após sua chegada ao mar, Arthur é mentalmente contatado pelo misterioso “Morador das Profundezas”, um humanóide deformado com tentáculos em vez de cabelos e uma mão esquerda feita de água.
O Morador lhe pede para ajudar o Rei Tubarão, que ainda carrega as cicatrizes de uma batalha anterior com Aquaman durante a recente Crise. O Morador, confundindo Arthur com Aquaman e chamando-o de seu “comando”, diz a Arthur e ao Rei Tubarão sobre uma profecia em relação ao futuro de Arthur, uma profecia que parece ser uma versão distorcida da história do Aquaman original. O Morador revela que o Aquaman original foi “transformado em um semelhante a um grande e terrível inimigo de seu povo e tornou-se um poço de estranhos, antigos e terríveis poderes“.

A primeira viagem de Arthur o leva a conhecer muitos dos personagens coadjuvantes de Aquaman, incluindo Mera, os Demônios do Mar, Vulko e, eventualmente, Mestre do Oceano. Durante esta aventura, o Morador progressivamente percebe que ele próprio é o Aquaman original, apesar de não ter memória de sua antiga vida.

Mais tarde, Arthur encontra uma lula humanóide chamada Topo, um jovem ingênuo atraído por super-heróis e tentando se tornar um ajudante, e Tempest, agora amnésico, incapaz de respirar na água e implantado com um aviso de sugestão pós-hipnótica de uma batalha que se aproxima. A batalha ocorre logo, e o Morador/Orin é aparentemente morto. A Liga da Justiça é chamada para avaliar a situação de Orin, mas são incapazes de determinar se ele está realmente morto, ou se ele pode de alguma forma ressuscitar devido à sua nova natureza mágica.

Na Espada de Atlântida #57, edição final da série, Aquaman é visitado pela Dama do Lago, que explica suas origens. O Aquaman original tinha dado uma amostra de sua mão de água para o Dr. Curry, a fim de ressuscitar o filho morto de Curry, Arthur, a quem ele tinha dado o nome de Orin, Arthur. Quando Orin tentou ressuscitar Sub Diego, uma parte de sua alma se uniu ao corpo de Arthur Joseph Curry, enquanto Orin transformou-se no Morador. Responsabilizando-se pela morte de Orin, Aquaman vota para nunca mais ser chamado de “Arthur” de novo, abstendo-se de usar o nome “roubado”, pedindo apenas para ser chamado de Joseph no futuro.

Joseph é considerado candidato para os novos Renegados de Batman. Depois de vê-lo em ação com Metamorfo, Batman decide contra a sua indução.

Na sua missão de livrar a Terra de todas as formas de kryptonita, Superman e Batman viajam para as profundezas do mar e encontram uma grande quantidade da mesma. Os dois são recebidos com hostilidade por Aquaman e Rei Tubarão. Segue-se uma breve luta, mas Joseph acabou lhes permitindo tirar as pedras. Antes de fazer isso, ele ressalta que nem todo mundo pode querer que Superman encontre todas kryptonitas da Terra, e que ele teria que ser pelo menos uma parte humana para saber disso.

Joseph Curry continuará a ser o rei substituto da Atlântida até após o evento da Crise Final. Foi revelado que Joseph renunciou seu cargo por ser incapaz de lidar com a pressão de carregar o legado de Orin. Tempest descobriu mais tarde que o tridente e a roupa de Joseph estavam estendidos sobre o trono de Orin, confirmando que ele

Confira na loja os colecionáveis de Aquaman

Lanterna Verde

Diversos indivíduos já assumiram o nome de Lanterna Verde ao longo do tempo. Cada um possuiu um anel que lhes dava grande controle sobre o mundo físico. O anel foi considerado a arma mais poderosa da galáxia, criando objetos plasmados complexos de acordo com a mente de seu portador, limitado apenas por duas coisas: a força de vontade do lanterna verde e a cor amarela, onde o anel não surte efeito algum (problema causado por uma impureza na fonte original que gerou os anéis). O anel dos Lanternas Verdes deve ser recarregado de acordo com o período de rotação do planeta natal de seu portador (na Terra, a cada 24 Horas). A bateria do anel se assemelhava em seu formato à antiga lanterna utilizada por exemplo pelos ferroviários para sinalizar alguma coisa ocorrida nos trilhos aos maquinistas de trens.

Os anéis dos Lanternas Verdes foram confeccionados pelos Guardiões do Universo, seres extremamente antigos e poderosos, que têm a missão de zelar pela manutenção da paz intergaláctica. O poder do anel provém da materia energética do planeta OA, lar dos guardiões, que fica no centro do universo, alimentando a energia vital de todos os seres do universo.

Mais tarde, foi dito que os anéis dos Lanternas Verdes não são mais vulneráveis a cor amarela. Apenas os anéis dos recrutas agora tinham esta limitação.

Para melhor monitorar o Universo, os Guardiões dividiram-no em 3600 setores espaciais, sendo que o setor que abriga o planeta Terra é o de n° 2814. A princípio, foi designado 1 membro por setor, mas após a reconstrução da Tropa nos anos 2000, os Lanternas passaram a agir em duplas, aumentando o efetivo da Tropa para 7200 oficiais.

O Lanterna Verde da Era Dourada (Alan Scott), como também é conhecido, não faz parte da Tropa dos Lanternas Verdes, pois seu anel não foi forjado pelos Guardiões, mas moldado a partir da bateria encontrada por ele mesmo, por sua vez originada de um meteoro proveniente do Coração Estelar.

Nos últimos vinte anos, a DC colocou diferentes indivíduos no papel de Lanterna Verde: (Guy Gardner, John Stewart e Kyle Rayner), sendo que todos esses heróis foram membros da Liga da Justiça em várias de suas encarnações. Mas em 2005, depois de um período como o vilão Parallax e de se tornar o novo Espectro, Jordan voltou a ser o Lanterna Verde. Kyle Rayner passou um bom tempo como o único Lanterna Verde da Terra e do espaço. Enquanto existia, a Liga da Justiça teve em John Stewart o seu Lanterna Verde oficial. O cargo fora oferecido a ele por Kyle Rayner, quando decidiu abandonar a Terra por decepção.

Primeiramente, Hal Jordan foi chamado para ser Lanterna Verde pelo ex-dono do anel chamado Abin Sur. Guy Gardner foi recrutado para ser o seu substituto (todo Lanterna Verde necessita de um substituto caso o titular venha a morrer). Porém, Guy Gardner se feriu em um acidente e ficou hospitalizado, impossibilitando de ajudar Hal quando ele precisava (durante a época que o Arqueiro Verde o estava acompanhando em suas viagens). Assim a Tropa dos Lanternas precisou de recrutar um outro substituto para Hal e o escolhido foi John Stewart (que no início, não levou a sério). Algum tempo depois, quando Coast City foi destruída pelo Superman Ciborgue, Hal se revoltou contra a Tropa dos Lanternas e saiu universo afora matando TODOS os seus companheiros. Nessa época ele adotou o nome de Parallax, como visto na minissérie Crepúsculo Esmeralda (primeira versão pela Abril Jovem e recém lançada como encadernado pela Panini Comics). O último dos Guardiões do Universo (Ganteth) recruta o jovem Kyle Rayner para ser o novo Lanterna Verde e recuperar a Tropa dos Lanternas (com visto na minissérie Novo Amanhecer).

Guerra dos Anéis

A entidade Parallax é um parasita espacial que é a personificação do medo e que foi aprisionado dentro da Bateria Central de Oa. Com o passar do tempo, Parallax ficou conhecido como a impureza amarela – a causa da fraqueza dos Lanternas Verdes.

Após Sinestro se tornar renegado, ele foi banido para o universo de antimatéria de Qward pelos Guardiões de Oa. Quando voltou à nossa dimensão, ele manuseava um anel energético que usava energia amarela. Depois de muitos confrontos com o Lanterna Verde Hal Jordan, ele também foi aprisionado dentro da Bateria Central. Lá, ele foi capaz de usar seu anel – que utiliza o medo, ao invés da força de vontade, como fonte de poder – para despertar Parallax de sua hibernação. A partir de então, o parasita e Sinestro puderam influenciar as atitudes de Hal Jordan e provocar a derrocada da Tropa dos Lanternas Verdes, deixando apenas um Lanterna, o novato Kyle Rayner.

Depois que a Tropa dos Lanternas Verdes foi reorganizada com o retorno de Hal Jordan, Sinestro recrutou a Tropa Sinestro ou Tropa dos Lanternas Amarelos, oferecendo anéis energéticos dessa cor para seres capazes de instilar grande medo. Após serem convocados, os membros da Tropa são imediatamente enviados para Qward para se submeterem a recondicionamento físico e psicológico. Os membros da Tropa Sinestro atuam em setores, assim como os Lanternas Verdes. Qward também possui uma enorme Bateria Central amarela em sua superfície, como a que se localiza em Oa.

Embora a Tropa Sinestro use o medo e se oponha à Tropa dos Lanternas Verdes e aos Guardiões do Universo, Sinestro determinou que seu objetivo é trazer a ordem ao universo, o que ele afirma que os Guardiões falharam em fazer. Dentre os membros da Tropa Sinestro, Arkillo, um alienígena extremamente selvagem, escravizou todos os armeiros de Qward, forçando-os a forjar novos anéis amarelos continuamente. Esses anéis são programados para romper a barreira entre os universos de matéria e antimatéria para encontrar e recrutar novos portadores para eles. Arkillo também desempenha o papel de treinador de todos os recrutas, de forma semelhante a Kilowog.

Outros integrantes da Tropa Sinestro são: Karu-Sil, criada por animais; Despótellis, um vírus consciente capaz de atacar seus inimigos por dentro; e Bedovian, o atirador, que pode atingir um alvo a três setores de distância. Durante a fase de recrutamento, a Tropa Sinestro tentou levar Batman para seu lado, conhecido até por algumas raças alienígenas por sua formidável habilidade de instilar o medo em outros. Entretanto, a força de vontade do Homem-Morcego, combinada a uma breve exposição prévia dele a um anel energético, lhe permitiu rechaçar o anel amarelo antes que fosse subjugado e levado para ser treinado e moldado como um dos soldados de Sinestro. O anel, então, procurou um substituto e selecionou Amon Sur, o filho de Abin Sur, que estava na Terra tentando matar Hal Jordan para roubar seu anel energético.

Lanterna Verde em várias versões para colecionar!
Clique aqui para entrar na loja e comprar !

Pelúcia Green Lanterna - Funko

Linha Pop em vinil

Estátua Kotobukiya escala 1:10

Demolidor

Demolidor (em inglês, Daredevil, que significa “demônio desafiador”, ou “ousado”) é um personagem de HQ da Marvel Comics, criado por Stan Lee e Bill Everett. Sua primeira aparição se deu já em sua própria revista, em 1964. No Brasil, suas histórias foram publicadas pela primeira vez pela editora Ebal, em 1968. Hoje, o personagem tem revista própria pela editora Panini Comics. Na editora G.E.A., nos anos 70, o personagem recebeu o nome de Defensor Destemido, tradução que, embora extensa, é mais fiel ao original .

Demolidor é o segundo herói cego dos quadrinhos,o primeiro é o Doutor Meia-Noite. Nos Anos 40, Jack Binder e Jack Cole já haviam usado o nome Daredevil em personagem que usava uma vestimenta azul e vermelha e possuía um bumerangue como arma.

A vida do Demolidor é uma mistura de alegria e tragédia. A história de Matt Murdock começa com seu pai. Jack Murdock criou seu filho sozinho, querendo que Matt fosse bem mais sucedido profissionalmente. Ele sempre incentivava Matt a estudar ao invés de praticar esportes com outras crianças. As crianças do bairro Cozinha do Inferno apelidaram o “covarde” Matt de Demolidor. Matt foi descarregando suas frustrações secretamente na academia de seu pai.
Um dia, um idoso cego estava atravessando a rua, e se não fosse por Matt, teria sido atropelado por um caminhão. O caminhão acaba batendo e um tubo radioativo acaba se quebrando e indo no rosto de Matt, cegando-o por toda sua vida. Enquanto se recuperava no hospital, Matt descobriu que seus quatro sentidos foram ampliados a níveis sobre-humanos. Ele também desenvolveu uma espécie de radar sensorial fazia com que ele “enxergasse” mentalmente.
Anos depois, Matt foi treinado por um ninja onde aprendeu a controlar suas habilidades e a aprender artes marciais.
Matt continuou a estudar e entrou na Universidade de Direito de Columbia. Lá ele conheceu seu primeiro amor, Elektra Natchios. Quando o pai dela é assassinado acidentalmente por um policial, Elektra se isola do mundo e de Matt.
Enquanto isso, Jack continuava sua carreira como boxeador. Ele relutantemente aceitou a participar de uma luta feita por conhecido apenas como “O Consertador”. Para ganhar uma grande quantia em dinheiro, Jack teria que perder a luta. No entanto ele se recusa a perder e vence a luta. Mais tarde naquela noite, Jack é morto por Consertador e seus homens.

O agora órfão Matt, consegue um diploma e abre uma escritório de advocacia ao lado de seu amigo e colega de faculdade Franklin Foggy Nelson. Karen Page é contratada como secretária e logo de cara se sente atraída por Matt.
Nisso tudo, Matt começa sua busca por vingança. Fazendo para si um uniforme amarelo e preto avermelhado, ele passa a perseguir o Consertador e seus capangas. Ao ficar frente a frente com Matt, assassino de seu pai morre de um ataque cardíaco. Apesar da morte de seu pai ter sido vingada. Matt adulto, tem vida dupla: durante o dia, é um simples advogado e à noite, vigia as ruas de Hell’s Kitchen, bairro da Cidade de Nova York. É avesso a participar de grupos de heróis, mas presta assessoria jurídica a muitos deles (como o Quarteto Fantástico). Tornou-se amigo do Homem-Aranha e foi um dos poucos a conhecer sua identidade (também acabou por revelar a sua à Peter Parker). Recusou convites para participar dos Vingadores, assim como o Homem-Aranha.

No início dos anos 80, um jovem desenhista e escritor chamado Frank Miller deu nova vida às histórias do herói. Com histórias de estilo cinematográfico e bem-amarradas, fortemente ambientadas no submundo, na cidade de Nova York, Miller transformou o Demolidor de um personagem prestes a ter sua revista cancelada em uma referência dos quadrinhos. Foi o primeiro personagem dos quadrinhos de grande tiragem a ser transformado em um personagem voltado para um público mais adulto. Nessas estórias, Murdock e seu alter-ego convivem com prostitutas, assassinos de aluguel, mafiosos, psicopatas, mendigos etc. Frank Miller mergulhou o Demolidor num universo realista e assustador. Mais tarde, ele viria a repetir essa formula em Batman – Cavaleiro das Trevas.

Miller criou, matou (pela ação do Mercenário) e ressuscitou Elektra, em histórias que até hoje são lembradas com carinho pelos fãs.

Dois anos depois de deixar o título, ele voltou para mais uma vez virar de cabeça para baixo o mundo de Murdock, com a saga “A Queda de Murdock”. Nessa série, uma ex-namorada viciada em drogas (Karen Page) vende a identidade do Demolidor a um traficante, que a revende ao Rei do Crime. A partir daí, a vida de Murdock é destruída, ele mergulha de cabeça no submundo da Hell’s Kitchen e ele precisa reencontrar suas próprias forças para se reerguer. Recebe ajuda de uma freira que o roteiro sugere ser sua mãe. Na parte final, ele acaba enfrentando um psicopata que sugere-se ser um tipo de refugo do projeto do Super-Soldado, que criou o Capitão América. Desta forma, acaba-se por revelar-se que o Capitão talvez não fosse o unico sobrevivente daquele projeto.

Space Ghost

Space Ghost estreou na televisão em 1966 na CBS, dividindo um espaço com o intragável Dino Boy. O design do personagem ficou por conta do quadrinista Alex Toth (o desenhista da capa do último número de Batman Preto e Branco). Mas quem diabos era, afinal de contas, Space Ghost? Bem, ele era herói intergaláctico, que parecia ser uma espécie de policial espacial. Ele era poderoso, gentil, e tinha aquela voz de super-herói metido a besta, tipo o Johhny Bravo. O queixo ao estilo Batman: The Animated Series não deixava dúvida. E lá ia Space Ghost cruzando o espaço em seu Cruzador Fantasma. Ninguém sabe direito qual seria a origem do defensor do Universo, muitos acham que ele seria um cientista genial que criou o uniforme e as pulseiras energéticas. Outros, dizem que ele seria membro de um polícia galáctica que tem vários agentes ao redor do Universo.

Graças a sua aparência humanóide, presume-se que ele seria um terráqueo. Só que todos sabemos que ele não morava na Terra, porque ele vivia no clássico Planeta Fantasma (Ghost Planet), um pedaço de nada localizado em algum lugar próximo da Terra. Nas luxuosas dependências de seus quartel-general, Space Ghost contava com alojamentos, sala de comunicação, toda uma penca de computadores super avançados, sala de radar e até um hangar (também conhecido como garagem de avião) para deixar o Cruzador Fantasma, além de uma redoma de força impenetrável que não deixava ninguém se aproximar de lá.

Mas não era só: ele tinha poderes especiais. Seu uniforme lhe dava poder de voo (ele podia voar mais rápido que o Cruzador Fantasma), e ele também podia contar com o indefectível botão de invisibilidade no cinto, que por sinal também criava um campo de força impenetrável ao redor dele. Além do comunicador acionado no símbolo que parece prender a capa, o Space ainda levava a maior sorte, pois aquele uniforme de bailarino russo protegia-o das pressões espaciais e até debaixo d’água! Mas tem mais: o Space Ghost ainda tinha a capacidade de, se conseguisse se concentrar, teleportar-se, transformando todos os átomos de seu corpo em energia!! Só que as armas mais legais do Space eram, com certeza, as pulseiras energéticas, que, como o cinto do Batman, tinham mil e uma utilidades. Tinha raio laser, raio hipnótico, raio de calor, raio de frio, raio sonoro, raio de eletrochoque, raio de antimatéria, campo de força, e algumas vezes até podiam criar portais para viagem no tempo e no espaço!!! Haja, hein?

Mas seu principal meio de locomoção era mesmo o Cruzador Fantasma, a navezinha que podia atingir velocidades inimagináveis, e que ainda tinha mais uma quantidade imensa de armas malucas, que iam desde raios de calor a mísseis teleguiados, passando por um rádio que podia captar quase todas as frequências conhecidas do Universo. Teve pelo menos duas versões de Cruzador Fantasma: de formas mais arredondadas e de cor laranja e uma outra versão mais “quadradona”, de cores claras.

Mas Space não combatia a escória do universo? Sozinho não! Ele tinha um companheiro ajudando ele sempre. O primeiro deles era o menino Jace, um jovem de aproximadamente 15, 16 anos, que parecia ser um espécie de Robin para o Space. Jace tinha uma irmã gêmea, Jan, uma menina bonitinha e tão inexperiente quanto ele. Completava a equipe o macaquinho-mala Blip, que sempre entrava numas de colocar Space e Cia. em problemas. O jeito que ele falava era sensacional, aliás, como todas as onomatopéias que a Hanna-Barbera fazia em seus desenhos clássicos. Os três tinham um cinto de invisibilidade, uma aparelho de comunicação para pedirem socorro ao clone do Overman, e um pequeno jatinho nas costas para poderem voar fora do Cruzador Fantasma. Ah, é claro! Jan e Jace também contavam com uma vespa cósmica, uma motocicletinha voadora para voar ao lado do Crusador, se eles assim quisessem.
Como todo bom herói, Space Ghost tinha uma galeria de vilões. O principal deles era o louva-deus gigante e verde conhecido também por Zorak, líder de uma raça dominadora que já tentou, inclusive, tomar o planeta Quazar, dos Herculóides. Outro inimigo famoso era o cruel pirata espacial Brak. E tinha ainda o mestre da lava vulcânica, o poderoso Moltar.

Space Ghost ainda tentou voltar a ativa nas telas de tevê como combatente do crime ao redor do Universo, com uma série de novos episódios produzidos para que ele dividisse um espacinho com os Herculóides. Mas logo acabou, e o dito cujo acabou caindo no inevitável limbo dos heróis. Até que o canal de desenhos Cartoon Network resolveu dar uma chance ao nosso velho mascarado, oferecendo-lhe a oportunidade de apresentar um talk-show. E como emprego não tá fácil nem no espaço sideral, ele aceitou de primeira. Para ajudá-lo, ele resolveu propor um trato ao seu velho inimigo, Zorak: se o louva-deus fosse o lider da banda de palco do programa de Space, todos os seus crimes seriam esquecidos e ele seria libertado da Prisão Ômega. O verdinho nem pensou duas vezes, e aceitou.
Já o pirata espacial Brak, cujo forte nunca foi a inteligência mesmo, levou seus profundos ditados populares para dividir com Space Ghost o programa Cartoon Planet, outro que veio do sucesso de Space Ghost de Costa a Costa. O último membro da equipe é Moltar, que é o produtor do talk show, controlando tudo da ilha de edição

Na loja você pode comprar o action figure do Space Ghost . Clique aqui.

Duende Verde: Vilão e Maior Inimigo do Homem-Aranha

O Duende Verde, alter ego psicótico de Norman Osborn, é um dos principais inimigos do Homem-Aranha (para muitos o maior) e por consequência um dos principais vilões do universo Marvel.

O Duende Verde original é a manifestação da insanidade gerada pela indução de substâncias químicas (soro mutágênico) no cientista Norman Osborn, dono da Oscorp.

Nenhum vilão fez tanto quanto o alter-ego de Norman Osborn para arruinar o Escalador de Paredes. Ele descobriu a identidade do Homem-Aranha e apesar de não se lembrar sempre dela em função de suas periódicas voltas à sanidade, ao novamente sucumbir à loucura ele sempre usava a estratégia de atacar Peter Parker aterrorizando seus amigos e amores.

Fala-se Duende Verde original, pois existiram vários outros que sucederam o Norman, surgidos depois que ele foi dado como morto. Só retornaria muito tempo depois. A maioria das pessoas que usou esse nome entrou em contato com um soro mutagênico em algum momento de suas vidas. O soro concede força, agilidade e resistência (o suficiente para resistir a disparos de armas de médio calibre), mas acaba perturbando a mente do infectado em maior ou menor grau.
Amando ter riqueza e poder, ele decide ter o total controle da Oscorp, e ele consegue isso quando Mendel é preso por práticas ilegais. Enquanto lia algumas anotações de Mendel, ele encontrou uma fórmula secreta que o faria superpoderoso. No entanto, seu filho Harry, cansado de ser ignorado e rejeitado por seu pai, trocou os compostos da fórmula, o que a tornou verde e acabou explodindo no rosto de Norman.

Mais tarde no hospital, Norman se encontra pensando mais claramente que antes, sem saber que isso eventualmente o tornaria insano. Objetivando ter mais poder, ele planeja se tornar o maior chefão do crime de Nova York, unindo todos os grupos criminosos para que assim ele pudesse ter total controle sobre a criminalidade de Nova York. Para provar seu poder e estabilizar sua reputação, ele escolhe o Homem-Aranha como vítima e manda dois criminosos atrás dele. Eles são derrotados por Homem-Aranha e, Norman, decide fazer algo com suas próprias mãos. Lembrando-se de um gingante e mostruoso duende verde que aparecia em seus pesadelos quando criança, ele cria para si um traje com o visual baseado nesse monstro, e assim nasce o Duende Verde

A Ascensão do Duende Verde

Ele primeiro enfrenta Homem-Aranha com a ajuda dos Executores. Após a batalha, o Duende consegue escapar. Meses depois, os dois voltam a se enfrentar, mas quando Peter fica sabendo que sua tia, May Parker, foi parar no hospital, ele deixa a luta, o que faz com que a população de Nova York veja ele como covarde.
Com o tempo, Norman se torna obsessivo com o Homem-Aranha e finalmente começa a fazer de tudo para acabar com o seu oponente. Norman utiliza uma falsa gangue que ataca o Homem-Aranha com um gás que anula o sentido aranha, o que permite que Norman o siga sem ser detectado. Ele captura o Homem-Aranha e descobre sua identidade secreta e o leva até o seu esconderijo secreto, onde ele se revela como sendo Norman Osborn, o pai de Harry Osborn, o melhor amigo de Peter. Depois de revelar como ele se tornou o Duende Verde, ele deixa Peter ir para provar sua superioridade. Peter o derrota quando o joga contra fios de alta voltagem. Norman perde parte de sua memória e Homem-Aranha queima o traje do Duende Verde, esperando nunca mais vê-lo de novo.

A Morte de Gwen Stacy e do Duende Verde

Eventualmente, Norman recuperou a memória e, com isso o Duende Verde o domina novamente. O Duende Verde é derrotado por Homem-Aranha novamente e Norman volta ao normal ao saber que seu filho, Harry, está no hospital devido à uma overdose.

No entanto o Duende retorna para acabar o que começara, ele sequestra Gwen Stacy (namorada e noiva de Peter) e a leva para a Ponte George Washington. Lá ele e Peter se enfrentam de novo e Norman a joga da ponte. Homem-Aranha usa sua teia para salvá-la da morte, mas ele mesmo acaba causando a morte de Gwen. Pois, no momento em que ele usara a teia para salvá-la, ele consegue, mas por ter usado muita força para usar a teia para deter a queda de Gwen, isso acaba fazendo com que seu pescoço quebre, e assim ela morre. Magoado e com muita, mas muita raiva, ele persegue e os dois se enfrentam. Peter quase o mata mas decide não fazê-lo. Norman vê a oportunidade perfeita para matar Peter ao usar um controle remoto para direcionar o planador para Peter. No entanto, Peter escapa e o planador atinge Norman, matando-o.

No período de sua morte surgiram vários Duendes Verdes (inclusive seu filho, Harry) e também outras versões como o Duende Macabro e o Duende Demoníaco (na saga Inferno).

Na loja você pode comprar o action figure do Duende Verde . Clique aqui.

Cavaleiros do Zodíaco : Saga de Asgard

Hilda de Polaris é a representante do deus Odin (mitologia nórdica), na Terra, tendo como missão garantir a paz em Asgard. No entanto, após receber de Poseidon o Anel do Nibelungo, Hilda passa a seguir ordens do deus grego, declarando guerra a Atena.

São os combatentes do deus Odin. Representam as estrelas da constelação de Ursa Maior. Os Guerreiros Deuses são da terra nórdica de Asgard, onde são comandados por Hilda de Polaris. Apesar de se chamarem “Guerreiros deuses”, suas habilidades se equivalem as dos Cavaleiros de Ouro

Odin confiou a cada guerreiro deus a guarda de uma safira. Ao reunir todas as safiras, é possível despertar a poderosa Armadura de Odin.

São eles:
• Thor (Guerreiro Deus de Phecda, Estrela Gama da constelação de Ursa Maior). Antes de se tornar guerreiro deus, dividia sua comida com os pobres de Asgard. Têm como arma o martelo Mjöllnir (Miolnir), e trava uma luta intensa contra Seiya de Pégaso e assim como os demais guerreiros não acredita que Hilda pudesse estar enfeitiçada, então Seiya o derrota. Seu golpe principal é o Hércules Titânico. Em sua luta contra ele Seiya admite que Thor foi o homem mais forte que ele havia enfrentado desde então e fica impressionado com seu poder.
• Fenrir (Guerreiro Deus de Alioth, Estrela Épsilon da constelação de Ursa Maior). Fenrir quando criança perdeu seus pais, mortos por um gigantesco urso e foi abandonado pelas pessoas que ele acreditava serem amigas. Fenrir foi salvo por uma alcatéia de lobos e desde então passou a não confiar em humanos. Enfrenta Shiryu de Dragão e quase o mata com a ajuda dos seus amigos lobos, não acreditando no que o cavaleiro lhe dissera sobre Hilda e a amizade, porém no fim Shiryu vendo que não podia atacá-lo diretamente usou um Cólera do Dragão em uma cachoeira congelada para acabar com ele. Seu golpes são: a Garra do Lobo Assassino e o Golpe do Lobo Imortal.
• Hagen (Guerreiro Deus de Merak, Estrela Beta da constelação de Ursa Maior). Um dos guerreiros mais leais a Hilda, e também um dos mais poderosos juntamente com Siegfried. Têm uma relação especial com Freya, a irmã de Hilda o que fez a sua raiva contra Hyoga aumentar, pois ele acreditava que o Cavaleiro de Cisne estava manipulando ela. Desde a infância treinou em uma caverna vulcânica. Domina tanto o fogo quanto o gelo. Na luta com Hyoga de Cisne , acaba perdendo com muita dificuldade, não acreditando que Hilda estava enfeitiçada. Seu golpes são a Força Congelante e o Raio de Fogo.
• Mime (Guerreiro Deus de Benetnasch, Estrela Eta da constelação de Ursa Maior). Quando tinha onze anos, Mime matou seu pai de criação Folken, após descobrir que o mesmo havia matado seus verdadeiros pais. Depois disso, parou de demonstrar sentimentos, e lutando contra Ikki de Fênix, o guerreiro se lembra da verdade sobre seu pai e acaba se arrependendo dos seus pecados e confia seu sonho a Ikki antes de morrer. Usa uma lira para lutar. Seu golpe é o Réquiem de Cordas. Também possui um ataque de múltiplos raios à velocidade da luz semelhante ao de Saga de Gêmeos e Aiolia de Leão.
• Alberich (Guerreiro Deus de Megrez, Estrela Delta da constelação de Ursa Maior). Era o único dos guerreiros deuses que sabia que Hilda estava dominada pelo feitiço do anel do Nibelungo, tendo inclusive visto a cena. Tendo em vista tal situação, resolveu se aproveitar da luta entre os guerreiros deuses e os cavaleiros de bronze para conquistar o mundo. Aproveitando-se da sua inteligência e desonestidade acaba quase vencendo todos os cavaleiros de Atena mesmo não sendo muito poderoso, mas acaba sendo derrotado por Shiryu que aprendeu a lidar com seus golpes. Pretendia conseguir todas as safiras de Odin para conseguir a armadura de Odin e controlar o mundo no lugar de Hilda. Seus golpes são a Couraça de Ametista, a Espada de Fogo e a Unidade da Natureza.
• Shido (Guerreiro Deus de Mizar, Estrela Zeta da constelação de Ursa Maior). Um dos mais fortes guerreiros deuses, é o primeiro a enfrentar os cavaleiros de Atena, e o único a enfrentar um cavaleiro de ouro, Aldebaran de Touro, levando a vitória com a ajuda de seu irmão Bado de Alcor. Enfrentou Shun de Andrômeda e por pouco não o venceu graças ao poder da Tempestade Nebulosa de Shun. Seus golpes são o Impulso Azul e as Garras do Tigre Negro.
• Bado (Guerreiro Deus de Alcor, Estrela Zeta da constelação de Ursa Maior). Irmão gêmeo de Shido é mais poderoso que ele e foi o responsável pela derrota de Aldebaran de Touro na luta contra Shido. Desconhecido por todos os outros guerreiros e cavaleiros à exceção de seu irmão e Hilda, foi descoberto por Shaina de Ofiúco que o enfrentaria mais tarde. Quando pequeno foi abandonado por sua família, já que em Asgard acreditava-se que gêmeos davam má sorte. Sempre ataca junto com seu irmão, porém nunca aparece. Só apareceu quando seu irmão foi atacado fortemente por Shun, que tentava conseguir a safira de seu irmão, mas ao tentar matar Shun sorrateiramente foi interceptado por Shaina que travou uma rápida luta com ele, mas foi derrotada. Acabou levando um golpe mais forte de Ikki, que é pego de surpresa por Shido que confessa que sua família nunca o esqueceu e segurando Ikki manda Bado atacar, mesmo correndo risco de morte. Mas Bado, vendo que amava seu irmão não o atacou e Shido morreu. Em homenagem ao seu irmão levou o corpo dele para ser enterrado na cidade natal de seus pais. Seu golpe é a Garra do Tigre da Sombra.
• Siegfried (Guerreiro Deus de Dubhe, Estrela Alfa da constelação de Ursa Maior). O mais poderoso dos guerreiros deuses e o mais leal a Hilda junto com Hagen. Diz a lenda, que seu ancestral derrotou o dragão Fafnir e se banhou com seu sangue porém, uma folha o cobriu em ponto de suas costas, semelhante ao do Shiryu, de modo que, não se molhou ali. Por também ser um guerreiro com poderes baseados em dragões, tem um único ponto fraco, assim como Shiryu, mas mesmo assim sobreviveu após levar três golpes neste ponto, sendo um mais forte que o outro. Abateu facilmente os cavaleiros, mas quando finalmente ia ser derrotado por Seiya, Sorento de Sirene surge, conta a verdade sobre Hilda e o Anel e diz que Siegfried deveria se submeter a Poseidon. Siegfried, já ferido do combate com Seiya, não tem mais forças para combater Sorento e usa um ataque final suicida, tal qual o Último Dragão de Shiryu, sumindo no horizonte junto com Sorento (que durante a luta contra Poseidon, explica como sobrevivera ao ataque). Seu ataques são a Espada de Odin, um golpe em que ele suicida-se de forma semelhante ao Último Dragão de Shiryu e o Vendaval do Dragão.

A Constelação da Ursa Maior (Uma) é uma das mais facilmente identificáveis nos céus noturnos do hemisfério norte e as suas estrelas principais conferem a esta constelação uma imagem muito característica. Ela é a constelação mais importante das regiões nórdicas, tanto que por lá não é chamada de Ursa Maior, e sim chamada de “A Carruagem de Odin”. Segundo a mitologia nórdica, cada uma das estrelas que compõem a Ursa Maior são criaturas mitológicas escolhidos pelo deus Odin para formar parte desta constelação no céu. Esta constelação localiza-se muito próximo do pólo norte celeste. Percebe-se a proximidade da UMa relativamente à Estrela Polar (Polaris), estrela alfa, localizada na constelação da Ursa Menor e que coincide quase com o Pólo Norte Celeste. A região ocupada pelas sete estrelas é apenas uma pequena parte de toda a constelação. Na verdade a Ursa Maior ocupa uma área muito mais vasta (é na realidade a terceira maior constelação) fazendo fronteira com outras oito constelações.
Veja as estrelas que formam a constelação da Ursa Maior:
• Dubhe – (α) Alfa 1.8 – Significado: Do árabe Urso.
• Merak – (β) Beta 2.4 – Significado: Do árabe Espinha Dorsal.
• Phecda – (γ) Gama 2.4 – Significado: Do árabe Coxa do Urso.
• Megrez – (δ) Delta 3.3 – Significado: Do árabe Raiz da Cauda.
• Alioth – (ε) Epsilon 1.8 – Significado: Do árabe Espesso Rabo de Ovelha.
• Mizar – (ζ) Zeta 2.1 – Significado: Do árabe Cavalo.
• Alkor – (ζ) Zeta 4.3 – Significado: Do árabe Cavaleiro.
• Benetnasch – (η) Eta 1.9 – Significado: Do árabe As Filhas da Ursa.

Tomando por base essas oito principais estrelas que compõe a constelação da Ursa Maior, foram criados os Guerreiros Deuses de Asgard, que eram protegidos pelas estrelas pertencentes à já mencionada constelação. Os nomes próprios de cada estrela foram utilizados também como designação à Vestimenta Sagrada, chamada de Robe Divina, de cada um deles: Dubhe (Alfa), Merak (Beta), Phecda (Gama), Megrez (Delta), Alioth (Epsilon), Mizar (Zeta) e Benetnasch (Eta). A estrela Eta possui nomes ambíguos e ambos são corretos: Benetnasch ou Alkaid. No Anime só é aplicado a Mimeonome“Benetnasch”. Destas sete estrelas, Dubhe (Alfa) e Merak (Beta) apontam diretamente à estrela Polaris e por isso são denominadas “Guardas” (da Ursa Maior). Também merece particular destaque Mizar (Zeta). Esta é de fato a estrela mais famosa da Ursa Maior. Uma observação mais atenta, mesmo a olho nu, revela a presença de uma companheira de magnitude aparente 4.3. Trata-se de Alkor, uma estrela da seqüência principal. Alkor e Mizar estão separadas por apenas 12 minutos de arco. Contudo este sistema binário é apenas aparente. As duas estrelas estão apenas e tão somente alinhadas quase na mesma direção com Alkor cerca 3 a 4 anos luz mais distante do que Mizar. Diz-se que este par forma um binário óptico.



Confira na loja as actions figures de Cavaleiros do Zodíaco

Por onde anda o elenco de Todo Mundo Odeia o Chris?


A série “Todo Mundo Odeia o Chris” foi exibida originalmente nos Estados Unidos de 2005 a 2009, e aqui no Brasil foi ao ar pelo SBT e pela Record. Apesar de não existirem mais episódios inéditos, é impossível esquecer dos personagens mais marcantes da série!

Quer saber como estão hoje os atores de “Todo Mundo Odeia o Chris”? Confira!

Tyler James Williams

Quem interpretava? Ele era o protagonista Chris, o adolescente certinho e azarado da família Rock.

Por onde anda? O ator continua participando de séries de TV. Já fez participações em “The Cleaner”, “House”, “Go On” e no filme “Let It Shine” (2012), exibido no canal por assinatura Disney Channel. Tyler está atualmente com 20 anos.

Terry Crews

Quem interpretava? Julius Rock, o pai de família que tinha dois empregos e era extremamente controlado com dinheiro!

Por onde anda? O ator, hoje com 44 anos, que já era consagrado por seus papéis em filmes como “As Branquelas” (2004) e “Golpe Baixo” (2005), continuou fazendo sucesso no cinema depois do fim da série. Terry atuou em filmes como “Os Mercenários” 1 e 2 (2010 e 2012) e “Missão Madrinha de Casamento” (2011).

Tichina Arnold

Quem interpretava? Rochelle, a mãe brava e meio paranóica da família de Chris.

Por onde anda? A atriz, que completou 42 anos neste ano, continuou na televisão, interpretando papéis secundários em séries sem muito destaque, como “Par de Reis” (do Disney Channel) e “Happily Divorced” (do Comedy Central).

Tequan Richmond

Quem interpretava? Drew, o irmão mais novo, mais bonito e mais popular de Chris!

Por onde anda? Além de ator, hoje ele também é rapper! Entre seus trabalhos mais recentes, estão pequenas atuações em séries de TV, como “Private Practice” e “Weeds”, um personagem fixo em “General Hospital” e participação no filme “Blue Caprice”. Ele tem hoje 20 anos.

Imani Hakim

Quem interpretava? Tonya, a irmã caçula mimada e espertinha de Chris!

Por onde anda? Ela era a mais nova do elenco, mas já tinha atuado em produções como “CSI” e “Plantão Médico”. Do fim da série para cá, ela já teve participações em “Crepúsculo” (2008) e na série “Os Feiticeiros de Waverly Place”, e está com 19 anos.

Vincent Martella

Quem interpretava? Greg Wuliger, o garoto estranho e nerd que é o único amigo de Chris no colégio.

Por onde anda?Hoje ele também está com 20 anos e continua trabalhando como ator. Além de pequenas participações em séries como “Love Bites” e “O Mentalista”, Greg é mais conhecido por ser a voz de Phineas na versão original do desenho “Phineas e Ferb”!

Travis T. Flory

Quem interpretava? Joey Caruso, o garoto que fazia bullying com Chris na escola.

Por onde anda? Não tem feito muitos trabalhos desde o fim de “Todo Mundo Odeia o Chris”. Atualmente com 21 anos, fez só pequenas participações em séries como “Gary Unmarried” e “Melissa & Joey”.

Paige Hurd

Quem interpretava? Tasha Clarkson, a vizinha por quem Chris é apaixonado!

Por onde anda? A jovem atriz de 21 anos participou de vários episódios da série 17th Street e tem se dedicado a atuar mais em curta-metragens e filmes independentes.

Kevontay Jackson

Quem interpretava? Jerome, o amigo mais velho e malandro da vizinhança de Chris.

Por onde anda? O ator sempre levou a música como projeto paralelo. Ele também é conhecido como o rapper KJ. Atualmente com 31 anos, desde o fim de “Todo Mundo Odeia o Chris” Kevontay fez participações especiais em séries como “Mad Men” e “Southland”.

Chris Rock (o narrador)

Quem interpretava? Chris Rock é o comediante por trás da série, que foi feita inspirada em sua própria adolescência. Ele narrava os episódios como se estivesse contando sua própria história.

Por onde anda? Além de ator, ele também produz, escreve e dirige filmes e documentários. Seus trabalhos mais recentes e conhecidos são os filmes “Gente Grande”, “O Que Esperar Quando Você Está Esperando” e “Madagascar” (ele dubla o personagem Mar)

15 Coisas que você precisa saber de Walking Dead

Enquanto aguardamos a estreia da 4a temporada de “The Walking Dead” que será em 13 de Outubro de 2013 – segunda-feira vamos nos atualizando com curisosidades e outras noticias sobre a próxima temporada, que esperamos continue mantendo a qualidade das temporadas anteriores!
Confira agora 15 coisas que você precisa saber sobre The Walking Dead!!!

Capitão América Parte Final

Durante a Guerra Civil houve um incidente com o grupo Novos Guerreiros e o vilão Nitro, que terminou na explosão de uma escola. Em resposta a esta tragédia, o governo estadunidense elaborou a “lei de registro de super-humanos”. O Homem de Ferro e diversos outros super-heróis apoiaram a iniciativa. Já o Capitão América criou os Vingadores Secretos, um grupo de oposição a essa lei, Durante as batalhas entre os antagonistas, o grupo do Homem de Ferro prendeu diversos dos aliados do Capitão. Quando então um clone do Thor assassinou Bill Foster, o Golias, membro dos Vingadores Secretos.

Após a morte de Golias alguns dos aliados do Homem de Ferro debandaram enfraquecendo suas forças, enquanto o Capitão América conseguia novos reforços e as plantas da prisão na zona negativa, onde Reed Richards, Jaqueta Amarela e o próprio Homem de Ferro encarceiravam os aliados do Capitão. Logo em seguida as forças dos dois heróis se encontraram numa batalha final, que se iniciou com invasão da fortaleza da zona negativa pelo grupo do Capitão América e terminou em Manhattan – o Manto teleportou todos.

O combate estava vencido para o Homem de Ferro, até que Namor surge para auxiliar o Capitão América. Depois de derrotar seu outrora aliado o Capitão se entregou, pois ao ser detido por civis percebeu o estrago que a guerra havia causado na cidade. Envergonhado ele se entregou em troca do perdão total aos seus comandados, dando a vitória ao grupo do Homem de Ferro.

No dia 7 de fevereiro de 2007, após a conclusão da saga Guerra Civil, o Capitão America foi morto, baleado num dos joelhos e no estômago, nas escadarias do Capitólio, a caminho do seu julgamento. Foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

Na cena do crime, foi encontrado o vilão Ossos Cruzados, capanga do Caveira Vermelha. Apesar de não terem sido disparos seus os que vitimaram Steve, ele foi preso. Interrogado por Wolverine e Demolidor, o vilão afirmou não se lembrar de nada. O detector de mentira disse ser verdade. Outra suspeita foi Sharon Carter, que estava sendo controlada pelo Caveira Vermelha.

Este evento fez surgir a mini-série Capitão América: Morre Uma Lenda, na qual é mostrado o luto por sua morte pela visão de Wolverine, Novos Vingadores, Poderosos Vingadores, Clint Barton, Homem-Aranha e Tony Stark, com participações de Bucky Barnes, Demolidor, Gaviã Arqueira, Patriota, Coisa, Falcão, entre outros super- heróis.

Steve Rogers retorna na minissérie “Reborn” (no Brasil, traduzida como “Capitão América: Renascimento”). O Capitão original aparecerá também em “Siege” (o Cerco a Asgard, outro megaevento Marvel, assim como foram a “Invasão Secreta” e a “Guerra Civil”). Porém, depois de “Siege”, em “Heroic Age” (saga que anuncia o fim da era das trevas para os heróis), o Capitão América dos Vingadores ainda será o Bucky.

Recentemente, na saga A Essência do Medo, Bucky foi aparentemente assassinado por Pecado, filha do Caveira Vermelha e Steve volta a ser o Capitão América. Foi revelado, no entanto, que Bucky fora substituído em cima da hora por um LMD – apenas Steve, Nick Fury e a Viúva Negra sabem disso. Enquanto o mundo, de uma forma geral, acredita que Bucky Barnes está morto novamente, ele voltou a agir como Soldado Invernal por baixo dos panos.

Eis a lista de suas capacidades que vão muito além das de um ser humano normal:
• Força (ele é mais forte do que qualquer humano.)
• Velocidade
• Agilidade
• Reflexos
• Resistência
• Capacidade de Aprendizado Rápido (que lhe foi muito importante durante a guerra e ajudou Steve a se adaptar ao mundo moderno, apesar de ter tido bastante dificuldade)
• Imunidade Fisiológica (Caso contrário, se o soro não lhe desse tal imunidade, morreria ao ficar congelado por tantos anos.)

A única arma do Capitão América é o escudo, usado para defesa e também ataque, quando então funciona como um bumerangue. Seu uniforme é feito de Kevla que é um material resistente ao fogo e a perfurações, e sob seu uniforme ainda existe uma cota de malha de titânium leve, para proteção adicional.

Confira na loja vários colecionáveis do Capitão América clicando >> aqui

Sonic the Hedgehog

Sonic é notório por ser rápido, aventureiro e corajoso. Gosta de relaxar e sempre luta pela justiça e pelos indefesos, e não tem medo de enfrentar o perigo para ajudar os outros, sempre encarando tudo como um desafio. Aparentemente Sonic não é nem um pouco modesto para com as suas habilidades. Sonic fez muitos amigos desde seu primeiro jogo, entre eles estão seus companheiros Tails e Knuckles, seu rival Shadow (que enxerga Sonic apenas como aliado, não como amigo), além de Amy Rose, a qual se autodeclara namorada do ouriço, apesar dele sempre fugir dela, sem falar de seus dois irmãos gêmeos, chamados Sônia e Manic, que, às vezes, também o acompanham em suas aventuras. Sonic também pode se transformar em uma forma muito mais poderosa: Super Sonic. Nesta forma Sonic já salvou o mundo de diversos perigos. Sonic foi redesenhado junto com os outros personagens, sua aparência atual são espinhos maiores, pupilas verdes e uma cor azul mais viva, além de ele estar bem mais magro e alto. Originalmente Sonic nasceu em Green Hill, na South Island.

Suas transformações são: Super Sonic, Hyper Sonic, Darkspine Sonic, Sonic the Werehog , Excalibur-Sonic, Dark Sonic

Na loja você pode encontrar a Pelúcia do Sonic e também o Knuckles e o Tails na versão Wacky Wobler

South Park

South Park é uma sitcom americana criada por Trey Parker e Matt Stone para o canal Comedy Central. Destinado ao público adulto, o programa tornou-se infame por seu humor negro, cruel, surreal e satírico que abrange uma série de assuntos. A narrativa padrão gira em torno de quatro crianças: Stan Marsh, Kyle Broflovski, Eric Cartman, e Kenny McCormick e suas aventuras bizarras ocorrem na cidade de South Park, município interiorano fictício localizado no verdadeiro vale de South Park nas Montanhas Rochosas, Colorado.

South Park estreou em 13 de agosto de 1997, obtendo êxito instantâneo e alcançando posteriormente as maiores audiências da televisão paga nos Estados Unidos. Apesar de inconsistente em seus índices de audiência, o programa permanece como a atração mais aclamada e duradoura do Comedy Central. Originalmente produzido através de animação de recortes, cada episódio é atualmente realizado em um software que reproduz o estilo característico do programa.

Os episódios são normalmente escritos e produzidos durante a semana anterior à sua divulgação, com a grande maioria dos shows sendo escritos, dirigidos e dublados por Parker e Stone. Após as duas primeiras temporadas, Parker se tornou o único escritor e diretor creditado. A partir de 2010, um total de 209 episódios foram exibidos durante as 14 temporadas da série.

Os dois insistem que o programa permanece centrado nas “crianças sendo crianças”, e “como é estudar no ensino básico na América”, declarando que a introdução de um elemento mais satírico à série foi resultado da adição de um “centro moral” ao programa, para que ele possa basear-se cada vez menos em ser simplesmente cruel ou chocante numa tentativa de manter um público fiel. Apesar de profana, e com a tendência de às vezes assumir um aspecto cínico, Parker observa que ainda há um “fundo de candura” na personalidade das crianças de South Park, com a Time descrevendo os garotos como “ocasionalmente cruéis, mas com um núcleo de inocência”.Normalmente, os protagonistas ou outros personagens refletem sobre o que ocorreu durante um episódio, formulando a lição importante que foi tirada daquilo a partir de um curto monólogo. Durante as primeiras temporadas, o discurso geralmente começava com uma variação da frase “Sabe o quê? Eu aprendi algo hoje…”.

Se você curte South Park, pode comprar os bonecos em nossa >> loja

Capitão América Parte 1

Capitão América (Captain America, em inglês), é o alter ego de Steve Rogers, um personagem de HQ (História em Quadrinhos) da Marvel Comics. Foi criado por Joe Simon e Jack Kirby, apareceu pela primeira vez em Captain America Comics #1 (Março de 1941).

O Capitão América foi o maior de uma onda de super-heróis que surgiram sob a bandeira do patriotismo norte-americano e que foram apresentados ao mundo pelas companhias de Histórias em Quadrinhos, durante os anos da Segunda Guerra Mundial. Ao lado de seu parceiro Bucky, o Capitão América enfrentou as hordas nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, mas caiu na obscuridade após o fim do conflito.

A revista conta a história de um rapaz franzino e com problemas de saúde, que deseja de qualquer forma participar dos esforços estadunidenses para vencer a Segunda Guerra Mundial. Ao ter seu alistamento recusado por sua saúde debilitada, ele deixa claro estar disposto a fazer qualquer coisa para ajudar na guerra. Esse “qualquer coisa” é tão literal que ele se torna parte de um experimento para a criação de soldados superiores em tudo: o “projeto supersoldado”, que consistia em um soro especial e a radiação de raios gerando um crescimento físico geral, tornando um ser debilitado como Steve Rogers em um superatleta musculoso, forte, veloz e ágil. Contudo, como na equipe do projeto havia um agente duplo a serviço de Hitler, o cientista que criou o “soro do supersoldado” é morto por esse agente. Como não havia registro escrito da fórmula, essa se perdeu junto com a vida do cientista e Steve Rogers acaba se tornando o único daquilo que deveria ser um exército de supersoldados.

Com o fim da Guerra, os executivos da Timely Comics (editora que iria se tornar a Marvel futuramente) decidiram suspender as histórias do personagem.

Em 1964, a Marvel reviveu o Capitão América ao revelar que ele tinha caído de um avião experimental no Atlântico Norte nos últimos dias da guerra e que passou as últimas décadas congelado, num estado de morte aparente (animação suspensa). O herói ressurgiu com uma nova geração de leitores como o líder de um grupo de super-heróis conhecido como os Vingadores (The Avengers #4, publicado em 1964).

Suas primeiras histórias solo foram lançadas na revista Tales of Suspense, dividindo as páginas com aventuras do Homem de Ferro. Nelas, a dupla Lee/Kirby procuraram justificar um super-herói sem poderes, apresentando o Capitão como “o maior lutador do mundo”, enfrentando vilões representantes de modalidades de lutas como o Sumô ou o francês Savate (Batroc). Mas seus inimigos frequentes eram os nazistas e os neo nazistas, como o Caveira Vermelha e a H.I.D.R.A. Também havia aventuras em que ele se ligou a agência de espiões S.H.I.E.L.D, que enfrentava inimigos tecnológicos como Modok e a I.M.A. Nos anos 1970 enfrentou o Império Secreto, uma organização racista inspirada na Ku Klux Klan, num arco de história em que os X-Men e vários mutantes foram caçados e capturados pelos criminosos. Também nessa época iniciou sua parceria com o super-herói Falcão Negro. Mais tarde enfrentaria a Força Nacional, outra organização racista e ultraconservadora. Nesse confronto seria dado como morta sua namorada e agente secreta Sharon Carter (Agente 13).

Apesar da reformulação dos anos 1960, foram feitas novas aventuras ambientadas na época da II Guerra, quando seu parceiro era o garoto James Buchanan Barnes, vulgo Bucky. Ambos e mais Namor e outros heróis menos conhecidos dos anos 1940 formaram o super-grupo Os Invasores.

Steve Rogers, nascido em 4 de julho de 1922, depois que renasceu na Era Moderna, teve muitas dificuldades para se adaptar a vida civil. No início morava na mansão dos Vingadores e era praticamente um super-herói de tempo integral. Continuou nesse ritmo quando se aliou a Shield e teve um romance com a Agente 13. Somente no fim da década de 1960, Steve Rogers começou a buscar uma vida própria. Um desentendimento com Nick Fury o fez se afastar da espionagem. Comprou uma motocicleta e saiu em viagem pelo interior do país. Retornaria depois que o Caveira Vermelha voltou a atacar. Depois Steve entra para a força policial de Nova York, mas logo tem a sua vida conturbada em função de acusação de que era corrupto, pois quase não aparecia para as rondas e mesmo assim não era demitido (seus superiores conheciam sua identidade). O acusador era seu parceiro, que logo se descobriu que agia como o vilão Chefe Encapuzado.

Um bom tempo depois Steve voltou a tentar ter uma vida civil. Virou desenhista de quadrinhos e alugou um apartamento na cidade. Mas também não conseguiu cumprir seus compromissos. Sua vida mudou quando recebeu uma boa quantia em dinheiro, resultado de anos de soldo militar que não lhe haviam sido entregues na época do seu desaparecimento. Steve organizou uma rede de informações para ajudá-lo em suas missões, mas logo seria procurado pelo Governo que queria explicações sobre a sua súbita fortuna. Esse problema levou a que Steve fosse privado por um certo tempo de sua identidade de Capitão América.

Continua na próxima semana…

Jogos Vorazes 2 : Em chamas

 

Este é o segundo volume da trilogia Jogos Vorazes, baseada nos romances de Suzanne Collins. A saga relata a aventura de Katniss (Jennifer Lawrence), jovem escolhida para participar aos “jogos vorazes”, espécie de reality show em que um adolescente de cada distrito de Panem, considerado como “tributo”, deve lutar com os demais até que apenas um saia vivo. Neste segundo episódio da série, após a afronta de Katniss à organização dos jogos, ela deverá enfrentar a forte represália do governo local, lutando não apenas por sua vida, mas por toda a população de Panem. Previsão de lançaamento para 15 de novembro de 2013.

 Confira aqui nosso colecionável de Jogos Vorazes : http://www.getnuts.com.br/detalhe.asp?id=1053

Homem Aranha Parte 1

Homem-Aranha (Spider-Man em inglês) é um personagem fictício e o de maior sucesso da Marvel Comics. É um dos mais importantes e populares super=heróis das histórias em quadrinhos, séries animadas, filmes, jogos e outras formas de mídia. Suas revistas estão entre as mais vendidas do gênero no mundo há décadas. É a identidade secreta de Peter Parker. Foi criado por um dos mais bem-sucedido criadores moderno de histórias em quadrinhos, Stan Lee, com seu grande parceiro Steve Ditko. Na época do início da publicação de Homem-Aranha no começo da década de 1960, os heróis seguiam um padrão mais ou menos uniforme de rigidez moral e retidão, tanto em suas vidas normais quanto quando travestidos em seus alter-egos. O Homem-Aranha, contudo, foi o primeiro herói a ganhar dinheiro com o uso de seus poderes: Peter Parker vende fotos agindo como o herói para o Clarim-Diário. Seus motivos, porém, são altruístas: ele ajuda a tia viúva e idosa a pagar as contas, principalmente com os remédios. É, portanto, um dos super-heróis mais humanizados das histórias em quadrinhos, o que o levou a um sucesso estrondoso e a uma competição direta de popularidade com ícones do nível de Superman e Batman.

Orfão quando pequeno, Peter Benjamin Parker foi morar junto com seus tios Benjamin e May Parker em Forest Hills,Queens, na cidade de Nova York. O menino cresceu e se tornou um adolescente tímido, mas extremamente inteligente. Era muito desajeitado com as garotas e não tinha muitos amigos. Aos 15 anos, durante uma demonstração de equipamentos que manipulavam radiação, Parker foi picado por uma aranha de uma espécie cujo veneno, em situações normais, é inofensivo ao ser humano. Porém, ela havia sido exposta à radioatividade do aparelho e por isso a picada provocou impressionantes mutações na genética, metabolismo e biologia do organismo do jovem Peter. Na versão ultimate (ou Marvel Millenium, como é mais conhecida no Brasil) e no filme de 2002, Peter é picado por uma aranha geneticamente alterada.

Peter descobre sobre seus poderes quando quase é atropelado por um carro. Seu sentido de aranha o alerta do perigo e por puro reflexo ele salta e se fixa na parede de um prédio. Ainda assustado, ele escala esse prédio e amassa uma chaminé de aço como se fosse de papel. A cena em que um menino o vê escalando a parede ficou imortalizada em todas as HQ’s que contaram a sua história, menos no cinema e na edição Ultimate Marvel.

Parker fica muito empolgado com seus novos poderes e, no início, pensa somente em como ganhar dinheiro com eles. Levado por esses pensamentos individualistas, não faz o mínimo esforço para impedir a fuga de um ladrão, que logo depois viria a matar seu tio Ben. Quando descobre que o assassino do tio é o bandido que poderia ter detido sem dificuldades, se vê tomado por um sentimento de culpa que traz uma dura lição: “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”. A partir de então, começa a utilizar seus poderes para combater o crime na cidade de Nova York, criando seu próprio disfarce e fazendo suas próprias roupas.

Logo no início das suas histórias, Peter apaixonou-se por Betty Brant, secretária de seu sempre mal humorado chefe, J. Jonah Jameson. Na edição #25 conheceu sua futura esposa Mary Jane Watson, a qual teria se tornado nova namorada de Peter, o que não ocorreu graças ao desentendimento de Stan Lee e Ditko, sobre sua beleza. Enquanto não houve resolução, os autores decidiram colocar uma nova personagem chamada Gwen Stacy para ser o novo par do herói. Ela estudava com ele na mesma faculdade, onde também eram alunos Harry Osborne Flash Tompson. Após a saída de Dikto, Stan Lee consegue concluir sua vontade de incluir Mary Jane, passando o trabalho de fazer uma morte honrosa da personagem para o novo roteirista Gerry Connway que concluiu a história de Gwen pelas mãos do vilão Duende Verde.

Outra garota que também iria “perseguir” Parker era Felícia Hardy, mais conhecida como a Gata Negra. Ela, que originariamente levou uma vida de crimes, viria a se apaixonar pelo Homem-Aranha, apesar de ser sua inimiga. Isso ajudou a reformar-se, passando de vilã a heroína.

Saint Seya: A Saga do Santuário

A Saga do Santuário, também conhecida como A Revolta de Saga, é um dos principais arcos do anime/mangá Os Cavaleiros do Zodíaco,criado por Masami Kurumada.

A primeira saga da série clássica narra a tentativa do Grande Mestre de dominar o mundo e o seu confronto com os Cavaleiros de Bronze fiéis à deusa Atena.
O falso Mestre do Santuário tenta matar a reencarnação da deusa Atena, mas é impedido pelo Cavaleiro de Ouro Aioros de Sagitário.

O cavaleiro é acusado de traição e é assassinado por outro Cavaleiro de Ouro, Shura de Capricórnio. Antes de falecer, Aioros entrega a deusa aos cuidados de Mitsumasa Kido, que a cria como sua neta no Japão e da ela o nome de Saori Kido, ele então decide treinar diversos órfãos para que se tornem Cavaleiros de Atena.

Quatorze anos após a morte de Aioros, dez órfãos selecionados por Mitsumasa Kido retornam ao Japão como legítimos cavaleiros de bronze,são eles Seiya de Pégaso, Shun de Andrômeda,Shiryu de Dragão, Yoga de Cisne, Ikki de Fênix, Ban de Leão Menor, Geki de Urso, Ichi de Hidra, Nachi de Lobo e Jabu de Unicórnio. A pedido de Mitsumasa, que falecera antes do retorno dos cavaleiros, Saori Kido organiza um torneio tendo como prêmio a Armadura de Ouro de Sagitário. A Guerra Galáctica é realizada em uma arena da Fundação Kido, chamada de Coliseu.

Sob o comando de Ikki de Fênix, os Cavaleiros Negros roubam a Armadura de Ouro de Sagitário. Os Cavaleiros de Bronze vão atrás da armadura que acaba sendo dividida, então começa uma busca para reencontrar as nove partes da armadura (duas pernas, dois braços, cintura, peito, corpo, ombros e máscara).

Essa parte existe apenas no anime e foi criada porque a produção do anime estava seguindo um ritmo mais rápido que a do mangá. Para a história não parar, a Toei Animation escreveu alguns episódios que não existiam na saga original.
Após derrotarem Ikki, Seiya e os demais são atacados por outros Cavaleiros enviados pelo Santuário, Dócrates, Geisty, o cavaleiro do fogo eo mestre Cristal que são enviados para recuperar a máscara da Armadura de Sagitário.
O Mestre Ares envia os Cavaleiros de Prata, Misty de Lagarto, Moses de Baleia, Asterion de Cães de Caça, Sirius de Cão Maior, Dio de Mosca, Algheti de Hércules, Jamian de Corvo, Capella de Auriga, Dante de Cérbero, Marin de Águia, Shaina de Ofiuco, Algol de Perseu, Aracne de Tarantula, Shiva de Pavão, Agora de Lótus, Spartan de Bussola e Babel de Centauro guerreiros teoricamente mais fortes que os Cavaleiros de Bronze, para destruir o que dizia ser uma rebelião contra o Santuário.

Logo antes de Atena e os Cavaleiros de Bronze invadirem o Santuário para confrontar o falso Grande Mestre, este envia Aioria para eliminá-los no Japão, Máscara da Morte para eliminar o Mestre Ancião nos Cinco Picos Antigos e Afrodite e Miro para destruir a Ilha de Andrômeda, pois Daidalos de Cefeu (mestre de Shun), desobedeceu as ordens do Mestre, sendo por isso atacado por Cavaleiros de Ouro um de cada vez.

Determinada a purificar o Santuário, Saori e os Cavaleiros de Bronze invadem o templo. Para garantir seus desejos maléficos, o Grande Mestre(Saga) convoca os lendários Cavaleiros de Ouro, os mais poderosos Cavaleiros de Atena. Os doze cavaleiros são : Mu de Áries, Aldebaran de Touro, Saga de Gêmeos ( Falso Grande Mestre ), Máscara da Morte de Câncer, Aioria de Leão, Shaka de Virgem, Mestre Ancião de Libra ( seu verdadeiro nome é Dohko ) Milo de Escorpião, Aioros de Ságitario, Shura de Capricórnio, Kamus de Áquario e Afrodite de Peixes.

Na primeira casa Mu concerta as armaduras de bronze de Seiya, Shun, Shiryu e Hyoga. Na segunda casa Seiya enfrenta Aldebaran de touro e corta o chifre de seu elmo , na terceira casa de a gêmeos Shun e Hyoga lutam contra a armadura de gêmeos controlada por Saga, Hyoga leva o golpe outra dimensão e vai para a casa de libra, onde enfreta Kamus de aquário seu mestre e é congelado.Na quarta casa Shiryu, enfrenta Mascara da morte de cancer e alcançado o sétimo sentido o derrota; na quinta casa Aioria de leão sob o controle do satã imperial tenta matar Seiya mas Cassios o impede e protege Seiya mas é assasinado por Aioria, Seiya logo em seguida da um golpe nele que o tira do satã imperial, na sexta casa Seiya e os outros são derrotados por Shaka mas Ikki interveem o cavaleiro de ouro onde Ikki ensina a Shaka o valor da amizade os dos são mandados para outra dimensão por Ikki onde ficam por lá até Shaka pedir para Mu tirar Ikki de la. Na sétima casa Shiryu tira Hyoga do esquife de gelo com as armas de libra e Shun aquece Hyoga com o calor humano ; na oitava casa Hyoga luta com Miro de escorpião , Miro ficou admirado pela resistência de hyoga,e a luta fica no empate Miro deixa ele passar ;na nona casa eles passam por varias provas de resistência que Aioros de sagitário fez e eles acham o testamento do mesmo; na décima casa Shiryu enfrenta Shura de capricórnio onde vence Shura com a técnica suicida ultimo dragão; na décima e primeira casa Hyoga enfrenta o seu mestre Kamus de aquário, mas determinado a vencer onde Hyoga vence Kamus dominando a técnica execução aurora; na décima e segunda casa Shun tem uma dura luta com Afrodite de peixes onde o vence com a tempestade nebulosa. Na sala do mestre Seiya tem uma duríssima batalha contra Saga perdendo os cinco sentidos mas com a ajuda de seus amigos derrota a face maligna de Saga com o cometa de pégaso e Saga morre se suicidando com o cetro de Atena.

O Incrível Hulk

O Incrível Hulk é um dos personagens mais conhecidos das histórias em quadrinhos. Foi o super-herói da segunda série de histórias criada por Jack Kirby e Stan Lee, em 1962, dando continuidade à revolução dos quadrinhos iniciada com o Quarteto Fantástico. Seu nome verdadeiro é Dr. Robert Bruce Banner.

Na história original dos quadrinhos, o Hulk é um selvagem e poderoso alter-ego do Dr. Robert Bruce Banner, um cientista que foi atingido por raios gama enquanto salvava um adolescente durante o teste militar de uma bomba por ele desenvolvida. Este adolescente, Rick Jones, tornou-se companheiro de Banner, ajudando-o a manter o Hulk sob controle e mantê-lo longe dos ataques dos militares, que viam a criatura como uma ameaça.

Ao invés de perecer pela radiação, o cientista foi condenado a uma vida compartilhada com o seu lado mais obscuro, o também chamado golias verde. Originalmente, a cor do personagem era cinza, mas, por problemas na hora da impressão dos quadrinhos (a gráfica não conseguia acertar a tonalidade), ele apareceu num tom esverdeado, fazendo com que o Hulk passasse a ser o “Gigante Esmeralda” que conhecemos desde o início.

Outro fato interessante é que, nas primeiras histórias, a transformação de Banner em Hulk ocorria apenas à noite, como se isso fosse alguma maldição similar à dos lobisomens. Porém, em pouco tempo, Kirby e Lee chegaram a um acordo e o Hulk passou a surgir toda vez que o Dr. Banner ficava irritado e despertava em si seu lado mais selvagem.

Bruce estava presente no bunker de instrumentação na unidade de teste para o primeiro teste de detonação subterrânea da Bomba Gama. Observando que um civil violou a segurança e entrou na área de teste limitado, Bruce pede ao colega Igor Starsky para atrasar a contagem regressiva quando ele tentou salvar o civil. Starsky, secretamente um agente soviético, não fez nada, confiante de que Bruce morresse na explosão, e que o projeto seria interrompido. Ao chegar no local de teste, Bruce conhece um adolescente chamado Rick Jones, ele o joga em uma trincheira protetora. Antes de Bruce poder ficar a salvo, a bomba detona e intensas ondas de radiação atingem a superfície. Banner é irradiado com partículas carregadas de alta radioatividade. Devido a um fator genético desconhecido em seu corpo, ele não foi morto pela radiação, que em vez disso fez com que ele frequentemente se transforme no monstro humanóide chamado de Hulk pelos militares.

Após a transformação Bruce passou a fugir dos militares, conseguindo manter sua identidade em segredo com o auxílio de Rick.
Os seus principais inimigos são:

Abominável
Gárgula Líder
Tyrannus
Os Alienígenas
Thunderbolt Ross
Zzzax
Homem Absorvente

Game of Thrones ganha ação promocional com esqueleto de dragão em praia inglesa

Para promover a chegada da terceira temporada de Game of Thrones no Blinkbox, serviço de streaming inglês que disponibiliza episódios de séries na internet, o site fez uma ação bem chamativa: colocou a escultura de um esqueleto gigante de dragão, com mais de 12 metros de comprimento e 4 metros de altura, na praia Charmouth. O local faz parte da chamada costa jurássica (famosa pelos fósseis de dinossauros) em Dorset, na Inglaterra.

O design e a produção levaram mais de dois meses, envolvendo um time de três escultores, e a obra teve como inspiração a cena em que Arya Stark encontra um esqueleto de dragão nas masmorras de King’s Landing.

Um esqueleto de dragão, do tamanho de um caminhão, colocado durante a madrugada em uma praia do Reino Unido, causando alvoroço na população ao amanhecer e virando notícia no mundo inteiro.

Sin City 2: A Dama Fatal

Continuação de Sin City a Cidade do Pecado.

O longa baseado em três novelas gráficas do grande Frank Miller com a diferença que apenas uma já foi lançada comercialmente em quadrinhos: A Dama Fatal.
Não se sabe muito acerca das outras histórias, somente que uma delas se chamará The Long, Bad Night. No interior da sombria Sin City, Dwight planeja sua vingança contra a mulher que o traiu, Ava Lord, enquanto Nancy tenta lidar com a morte de Hartigan.

Um ótimo filme para se assistir se gosta do gênero de ação, crime e suspense.

Previsão de lançamento para o dia 20 de setembro de 2013.

Percy Jackson e o Mar de Monstros

Um filme cheio de aventuras e emoções para os fãs de Percy Jackson.

O aniversário de 17 anos de Percy Jackson (Logan Lerman) foi surpreendentemente calmo, sem ataques de monstros ou algo do tipo. Entretanto, uma inocente partida faz com que Percy e seus amigos se vejam desafiados a um jogo de vida ou morte contra um grupo de gigantes canibais. A chegada de Annabeth (Alexandra Daddario) traz ainda outra má notícia: a proteção mágica do Acampamento Meio-Sangue foi envenenada por uma arma misteriosa e, ao menos que seja curada, todos os semideuses serão mortos. Não demora muito para que Percy e seus amigos tenham que enfrentar o mar de monstros para salvar o local.

Filme com duração de 1h e 45 min e com previsão de lançamento para o dia 16 de agosto de 2013.

Wolverine : Imortal

Um ótimo filme para um fã da marvel assistir, com uma história intrigante e cheia de aventuras.

Deprimido devido à morte de Jean Grey (Famke Janssen), Wolverine (Hugh Jackman) vaga pelos bares e becos, sem grandes motivos para viver. Procurado por um homem que teve sua vida salva por ele décadas atrás, Wolverine viaja ao Japão para vê-lo. Lá recebe uma oferta tentadora: em gratidão por ter salvo sua vida no passado, ele oferece a Wolverine torná-lo mortal. O herói aceita a oferta, sem imaginar que os vilões Samurai de Prata e Viper estavam apenas aguardando esta oportunidade para matá-lo.

A previsão de lançamento é para o dia 26/07/2013 então fãs aguardem que está bem próximo!!

Thor 2 : O Mundo Sombrio

O primeiro filme do Thor foi um ótimo filme e o Thor participando dos Vingadores foi ainda melhor.
Thor (Chris Hemsworth) e Jane Foster (Natalie Portman) terão que se adaptar a nova dinâmica intergalática, causada pela ausência de Odin (Anthony Hopkins).

A trama será passada nos Nove Mundos presentes na mitologia nórdica. A direção será de Alan Taylor (Game of Thrones), que assumiu a função após a desistência de Patty Jenkins, que abandonou o barco alegando divergências criativas. Resumindo um ótimo filme para se assistir.

A previsão de lançamento do filme é para o dia 8 de novembro de 2013, fãs de Asgard e seus moradores, fiquem atentos.

Superman : o Homem de Aço

O filme Superman: Homem de Aço, que estreou no dia 12 de junho nos Estados Unidos e em outras dezenas de países, já soma US$ 520 milhões (cerca de R$ 1,1 bilhão) em arrecadação nas bilheterias ao redor do mundo.

No panteão dos super-heróis, Superman é o mais reconhecido e reverenciado personagem de todos os tempos Clark Kent/Kal-El (Henry Cavill) é um jovem jornalista que se sente diferente por ter poderes além da imaginação de qualquer ser humano. Há anos enviado de Krypton, um avançado planeta alienígena, à Terra, Clark sofre com a derradeira questão: “Por que estou aqui?”

Moldado pelos valores de seus pais adotivos, Martha (Diane Lane) e Jonathan Kent (Kevin Costner), Clark logo descobre que ter super-habilidades significa tomar decisões muito difíceis.

Mas quando o mundo mais precisa de estabilidade, ele é atacado. E agora, suas habilidades serão usadas para manter a paz ou partir para um tudo ou nada? Clark precisa se tornar o herói conhecido como “Superman”, não apenas para brilhar como a última esperança da humanidade mas para proteger aqueles que ama.

True Blood Sexta Temporada

Com estréia simultânea em 16/06 (domingo) a sexta temporada da série tem 10 episódios e promete muita tensão e adrenalina entre humanos e vampiros:

  • “Billith” se acostuma com seus novos poderes após emergir de uma poça de sangue
  • O governador da Luisiana, Truman Burrell (Arliss Howard), declara aberta a temporada de caça aos vampiros, repleto de armas e equipamentos de alta tecnologia.
  • Sookie e Jason se preparam para encontrar o assassino de seus pais: o misterioso e ancião Warlow, cuja identidade continua sendo um mistério.

© 2017 GetNuts Figuras de Ação e Colecionáveis. All Rights Reserved. Login

- Designed by Gabfire Themes