/*Modifica icone na barra de enderecos */ /*Modifica icone na barra de enderecos */

Qual o animal que é campeão em salvar vidas??

Já adiantamos que não é o cão ou qualquer outro mamífero. O salvador vem mesmo é do mar!!

Você sabia que existe um animal que é campeão em salvar vidas? Porém, o bicho em questão não é o cão, como muita gente pode ter apostado, nem mesmo o leal cavalo, nem o valente pombo-mensageiro. O salvador vem do mar: é o caranguejo-ferradura, aquele de aspecto pré-histórico que também é conhecido como límulo (Limulus polyphemus).

A indústria farmacêutica utiliza um extrato de seu sangue, o lisado do amebócito doLimulus (ou LAL) para testar medicamentos, vacinas e dispositivos médicos (como rins artificiais) a fim de verificar se estes não estão contaminados. Até hoje, não existe nenhuma outra opção tão simples e confiável quanto o uso do LAL para realizar essas ações.

Os Superpoderes Do Límulo

Os límulos ou caranguejos-ferradura vivem em áreas costeiras rasas que, muitas vezes, são contaminadas, sendo que um litro de água do mar pode facilmente conter milhões de bactérias tóxicas. É sabido que esse caranguejo não tem nenhum sistema imunitário e não é capaz de desenvolver anticorpos para combater infecções.

No entanto, o seu sangue contém um elemento milagroso que coagula em torno de agentes invasores e os dissolve, sendo o principal componente usado na produção de LAL. Com isso, para descobrir se algo destinado a uso médico está contaminado ou não, você só tem que expô-lo ao LAL. Se não coagular, está limpo.

Ao contrário de seres humanos, o sangue do caranguejo-ferradura não tem hemoglobina, que utiliza ferro para transportar oxigênio, mas hemocianina, que utiliza cobre. E isso explica por que o seu sangue é azul, o que é altamente útil e pode valer cerca de 15 mil dólares o litro.

Mas, calma! Antes que você ache que os bichinhos precisem morrer para isso, saiba que o sacrifício deles não é necessário. Para obter o seu sangue valioso, os caranguejos são “ordenhados” manualmente por profissionais cuidadosos e, apesar de perderem 30% de seu peso, depois eles se recuperaram rápido e são devolvidos à água.

Os caranguejos passam por essa ordenha apenas uma vez por ano, sendo que seu sangue é posteriormente congelado, desidratado e, em seguida, enviado às instituições de pesquisas médicas e laboratórios.

A prova da existência de Super Heróis no Egito antigo!

Confira as incríveis ilustrações que o artista Josh Ln criou… quer dizer… descobriu… que mostram alguns herois do Egito antigo!

Filme do jogo World of Warcraft já tem data de estréia!

O filme inspirado no game World of Warcraft, da Blizzard,já tem data de estréia. Sim amigos, o longa mais esperado do mundo gamer será lançado no dia 18 de Dezembro de 2015!

O longa da Legendary Pictures e Universal Pictures terá direção de Duncan Jones, diretor de Lunar (Moon) e Contra o Tempo (Source Code), e filho do músico David Bowie, e será escrito por Charles Leavitt.

Os produtores são Charles Roven e Alex Gartner da Atlas Entertainment. O longo também terá co-produção de Chris Metzen.

Enquanto o roteiro do longa metragem é mantido em segredo, não faltam complicações ao redor da produção. Sam Raimi – de “O Espetacular Homem-Aranha” – iria dirigir o filme, mas abandonou o projeto e acusou a Blizzard de ‘atrapalhar’ o projeto, que agora está nas mãos de Duncan Jones.

De resto, o que resta é esperar. Mas a expectativa fica, como você acha que vai ser a produção?

Lagosta Rara

Ou quase isso. Essa raríssima lagosta metade vermelha, metade azul aparece uma vez a cada 50 milhões. As lagostas existem em diversas cores, mas esse espécime é extremamente difícil de ser encontrado. Ela não é a mais rara lagosta já encontrada.

Biólogos estimam que a lagosta albina apareça uma vez a cada 100 milhões. Mesmo assim, é especialmente interessante encontrar essa lagosta que parece torcer pro Barcelona. Ela não foi encontrada na Espanha, mas sim em Newfoundland, no Canadá. Ela é considerada ginandromorfa, ou seja, macho e fêmea ao mesmo tempo.

Batcaverna de Lego

Carlyle Livingston II e Wayne Hussey recriaram com cerca de 20.000 peças de Lego e mais de 800 horas de trabalho esta incrível replica da Batcaverna.

Isso sim que paciência e criatividade.

Exterminador do Futuro: Série 3 Figuras de 17,78 cm da Neca

A série 3 da coleção Terminator (Exterminador do Futuro) da Neca lançada em setembro de 2012, é bem especial porque traz 2 figuras do primeiro filme de 1984 : “The Terminator”.
São elas: T-800 e Kyle Reese. Ambos os bonecos sao bem detalhados e a escultura e pintura do rosto, são destaques pois são bem semelhantes `as feiçãoe dos atores que interpretam os personagens: Schwarzenegge e Biehn respectivamente.
A tercera figura é do segundo filme (Terminator 2), o T-1000.

Cada figura vem com acessórios característicos utilizados no filme.
A figura do T-800, vem com 2 cabeças intercambiáveis: 1 versão com óculos e outra battle-damaged.

Clique aqui para conferir mais detalhes e comprar .

Semelhanças entre Star Wars e Game of Thrones

As incríveis semelhanças entre Game of Thrones e Star Wars, confira aqui!!

4 Formas plausíveis de se matar o Wolverine

Algumas possíveis ideias de como se matar um mutante que tem a capacidade de se regenerar de qualquer coisa!!

E se os Pokemons fossem Memes??

Vejam como os personagens de Pokemon seriam se fossem Memes.
Para quem não sabe o que é Meme, aí vai uma rápida explicação: A ideia de meme pode ser resumida por tudo aquilo que é copiado ou imitado e que se espalha com rapidez entre as pessoas. Como a internet tem a capacidade de abranger milhares de pessoas em alguns instantes, os memes de internet são virais.

O Preço para ser um Super Heroi

Nem os super-heróis se livram da alta do custo de vida e de todos os luxos da vida moderna…
Armas mais modernas, novos acessórios e uniformes… Qual será o super-herói que mais gasta ?
Com certeza é o Iron Man, já que não existe alguém mais extravagante e esbanjador que o Tony Stark, porém este ficou de fora desta análise !
Abaixo foram analisados os super-heróis : Batman, Hulk, SpiderMan, SuperMan e Wolverine.

Capitão América Parte Final

Durante a Guerra Civil houve um incidente com o grupo Novos Guerreiros e o vilão Nitro, que terminou na explosão de uma escola. Em resposta a esta tragédia, o governo estadunidense elaborou a “lei de registro de super-humanos”. O Homem de Ferro e diversos outros super-heróis apoiaram a iniciativa. Já o Capitão América criou os Vingadores Secretos, um grupo de oposição a essa lei, Durante as batalhas entre os antagonistas, o grupo do Homem de Ferro prendeu diversos dos aliados do Capitão. Quando então um clone do Thor assassinou Bill Foster, o Golias, membro dos Vingadores Secretos.

Após a morte de Golias alguns dos aliados do Homem de Ferro debandaram enfraquecendo suas forças, enquanto o Capitão América conseguia novos reforços e as plantas da prisão na zona negativa, onde Reed Richards, Jaqueta Amarela e o próprio Homem de Ferro encarceiravam os aliados do Capitão. Logo em seguida as forças dos dois heróis se encontraram numa batalha final, que se iniciou com invasão da fortaleza da zona negativa pelo grupo do Capitão América e terminou em Manhattan – o Manto teleportou todos.

O combate estava vencido para o Homem de Ferro, até que Namor surge para auxiliar o Capitão América. Depois de derrotar seu outrora aliado o Capitão se entregou, pois ao ser detido por civis percebeu o estrago que a guerra havia causado na cidade. Envergonhado ele se entregou em troca do perdão total aos seus comandados, dando a vitória ao grupo do Homem de Ferro.

No dia 7 de fevereiro de 2007, após a conclusão da saga Guerra Civil, o Capitão America foi morto, baleado num dos joelhos e no estômago, nas escadarias do Capitólio, a caminho do seu julgamento. Foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

Na cena do crime, foi encontrado o vilão Ossos Cruzados, capanga do Caveira Vermelha. Apesar de não terem sido disparos seus os que vitimaram Steve, ele foi preso. Interrogado por Wolverine e Demolidor, o vilão afirmou não se lembrar de nada. O detector de mentira disse ser verdade. Outra suspeita foi Sharon Carter, que estava sendo controlada pelo Caveira Vermelha.

Este evento fez surgir a mini-série Capitão América: Morre Uma Lenda, na qual é mostrado o luto por sua morte pela visão de Wolverine, Novos Vingadores, Poderosos Vingadores, Clint Barton, Homem-Aranha e Tony Stark, com participações de Bucky Barnes, Demolidor, Gaviã Arqueira, Patriota, Coisa, Falcão, entre outros super- heróis.

Steve Rogers retorna na minissérie “Reborn” (no Brasil, traduzida como “Capitão América: Renascimento”). O Capitão original aparecerá também em “Siege” (o Cerco a Asgard, outro megaevento Marvel, assim como foram a “Invasão Secreta” e a “Guerra Civil”). Porém, depois de “Siege”, em “Heroic Age” (saga que anuncia o fim da era das trevas para os heróis), o Capitão América dos Vingadores ainda será o Bucky.

Recentemente, na saga A Essência do Medo, Bucky foi aparentemente assassinado por Pecado, filha do Caveira Vermelha e Steve volta a ser o Capitão América. Foi revelado, no entanto, que Bucky fora substituído em cima da hora por um LMD – apenas Steve, Nick Fury e a Viúva Negra sabem disso. Enquanto o mundo, de uma forma geral, acredita que Bucky Barnes está morto novamente, ele voltou a agir como Soldado Invernal por baixo dos panos.

Eis a lista de suas capacidades que vão muito além das de um ser humano normal:
• Força (ele é mais forte do que qualquer humano.)
• Velocidade
• Agilidade
• Reflexos
• Resistência
• Capacidade de Aprendizado Rápido (que lhe foi muito importante durante a guerra e ajudou Steve a se adaptar ao mundo moderno, apesar de ter tido bastante dificuldade)
• Imunidade Fisiológica (Caso contrário, se o soro não lhe desse tal imunidade, morreria ao ficar congelado por tantos anos.)

A única arma do Capitão América é o escudo, usado para defesa e também ataque, quando então funciona como um bumerangue. Seu uniforme é feito de Kevla que é um material resistente ao fogo e a perfurações, e sob seu uniforme ainda existe uma cota de malha de titânium leve, para proteção adicional.

Confira na loja vários colecionáveis do Capitão América clicando >> aqui

Teoria da PIXAR – Nostalgia

Governo demite funcionário que deixou imprimir cédulas com o nome de Goku!

O Governo Federal anunciou a demissão do funcionário que permitiu a impressão de 5 mil cédulas, de 100 reais, impressas com frase “Goku seja louvado”. Goku é um personagem fictício protagonista da serie japonesa Dragon Ball.

Além da demissão, o governo determinou a abertura de uma sindicância interna, uma investigação criminal por parte da Polícia Federal, três processos administrativos e mais duas investigações paralelas por parte da Polícia Civil.

O governo disse que as cédulas já estão em circulação, o que torna difícil fazer o recolhimento. Diante disso, o governo enviou uma nota pedindo a população que, ao encontrar uma destas cédulas, que risque o nome de Goku de caneta e escreva ao lado “Deus” .

(Fonte: G17)

Nossos bruxos favoritos by @ma_fantini

Na infância, somos apresentados a uma personagem que será recorrente em nossa vida – pelo menos nos filmes, desenhos, livros e quadrinhos – que são as bruxas. Geralmente, elas nos são introduzidas pela Disney, já que são raros os seus desenhos que não tem uma delas no elenco. A primeira que conheci, se não me falha a memória, foi a Bruxa de Branca de neve. No início uma bela mulher que depois se transformou numa velha encarquilhada, com um nariz torto e coroado com uma imensa verruga, os olhos malévolos e a risada aterradora. Isto sem falar dos trajes: um chapéu longo e um vestido disforme, os dois negros. Esta imagem iria caracterizar todos os bruxos e bruxas de minha vida por um bom tempo.

Foram as bruxas dos gibis do Tio Patinhas que começaram a mudar minha imagem sobre a classe. Não tinha como não ser solidária à Madame Mim, atrapalhada e desajeitada, em sua eterna perseguição ao amado Mancha Negra. Na era bonita, mas era mais agradável de se ver. Sua parceira constante era a Maga Patalógica, cheia de charme e bonita, foi a primeira bruxa sedutora que conheci (claro, só percebi esta característica bem mais tarde).

Madame Mim e Maga

E foi a bruxinha Luísa, parceira do Gasparzinho, quem consolidou minha simpatia pelas bruxas. A loirinha, além de bonita, era boazinha. Mais tarde, ainda nos quadrinhos, conheci bruxas e feiticeiras ainda mais belas e poderosas: Feiticeira Escarlate, Zatanna, Ravena e muitas outras. Umas do bem e outras nem tanto. Estou sendo sexista! Nos quadrinhos encontramos alguns feiticeiros muito poderosos também (e muito bonitos): Constantine, Mandrake, Dr. Estranho, Fausto, Timothy Hunter, Klarion, Mago Shazam, Senhor Destino, Doutor Destino e muitos outros.

Na televisão também tivemos bruxas e bruxos que marcaram e influenciaram. Uma das primeiras de que me lembro é a Samantha Stephens, de “A Feiticeira” (o seriado, não aquele filme horroroso que fizeram), e sua torcidinha de nariz. Quem nunca tentou? Assistia as reprises da série e me divertia muito com aqueles bruxos tão humanos – preciso comprar as caixas desta série.

A feiticeira

Mais recentemente a televisão nos trouxe a simpática Sabrina (Aprendiz de Feiticeira) e as complicadinhas irmãs Halliwell (Charmed), além de Willow (Buffy) que desenvolveu seus poderes muitas temporadas depois na série. Nossa contribuição na telinha foi a Morgana (Castelo Rá-Tim-Bum), bem festiva e cantante, tivemos outras mas ela superou todas. Ah, e temos a Baratuxa (Chapolin), que trouxe novamente para a TV a imagem da bruxa de chapéu, narigão e vassoura.

Morgana - Castelo Rá-Ti-Bum

Bruxos na televisão são meio raros e não se destacam tanto, entretanto na telona eles predominam e mandam bem. A maioria migrada dos livros, como Gandalf (Senhor dos Anéis). Vamos começar pelas mulheres, e pelo filme “O Mágico de Oz”, com Glinda – a Bruxa Boa do Sul, e a perigosa Bruxa Malvada do Oeste. A segunda muito feia e a primeira o contrário: bela. E o que dizer da belíssima Gillian Holroyd (Kim Novak), em “Sortilégio de Amor”? Comédia antiga e que passava na Sessão da Tarde, com uma bruxa sedutora. Tivemos também o trio de beldades, Alexandra, Jane e Sukie, que apelam para a feitiçaria para espantar o homem “perfeito” que conjuraram em “As Bruxas de Eastwick”. Não podemos esquecer as irmãs Sally e Gillian Owens (Da Magia a Sedução), metidas em encrenca desde sempre. Temos diversas bruxas interessantes na série Harry Potter, mas vou citar só duas para não escrever um tratado: Hermione Granger e a Professora Mcgonagall. Num patamar diferente, temos a geladissima Feiticeira Branca (Nárnia), a pérfida Eva Ernst (Convenção das Bruxas), a traiçoeira Lamia (Stardut) e a tresloucada Bellatrix Lestrange (Harry Potter), todas extremamente maquiavélicas e cheias de maldade.

Minerva e Hermione - Harry Potter

Na televisão o predomínio é da mulheres, mas na telona o poder é dos homens. Podem até perder em número, mas jamais em poder. Os grandes magos proliferam no cinema, detendo o poder e comandando o circo. Já citei Gandalf, que era O Cinzento e se tornou O Branco, mas não custa repetir e ele merece este mimo. No mesmo nível de poder, temos Merlim (Excalibur e muitos outros), que ganhou diversas versões no cinema, mas seu poder permanece inabalável. Na telona vimos todos os tipo de magos, tivemos Tim O Encantador (Monty Python Em Busca do Cálice Sagrado), Mickey Mouse (Fantasia) e até a fraude conhecida como Mágico de Oz (ele merece estar aqui só por ter conseguido enganar todos em Oz, isto já foi uma mágica). Outro feiticeiro interessante era o Dr. Lao (As Sete Faces do Dr. Lao), que personificava todas as atrações de seu circo. Como menção honrosa, já que está num de meus filmes favoritos, quero citar High Aldwin (Willow – Na Terra da Magia), mentor de Willow. Novamente temos Harry Potter e sua imensa lista de bruxos marcante, ficarei com dois: Dumbledore e Snape. E no lado negro da magia temos uma galeria poderosa: Saruman (Senhor dos Anéis), Jareth (Labirinto), Voldemort (Harry Potter) e Gargamel (Smurf). De dar medo!

Gandalf e Saruman - O Senhor dos Anéis

Dr. Lao

Para encerrar, temos um feiticeiro que não soube enquadrar em nenhuma categoria. O cara está está lá para ajudar, mas prefere só dar enigmas: Mestre dos Magos (Caverna do Dragão). Não me entendam mal, eu gosto bastante do baixinho, só que ele podia ser menos carente e ajudar logo o povo a voltar para casa, não?

Abraços,
@ma_fantini

Que tal ter uma torre de PC inspirada em um Stormtrooper ?

O site de tecnologia alemão Hardware.Info criou uma competição para customizar a torre de um PC e para ver até onde ia a criatividade de seus membros. O modelo escolhido para o desafio foi um Corsair 600T.
O vencedor foi este modelo baseado em Star Wars: Stormtrooper.

Veja outros modelos que concorreram aqui.

Eu vou com o vencedor… e você ?

Conheça Autom: o robô que vai te ajudar a perder peso!



Autom quer que você fique mais saudável! Este pequeno robô monitora seus hábitos alimentares, seus exercícios e encoraja você a ficar em forma.

Autom fala com uma voz feminina sintetizada (em inglês) e o seu “dono” interage através de uma tela touch screen em sua barriga.
Não se preocupe, pois Autom não vai lhe dar uma “bronca” se você exagerar na sobremesa… ela é uma robô muito amável !

Autom é desenvolvido pela Intuitive Automata e já está disponível para pré-venda através do site myautom.com. Preço para reserva: U$ 195.00

Cory Kidd, um dos criadores de Autom, afirma que o robô é muito mais efectivo que sites de perda de peso e aplicações de smartphones, porque as pessoas acabam criando um vínculo emocional com o pequeno robô. Isto as ajuda a continuar com a dieta.

Bem, se você se aventurar a compra este lindo robozinho de grandes olhos azuis, depois conta para a gente aqui no blog :D

Star Wars: AT-AT no cenário de Chicago

De personagens a naves e veículos, tudo de Star Wars é inspiração para os artistas geeks.
Desta vez o artista Tony Bamber imaginou como seria se um AT-AT invadisse o centro de Chicago.

Site “Ask Vader” : Pergunte`a Darth Vader tudo o que vc quiser!

Em comemoração ao lançamento da saga Star Wars em Blu-ray a Fox lança o site “Ask Vader”.

Tem alguma decisão difícil para tomar? Precisa da opnião de um Sith?

Darth Vader irá ouvir (im) pacientemente suas perguntas (você deverá digitá-las em um campo texto em inglês) e vai te responder da maneira que você merece!
Bem aí, vc sabe né, o humor dele não é dos melhores :(

O site ainda oferece outras surpresas: `a medida que você interage com Darth Vader vai desbloqueando ” Momentos Especiais com Vader” – que revelam memórias de momentos especiais de Vader sobre a saga.

O que vc está esperando ? “Ask Vader Star Wars”

Outro lançamento da FOX é o catálogo digital “Star Wars Moments Visualizer” onde vc poderá visualizar 300 momentos de todos os filmes da saga. Lá você visualiza um descrição da cena, o episódio e o ranking. Você também poderá votar no seu momento preferido! http://moments.starwars.com/visualizer

No dia mais claro, na noite mais densa… by @marcelogrisa

“No dia mais claro,
Na noite mais densa,
O mal sucumbirá ante a minha presença
Todo aquele que venera o mal há de penar
Quando o poder do Lanterna Verde enfrentar!”

O juramento acima é o mais pronunciado nas HQ’s da DC Comics devido aos Lanternas Verdes. A organização foi criada há milênios pelos Guardiões do Universo, uma raça avançadíssima que decidiu proteger o universo. A extensão cósmica foi dividida em 3600 setores, e um habitante deveria proteger o seu próprio setor estelar, usando o poder dos anéis esmeralda.

Para quem só viu o cartaz do filme e não conhece ainda: o espectro de luz esverdeada no universo é a base dos poderes dos Lanternas Verdes – como Hal Jordan, interpretado por Ryan Reynolds e dublado no Brasil por Philipe Maia (mesma voz de Sam Winchester, da série Supernatural). Os anéis são ativados pela força de vontade do usuário, que canaliza a luz esverdeada na criação de objetos temporários feitos dessa energia.

A ORIGEM

Na verdade, o surgimento da Tropa não foi apenas por sentimentos nobres, e não foi a primeira medida dos Guardiões do Universo. Entre os malthusianos, raça de onde partiu o grupo, havia um cientista chamado Krona, tentou descobrir os segredos da criação do Universo. Em um acidente, acabou criando o universo da antimatéria, uma existência que, por si só, corrompeu diversos mundos.

A fim de consertar a merda o erro e se responsailizando como raça, os Guardiões partiram para Oa, planeta no centro do Universo, onde poderiam vigiar e começar suas ações. A primeira delas foi a criação a raça dos psions, que logo se rebelariam. Depois disso, ainda houve os Caçadores Cósmicos, que falharam por serem máquinas e não poderem fazer as ponderações necessárias, seguindo regras rígidas demais (manolos não sabiam programar os bichinhos, né? questão de Inteligência Artificial…).

Então começaram a produção dos anéis, a partir da Bateria Central de Oa – uma lanterna gigante, em termos. O nome da Tropa vêm pela necessidade de usar a miniatura da bateria central – em forma de lanterna – para ativar pela primeira vez e recarregar seus poderes todos os dias – uma boa dieta cósmica.

Hal Jordan foi o primeiro humano na história do Universo a ter oportunidade na corporação, mas haviam outras opções. Guy Gardner, um loiro fanfarrão, só estava longe quando Abin Sur, já moribundo, chegou à Terra para entregar o Anel ao seu dono. Jon Stewart – o Lanterna afrodescendente, que aparece na animação Liga da Justiça Ilimitada – também pode usar o aparato mais tarde. Guy também teve oportunidades, e hoje todos eles possuem seus próprios exemplares, incluindo Kyle Rainer – cartunista que recebeu o último anel do Universo das mãos do Guardião Ganthet, quando Hal Jordan ficou louco e hospedeiro da entidade do medo Parallax.

Além dos humanos, os membros mais conhecidos da tropa são Sinestro – mais tarde se tornando líder e fundador da Tropa Sinestro, hoje novamente entre os usuários dos Anéis Esmeralda – Kilowog, o Guardião do Universo Ganthet, e até mesmo o planeta(!?) Mogo.

Pato Donald desde 1934… by @my_pandoras_box


Donald Fauntleroy Duck, ou melhor dizendo, o Pato Donald é um personagem criado por Walt Disney no ano de 1934.
Donald Duck é um pato branco, de pernas e bico alaranjados, veste sempre uma camisa e quepe de marinheiro. O motivo para isto é que na época em que foi feito, todos os personagens precisavam vestir roupas! (mas…e pq ele não usa calças?! #perguntasclássicas)>

O dublador:

Dublador Pato Donald

A famosa “voz” de Donald foi criada pelo dublador Clarence Nash que até então era apenas um homem vindo da zona rural de Watonga, Oklahoma. Ele tinha o dom natural para imitar animais, inclusive sons de patos. A voz que Nash criou para Donald consistia em falar palavras através de um tipo de “ruido”, feito com o canto da boca e os dentes molares, que lembrava o grasnado de um pato. Após Walt Disney o escutar recitando o poema Mary Tinha um Carneirinho (Mary Had a Little Lamb) [clássica!!! E que eu fico toda faceira de ouvir] com sua “voz de pato”, chamou-o para uma audição e imediatamente o contratou, adivinhando que havia escolhido a voz certa para o seu novo personagem!
Curiosidade: clássicos desenhos em que Huguinho, Zezinho e Luizinho aparecem, todos os três tem a mesma voz, feita também por Clarence Nash (porém mais fina que a de Donald), pois antigamente os três sobrinhos tinham a mesma personalidade, eles falavam e agiam juntos, e algumas vezes dizendo freses fragmentadas como: “Olá!” “Tio!” “Donald!”.

“Impressões” de Donald no Teatro Chinês em
Hollywood, feitas por Clarence Nash.

Em séries produzidas mais recentes como Duck Tales, e TV Quack Pack, os três sobrinhos tem personalidades diferentes uma da outra, e não falam todos com a mesma “voz de pato”.
Já a pata “Donna Duck” que aparece no curta Don Donald (1937) também foi dublada por Clarence Nash, somente em episódios posteriores a esse, a namorada de Donald, ganhou a sua própria voz, e recebeu o nome de “Daisy Duck”. Cabe ressaltar que Donna foi um protótipo da Margarida.

O personagem:

O pato Donald fez sua estréia em 9 de junho de 1934 no episódio The Wise Little Hen (lançado no Brasil com o título de “A Galinha Esperta”) da série “Sinfonias Tolas”. Até final de 1936, ele apareceu em vários desenhos do Mickey, ao lado de personagens como Pateta e Pluto. No ano seguinte, Donald estreou sua própria série animada ao lado de sua amada Margarida. O desenho era chamado Don Donald. Seus sobrinhos apareceriam um ano mais tarde, no episódio Os Sobrinhos de Donald.

“Pato Donald contra o Führer”:

Como muitos desenhos dos anos 30/40, época de grandes guerras e conflitos ideológicos, os Estúdios Disney também foram obrigados a mudar de estilo com a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial em 1942.
A produção de desenhos passou a integrar o esforço de guerra norte-americano, abordando a guerra como tema. Em 1942, foi feito um desenho de propaganda anti-nazista, chamado de “A Face do Führer”. Nesse desenho mostra Donald vivendo na Alemanha Nazista, onde ele é forçado a trabalhar em uma fábrica de produção em série de armamento bélico pesado e de fotografias de Hitler produzidas em série.

No entanto, o desenho mostra ainda uma certa ingenuidade dos seus produtores, com alguns furos como a crítica à produção em série (lembrar de Tempos Modernos e afins), algo comum nos Estados Unidos desde a década de 30. Em o “Espírito de 1943″, o Pato Donald é convencido a contribuir com parte do seu salário, para os altos impostos de guerra. Nesse desenho ele contracena com sua consciência dividida, gastadora e econômica, cujas aparências personificadas lembram os futuros Tio Patinhas e Gastão.

Além de Donald se mostrar contra o Nazismo (na imagem acima, um avião P-51 Mustang com a imagem do personagem), outros personagens como Popeye, Patolino, Mickey, O Gato Félix e tantos outros deixaram de lado as piadas do cotidiano, e passaram a mostrar conteúdo violento, usando armas e jogando bombas de avião, dentre outras coisas. É…nem sempre as coisas foram lindas como temos os desenhos hoje… [e é por isso que não critico tanto algumas cenas de desenhos e séries...a vida ‘animada’ já foi MUITO pior.]

Donald visita a América:


Donald participou de dois longas com temas dirigidos à América do Sul, -infelizmente com interesse estratégico para os militares; Saludos Amigos (Alô Amigos) de 1943, com o papagaio brasileiro Zé Carioca e The Three Caballeros (1944), com Zé Carioca, Donald e o mexicano Panchito “Pistoles”. [ e quem aqui não chorava de rir com as loucuras de Panchito, hein?! A cena da canção “The three caballeros” é algo memorável!!!]

Televisão, quadrinhos e afins…:

Na televisão, Donald esteve em DuckTales (1987-1990) e TV Quack Pack (1996-1997). Seus desenhos originariamente feitos para o cinema, passaram a ser exibidos em programas como O Point do Mickey (“The House of Mouse”), seu próprio programa a TV Quack que era exibido na Disney Channel.
Donald passou a ter “vida própria”, sem depender de Mickey, quando Carl Barks, ao ficar encarregado dos quadrinhos, resolveu adaptar uma história originariamente escrita para Donald, Mickey, Pateta e Pluto, desenhando-a apenas com Donald e seus sobrinhos: Donald Duck Finds Pirate Gold (“Donald Encontra o Ouro dos Piratas”). Ela foi publicada em 1942 e pertence à serie de revistas da Dell Comics chamada “Four Color”.

Nos jogos:

Além de fazer participações especiais em jogos, ele também foi/é protagonista de alguns.

Donald foi o personagem principal do jogo Quack Shot, para fliperama e mega drive (1991). Sendo um jogo de ação do tipo plataforma, você controla o rabugento pato em uma aventura à la Indiana Jones! Nosso querido pato também é protagonista da série de RPG Kingdom Hearts que eu vou começar a jogar, finalmente!, junto com Pateta e o menino Sora. Nesse jogo, ele é o mago da corte do rei Mickey. É um mago impetuoso e impaciente (novidade, né?) , que, a pedido do rei, acompanha Sora na sua jornada para encontrar o rei.
Por fim, no jogo Crash Twinsanity, nas ultimas fases, há uma música parecida com os sons que Donald faz quando esta com raiva. Vou procurar algo sobre… quero dar umas risadas :P

No Brasil:

Os quadrinhos protagonizados pelo Donald fizeram estréia no Brasil no Suplemento Juvenil de Adolfo Aizen em outubro de 1938.

Lançada em julho de 1950, a revista O Pato Donald (trocando o nome para Pato Donald de 1980 em diante), foi o marco inicial da Editora Abril, o que o torna o título de quadrinhos de mais longa publicação contínua no Brasil.
As revistas Zé Carioca, Tio Patinhas (inicialmente como Almanaque do Tio Patinhas) e Disney Especial são suas derivadas diretas.
Após o encerramento da produção de histórias aqui no Brasil, a Editora Abril se limitou a publicar quadrinhos de outros países, como a Itália. As produções italianas são alvo de críticas por sua suposta baixa qualidade mas, mesmo assim, são presença forte e constante nas revistas brasileiras ao longo das décadas.
Além de ter seu próprio título de quadrinhos, Donald foi capa do álbum de figurinhas Galeria Walt Disney (1976 e republicações), personagem no Grande Livro Disney (1977) e astro principal do Manual da Televisão (1982). – eu tenho o Manuel da Televisão! #feliz
—-
Por fim, como sempre deixo para vocês… algumas coisinhas para rir ou se impressionar!
No caso, tenho 3 observações, pois souvenirs, livros, revistas e afins, todos conhecem de alguma forma! ;)

1. DORGAS MANOLO!!!

“Mulher diz que ‘Pato Donald’ agarrou seus seios e quer US$ 200 mil”
A americana April Magolon, que mora no estado da Pensilvânia (EUA), entrou com um processo contra Disney World, no qual ela pede uma indenização de US$ 200 mil, porque teria sido molestada pelo “Pato Donald”, segundo reportagem da emissora “WFTV”. (Fonte da notícia: G1, em São Paulo.)
É, a emissora deveria ser W(T)FTV…

2. The Three Caballeros Song!

Como comentei antes, aqui está o vídeo das 3 criaturinhas juntas e divertindo os espectadores!

Se quiserem ver mais coisas legais, aqui tem o link da visita de Donald à Copacabana!

http://www.youtube.com/watch?v=a3Fit31LXDo

3. Árvore genealógica do Donald!

Podem conferir mais informações e a imagem em tamanho (grande) real nesse link!

Bem, espero que tenham gostado desse post interminável ;)
Pensem bem, podia ser ELE falando em vez de escrevendo!

Forte abraço!
@my_pandoras_box

O amigo Chewie by @marcelogrisa

Provavelmente, na ficção científica – juntamente com o robô R2-D2, também da série Star Wars –, nunca ninguém disse tanto sem dizer nada. Chewbacca, um nativo do planeta Kashyyyk, é o assistente de Han Solo na nave Millenium Falcon, que ajudou a construir nos anos em que os dois atuaram como contrabandistas a serviço de Jabba, the Hut. Mas a parceria do humano e da criatura peluda de mais de dois metros vêm de antes disso.

O Império Galáctico, comandado por Darth Sidious/Palpatine, escravizou a raça dos wookies devido aos seus dotes físicos privilegiados e suas habilidades com tecnologia. Han Solo, na época um oficial imperial, salvou o amigo e finalmente se livrou do Império. Chewie – um apelido carinhoso para o wookie – resolveu acompanhar Han para pagar a dívida de honra que contraiu com o humano. As viagens também fazem parte da própria cultura e modo de vida wookie: ao atingir cerca de 50 anos – o início da idade adulta para a raça – os indivíduos deixam Kashyyyk para se aventurar, e abrandar o temperamento geralmente furioso de um jovem adulto. Arranjam confusão, jogam e aprendem a se virar, sabe? ;)


Enfim… Chewbacca é casado com Mallatobuck, mas as tradições wookies permitem que ele continue afastado de sua cônjuge para resolver sua dívida de honra com Han Solo. Os dois são muito amigos, e os conselhos de Chewie – que apenas o capitão compreende, o fazendo parecer um Pokémon XD – levaram a Millenium Falcon a se juntar à frota da Aliança Rebelde, o que por acaso começou a acontecer depois que os droides C3PO e R2-D2, assim como Luke Skywalker e Obi-wan Kenobi, foram seus passageiros em uma “sutil” viagem de Tatooine a Alderaan.

Aliás, Chewbacca também é um experiente e furioso jogador de xadrez dejarik holográfico; os adversários correm o risco de terem seus braços arrancados durante a partida, principalmente se Chewie estiver perdendo. #ficadica

Atá mais ver! UUURHHHHHGHHHHHHHHH!

@marcelogrisa

Ash Ketchum: Eu escolho você ! by @my_pandoras_box

Ash Ketchum, que em japonês ( サトシ ) significa Satoshi, é um personagem fictício da franquia Pokémon, propriedade da Nintendo. E, adivinha o nome do criador?! Satoshi Tajiri!
No Brasil, sua voz é feita por Fábio Lucindo (que também fez as seguintes vozes: Shinji de “Evangelion”, Kuririn de “Dragon Ball Z”, Soujiro Seta de “Samurai X” e outros…).
O objetivo de Ash, como todos sabem, é se tornar o maior treinador Pokémon do mundo. Pena que toda essa história é uma ficção… sim, eu acabo lembrando daquela história do “coma” do Ash :( (eu não vou falar sobre isso, procurem no google, caso tenham curiosidade ou queiram ficar tristes… #mimimi)

Nosso personagem nasceu na cidade de Pallet, na região de Kanto, com o objetivo de conquistar todos os ginásios (locais de batalha dos pokemons), ele parte em uma longa jornada para concretizar seu desejo. Para catalogar seus pokémons, ele possui o PokéCheckDex (PokéAgenda na dublagem brasileira), o PokeDex é um computador de bolso que contém todas as informações sobre os pokémons da região, sendo atualizado a cada nova jornada. Uma das metas de Ash é também ser campeão de uma Liga Pokémon!
Mas, para participar das competições da Liga nos ginásios pokémon, é preciso reunir o mínimo de oito insígnias de cada região que visita. Não são lindas?

Personalidade: ele se irrita fácil, é impulsivo e ingênuo, mas, ao mesmo tempo, também é energético, alegre e bondoso. Seu estilo de batalha quase sempre envolve fazer coisas inesperadas pelos oponentes, mesmo que não esteja usando um pokemon com vantagem.

A cada região que visita, Ash tem a oportunidade de capturar novos pokémons, treiná-los para as lutas nos ginásios e isso, é claro, ajuda a preencher sua PokéDex com todos os Pokémon os quais já viu. Além disso, eventualmente ele enfrenta rivais (nas batalhas entre seus pokémons e de outros treinadores) e combate a conhecida Equipe Rocket*, uma equipe especializada em roubar pokémons poderosos ou raros. Quem não lembra deles e suas trapalhadas né?



“(…) Jessie! James! Equipe rocket decolando na velocidade da Luz!
Renda-se agora ou prepare-se para Lutar! / Miau é isso ai!”

* Jesse e James evocam ao famoso bandido Jesse James, enquanto no original os nomes são inspirados nos samurais Miyamoto Musashi e Sasaki Kojirō.

Voltando a falar de Ash, quando ele está viajando, pode carregar até 6 pokémons consigo de cada vez, mas pode armazenar mais nos laboratórios do Professor Carvalho (ou Prof. Oak) e da Professora Juniper, trocando-os pelos que carrega, de acordo com a necessidade. Seu melhor amigo e pokemon inicial, Pikachu, é presença constante em qualquer formação de seus times e está sempre ao seu lado. Quem não gosta desse bichinho amarelo e fofo, hein?! Eu imito o Pikachu até hoje!


O pokémon inicial de Ash é Pikachu, mas ele não o recebe do Profº Carvalho e sim o captura após encontra-lo roendo uma fiação elétrica. Ash conquistou a confiança de Pikachu quando ele o salvou de um bando de Spearow, que acabaram sendo derrotados e se tornando a primeira vitória da dupla.
Algumas pessoas são tão fãs que além de colecionar pelúcias, camisetas, revistas, músicas e afins sobre Ash e o mundo pokemon, eterniza na pele ou cria uma carta de deck Pokémon!

Claro que também tem as pessoas que se prestam fazem cospobre cosplay dos personagens Ash, Misty e outros da história da Nintendo.

:(

Mas o que achei mais fofo foram esses cubeecrafts:



Outra lembrança que se tem são aquelas revistas Pokémon, que todo mundo disputava em bancas ou pegava emprestado no colégio…recordam?! Eu ainda tenho as minhas…sim, eu gosto de pokemon até hoje!

Admito que, para ter a felicidade plena com Pokémon, queria ter a miniatura/imitação da PokeDex e um bonequinho do Ash \o/
Bem, espero que tenham gostado da postagem :D

~ forte abraço,
@my_pandoras_box

Europa, Oceania e mais um continente `a sua escolha by @ma_fantini

“Deus quis que os homens se divertissem com muitos e muitos jogos, pois eles trazem conforto e dissipam as preocupações.”
Rei Afonso X de Leão e Castela, no prefácio de seu “Livro dos Jogos” (século XIII)

Jogos disputados por uma ou mais pessoas, utilizando uma base (tabuleiro) onde se movimentam as peças seguindo regras definidas: basicamente, é esta a definição de Jogos de Tabuleiro. Não interessa de que material é feita esta base, já que existem tabuleiros de madeira, pedra, plástico, papelão e inúmeros outros materiais, nem de como são as peças utilizadas ou se as regras são corretamente seguidas – gosto de adaptar um pouco estas – mas sim o quanto de diversão ele proporciona.
Para quem acha que jogos de tabuleiro são “antiguidades”, devo dizer que estão corretos. Realmente, eles apareceram faz alguns poucos milênios e grandes civilizações do passado, como Egito e Mesopotâmia, já se divertiam com eles. Foi a partir destes impérios que se espalharam pelo mundo. Aliás, o primeiro jogo que se tem noticia é o “Senet” do Egito antigo.
Agora, quem pensa que são antiguidades e por isto estão ultrapassados, lamento informar: estão redondamente enganados. Os jogos de tabuleiro, apesar do surgimento dos jogos eletrônicos, ainda são muito populares. Eles fizeram parte da minha infância e ainda fazem parte da minha vida adulta, assim como de grande parte das pessoas. E, observo feliz, fazem parte da infância dos meus sobrinho e crianças próximas. Ou seja, ainda são muito populares.
A imensa variedade de jogos disponíveis ajuda na sua popularização, já que temos jogos para todos os gostos: sensoriais, psíquicos, estratégicos, etc. O objetivo é sempre a vitória, seja ela conquistando territórios, virando milionário, descobrindo o assassino ou exibindo conhecimento. O que buscamos é sempre vencer o adversário, divertindo-se no processo de preferência.
O melhor dos jogos de tabuleiro é a oportunidade de diversão em grupo. Neste verão pegamos alguns dias de chuva na casa de praia, sem TV a cabo, internet ou videogame. Solução para acalmar molecada? Jogos de tabuleiro! Achamos por lá o Imagem & Ação, Banco Imobiliário, War e o Twist. Foi divertido ver a molecada se apaixonando pelos jogos, mas o melhor foi ver a marmanjada se acabando para ganhar. O tempo melhorou e nem notamos.
Espero ficar velhinha jogando e quem roubar no jogo vai levar bengalada! Como isto ainda deve demorar um bom tempo, que tal deixar umas sugestões de jogos por aqui? Vamos lá:
Para crianças, entre 8 e 10 anos (porque antes os jogos são muito bobinhos), recomendaria Ludo, Damas, Jogo da Vida, Banco Imobiliário, Combate, Detetive, Passa-letra, Can-Can, Cara a Cara, Damas, Xadrez, e jogos neste estilo. Nada muito complicado, fáceis de assimilar a regra e divertidos.



A partir desta idade, temos jogos mais complexos e que exigem um pouco mais de conhecimento e menos sorte. Nesta fase, temos os jogos de Estratégia e de Interação.

Nos jogos de estratégia, podemos citar alguns, que exigem mais dos jogadores tanto no aprendizado das regras quanto nas jogadas a serem realizadas: WAR, Scotland Yard, Interpol, Diplomacia, Descobridores do Catan, O Grande Chefão, etc.

Já os Jogos de Interação e de Perguntas/respostas são meus favoritos, mais focados nos jogadores do que no tabuleiro em si e podendo ser jogados com grandes números de pessoas. Eu os acho muito divertidos, e posso sugerir Imagem & Ação, Perfil, Master, Proibido Falar, Diga Logo, Perfil, Jogo do Milhão, Qual é a Música, etc.

Quem tiver mais sugestões deixe nos comentários, pois elas sempre são complementações muito bem vindas! Agora, com licença, acho que vou ali jogar um cadinho e volto outro dia.

Abraços @ma_fantini

Quem não ama a Magali ? by @my_pandoras_box

O pai da Turma:

Maurício Araújo de Souza nasceu em 27 de outubro de 1935, no interior de São Paulo.

Desde os 5 anos de idade já tinha interesse pelos quadrinhos (mesmo que ainda não soubesse ler eles) e, graças ao apoio dos pais e seu esforço em desenhar e entrar nesse mundo encantado de histórias coloridas e divertidas, temos a querida Turma da Mônica!
Vale lembrar que o primeiro personagem criado foi o Capitão Picolé, um baixinho cabeçudo todo branco e com capa.

Em 2010, no especial Lostinho, que fazia sátira do seriado americano Lost, eis que o Capitão Picolé reaparece transformado em um vilão que pretendia tomar o lugar da Turma da Mônica.

Em 1959, Maurício publica sua primeira tira, com a história de um menino e um cachorro, que seriam mais tarde Franjinha e Bidu. Ele teve sua grande oportunidade na Folha da Manhã, onde o cachorrinho da história era baseado em Cuíca, um Schnauzer que teve na sua infância. Já o menino, tinha influência de características suas e de um sobrinho. Marca registrada de Maurício: utilizar parentes e família nos seus personagens e cenários.

No ano seguinte, mesmo com a concorrência com as tiras norte-americanas, os resultados positivos de Maurício começaram a aparecer. As histórias eram na vertical e não apresentavam texto.
Como dito antes, o desenhista passou a utilizar características de seus familiares para compor seus personagens e, além disso, seus filhos passaram a inspirar o nome de alguns personagens da Turma; por exemplo, a filha Mônica foi a primeira a “batizar” um dos integrantes das historinhas. Mas…a Mônica não poderia ficar sozinha, tinha que haver uma companhia, uma amiguinha para ela!
E a personagem Magali – com o nome da outra filha de Maurício – foi criada.

Magali Evolução

A personagem:
Ambas, a verdadeira e a dos quadrinhos, apresentavam apetite grande e um gatinho de estimação. A diferença é que a filha de Maurício possuia um gato siamês, enquanto a outra Magali tinha um gato angorá, chamado Mingau.
Magali apareceu nas histórias no ano de 1963, sendo a comilona da Turma. Sua comida preferida é a melancia, mas qualquer alimento que passar perto dessa menina do vestidinho amarelo, lá vai ela pegar um pouco!
Duas curiosidades: Magali é a única personagem canhota da Turma da Mônica e, nos quadrinhos, sua família é de origem nordestina.

Outro ponto a ressaltar é a paixão dessa mocinha: é um portuguesinho, filho do padeiro (e padeiro prodígio) Quinzinho! Os dois juntos protagonizam histórias fofas, engraçadas e muitas vezes cercadas de ciúme e dramaticidade… ele faz de tudo para conquistar o coração da Magali, tudo mesmo: pãozinho de queijo, sonho, brigadeiro, baguete, bolo, torta e muito, mas muito mais mesmo…
O amor não é lindo?! hahahaha :P

Desde 1989 a personagem tem sua revista própria, com um delicioso cardápio de histórias ;)

Como muitos sabem, brinquedos da marca Turma da Mônica é que não faltam pelas lojas…vão de miniaturas ou agarradinhos até barracas, casinhas…Aqui abaixo temos alguns brinquedos:
Fonte: postagem minha (confiram!), no meu blog:
http://neuroniosagitados.blogspot.com/2011/07/colecionismo-turma-da-monica-contos-de.html

Olha que fofa ela como pastorinha!

Aqui temos ela bebê e o companheiro felino, Mingau!

Mas, como toda criança, a Magali também “cresceu” e faz parte da nova série de revistas e história de Maurício de Souza, a Turma da Mônica Jovem.

Qual das séries vocês preferem?! Eu confesso que tenho Síndrome de Peter Pan em relação à histórias em quadrinhos…
E, como sempre, deixo para vocês um vídeo! Ela se apresentando: Eu Sou A Magali

Ah, e aqui, podem conferir ela como Chapeuzinho Vermelho! http://www.youtube.com/TurmaDaMonicaOnline

Espero que tenham gostado, um forte abraço!
@my_pandoras_box

Fontes de pesquisa:
Site da Turma da Mônica
(Coleção) As melhores histórias da Magali, L&PM Editores, 1991.
Revista Mundo dos Super Heróis com o Dossiê “Maruício de Souza”, Editora Europa, maio/junho de 2011.

Motos iradas: Ghost Rider e sua “Chopper” by @my_pandoras_box

O visual da moto do filme “Ghost Rider” (Motoqueiro Fantasma) se baseia nos moldes de uma moto “chopper“.
Ghost Rider é um filme americano, lançado em 2007. Dirigido e escrito por Mark Steven Johnson, com Nicolas Cage como protagonista. O longa é baseado no personagem de uma HQ da Marvel Comics.
O filme teve um orçamento de 120 milhões de dólares.

>>>> Johnny Blaze é um famoso condutor de moto, notório por suas acrobacias. Um dia, para salvar a vida de seu pai ele faz um pacto com o diabo, chamado Mephistopheles (alguém lembrou do Chapolin?! HAHAHA), recebendo uma maldição, tornando-se o famoso Ghost Rider!

Blaze, com a maldição, é escolhido como o demônio possuidor do fogo por Blackheart, filho de Mephistopheles, que fugiu do inferno com o objetivo de conquistar a Terra com ajuda de quatro demônios (representando os elementos da natureza) chamados The Hidden. Havia o demônio Gressil que é o elemento Terra, Abigor é o Ar e Wallow é a Água.
Apesar de toda essa história, que mistura maldade e mistério, Johnny terá que usar sua maldição para o bem, detendo os planos de Blackheart com a ajuda do ex-Cavaleiro Fantasma, chamado Carter Slade.
<<<<

As chopper são motos que derivam das “custom”*, com a diferença na posição do tanque que é alto na frente e baixo atrás formando uma linha com o eixo da roda traseira, o garfo da frente tem um ângulo em relação ao motor maior que nas custom e seu comprimento também é maior deixando a distância entre eixos bem grande.
*moto custom: são estradeiras, preferidas por um público mais tradicional. Não priorizam a velocidade e são mais voltadas ao conforto, mantendo a altura do banco baixo, pedaleiras avançadas, tanque grande em posição paralela ao chão de forma a proporcionar uma posição confortável para pilotagem. São muito confortáveis para viagens longas, seja sozinho ou acompanhado. O piloto fica recostado para trás, com os pés para a frente, com as costas geralmente apoiadas em encostos chamados de “sissy bar”. Além disso, a maioria das peças são cromadas e brilhantes, copiando o design das motos antigas. Geralmente possuem o “bagageiro” (alforjes) em couro. Quem não gostaria de uma linda máquina dessas né?! ;D

As Chopper nasceram durante regresso dos soldados, vindos da 2ª Guerra Mundial e acostumados a pilotarem na Europa motos mais leves e ágeis, e com isso começaram a retirar peças dispensáveis; o termo “Chopper” vem de retirar, cortar.
Curiosidade: existe um documentário da Discovery sobre a grande história dessa moto! Me interessei em assistir, alguém aqui já viu e pode contar algo?! ;)

Como muitos sabem, o visual dessas motos é bastante despojado e agressivo. O conceito de moto chopper, originário dos EUA, foi disseminado mundo afora através do filme Easy Rider (Sem Destino), lançado em 1969, em que os atores Peter Fonda e Dennis Hopper interpretam os dois motociclistas que viajam pela América sobre suas choppers. Quando se fala em moto “chopper”, a primeira imagem que vem à cabeça é uma moto com muitos cromados, garfo dianteiro enorme, guidão alto (apelidado de “seca-sovaco” – #EURI) e tanque em forma de gota. As motos do filme Easy Rider, chamadas Capitão América e Billy Bike, talvez sejam as “Choppers” mais famosas do mundo.

A partir desse momento, o design da moto chopper se difundiu, o que levou os proprietários das Harley e das Indians a modificarem suas motocicletas em busca do visual chopper. Hoje, a industria de motos chopper continua com seu espírito “hand made”, mas não mais modifica motos de linha, e sim constrói as motos, desde o chassi, motor, tudo personalizado. A febre chopper é tamanha, que existe até um programa de TV, mostrando o dia-a-dia de uma fábrica de choppers, o American Chopper (Orange County Choppers, no original).
Para quem quiser assistir um episódio da série, dublado (pois quase 100% que há na internet não tem legenda) aqui está o link: http://www.youtube.com/watch?v=dSxyiKxrwuo
Para saber mais da história, tem um site (americano) muito bacana, o Raleigh Chopper que tem a história mais completa sobre a moto:
http://homepage.ntlworld.com/catfoodrob/choppers/history/history9.html

Existe o jogo para GBA e Playstation, não joguei eles…mas parecem interessantes! Alguém aqui já jogou algum deles? :D

E a HQ então?! Vou correr para comprar (nem atinei na época do filme, de buscar a HQ….)

Entre outros souvenirs do filme, tem capacete personalizado, figura de ação e Might Muggs (achei fofo!)

Espero que tenham gostado, um forte abraço pra vocês! ;)
@my_pandoras_box

Motos iradas: Shotaro Kaneda e sua moto sem nome by @marcelogrisa

AKIRA, o mangá de Katsuhiro Otomo (um dos mangás japoneses mais populares de todos os tempos) , conta a história: da fictícia Neo-Tóquio em 2019 (a Tóquio reconstruída após a III Guerra Mundial) , de indivíduos com capacidades psicocinéticas e de uma gangue de motociclistas liderada por Kaneda.  Acabou dando origem a um longa-metragem de animação com o mesmo nome, lançado em 1988.
Akira é o mais poderoso dentre as crianças psíquicas. Ele foi o causador da Terceira Guerra Mundial.
Kaneda é o protagonista que se junta `a uma guerrilha anti-governamental e sai com sua moto com objetivo de encontrar o misterioso Akira e salvar Key, que também faz parte do guerrilha..

O longa metragem mostrou a moto vermelha de Kaneda (acima) ao mundo. O modelo não existe oficialmente, mas se mostra um veículo de corpo longo, que pode fazer curva em dois tempos, já que a parte da frente tem uma articulação com o resto. Possui diversos computadores de bordo, motor pequeno porém potente (tecnologia avançada, né) e um banco confortável.

Kaneda Arte Gráfica

Muitos tentam emular a máquina com motos customizadas, principalmente pelo seu traçado marcante. Apesar do resultado não ser igual ao original, rende motocicletas interessantes… Alguns exemplos para vocês!


Bem… Se você não tiver uma moto e, naturalmente, a grana para o custom, sempre se pode fazer um papercraft…. Ou não.


É, eu avisei. :(

Mas ainda há uma nova versão da famosa moto, devido à adaptação de Hollywood para as telas, em live-action, de Akira. A produção, capitaneada por Leonardo DiCaprio (aparentemente, um entusiasta e fã de carteirinha da produção), contratou o designer inglês Chris Weston para fazer o novo desenho da moto, que está sendo fabricada pela BMW para o filme.
Prevendo os protestos dos fãs – blasfêmea! – ele se defendeu dizendo ser fã da aparência original da máquina, e que poucas alterações serão feitas.
Depoimento de Chris Weston: “Então a versão que eu criei é um pouco mais cheia e mais malvada. Os pneus e o motor são maiores, um pedaço da lataria foi removido para revelar as partes interiores. Kaneda era um membro de gangue que usava esses veículos como armas, então nós demos um visual mais batido e sujo, com riscos aqui e ali. Pela silhueta, você não teria problema em reconhecer que é a moto de Akira, mas à luz se revelam novos níveis de detalhes e texturas”, revela.

Resta ver no que dá, já que ainda não há imagens do resultado.

E, claro, como todo veículo muito legal, supimpa e tudo o mais, ainda há as miniaturas! Vou deixar um exemplo recente, lançado no início do ano, como versão de luxo – pelo Big Bad Toy Store, por “básicos” U$375 dólares. Ok, existem versões mais em conta, claro. Mas este tem neon nos computadores e outras partes da moto (só lembrava dos computadores terem luzinha XD).

Abraços, @marcelogrisa

Han Solo, audaz e temerário by @ma_fantini

O Capitão Han Solo, proprietário da “nave mais veloz da galáxia” Millenium Falcon, é um dos personagens mais cativantes do Universo Stars Wars. Piloto mais audacioso que cauteloso, ele fez parte da Guarda Imperial e alcançou a patente de Tenente. Obviamente, esta não era a carreira certa para ele. Após uma missão para o Império, em que conheceu aquele que se tornou seu grande parceiro: o wookiee Chewbacca, famoso por sua fluente oratória, Han Solo desobedece seu Comandante e abandona a Guarda. Alguém se surpreende com isto? Disciplina e organização não são seu ponto forte, a surpresa é ele ter tentado a carreira militar.

Nativo do planeta Corellia, Solo acha sua vocação quando inicia sua carreira de mercenário e contrabandista, ao lado do amigo Chewbacca. Não se pode dizer que foi uma carreira de sucesso, já que logo estava totalmente endividado e devendo ao temível agiota Jabba – uma dor de cabeça recorrente na saga. Com sua vida ameaçada, ele precisa de dinheiro para pagar sua divida e é quando encontra Luke Skywalker, que precisa de transporte até o planeta Alderaan para ele e Obi-wan Kenobi.

É a partir deste encontro que a trajetória do capitão passa a mudar. Inicialmente ele não coloca muita fé na Aliança Rebelde e se recusa a participar de um importante ataque, porém revê sua posição e salva o dia. Relutante, ele se junta `a aliança.

Num dos episódios da saga, Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca, quando procura ajuda para reparar sua Millenium Falcon é traído pelo velho amigo Lando Calrissian, sendo capturado e congelado em carbonita, e entregue a Jabba. Quem salva sua pele é Leia, com quem rola um clima bem intenso e que também não é uma pessoa tão fácil de lidar como as meigas princesas que conhecemos. Han e a princesa tem discussões acaloradas, mas é fácil perceber que uma pegação vai rolar. Sabe aquele ódio desmedido, mas que no fundo é amor reprimido? (ih, rimou).

O fato de Han achar que a princesa está apaixonada pelo Jedi Luke trava a relação, que fica em banho-maria. E a impressão dele não é injustificada, até eu acreditei nisto por um tempo! Quando a verdade surge e fica público que Leia e Luke são irmãos, filhos de Darth Vader, o Capitão não perde tempo. Os dois ficam juntos e, aparentemente, felizes. Discutindo sempre, mas felizes.

Uma frase resume bem o personagem: “Han Solo atirou primeiro!”. O grande charme de Han Solo era não ser “certinho”, e sim um sobrevivente. Safo e ligeiro, Han Solo jamais relaxaria na presença do caçador de recompensa Greedo, clássica cena do bar em Mos Eisley. De onde George Lucas foi buscar que nosso herói nunca atiraria de forma traiçoeira? Não era um jedi que estava ali, era um contrabandista que certamente fez muita coisa da qual não se orgulharia, mas sobreviveu. Atirar primeiro não denigre o personagem, muito pelo contrário: o define.
O choque de ver a alteração realizada nesta cena trouxe uma reação em massa dos fãs. Vamos combinar, foi um imenso vacilo do George Lucas reeditar a cena e fazer o Greedo atirar primeiro, numa tentativa de ser politicamente correto. Com toda a repercussão que a reedição causou, ele tornou a mexer e fez com que os dois atirassem juntos. Melhorou? Não! Só piorou o erro. Finalmente, em 2006 o filme é lançado sem alterações, na versão original e com o slogan “Han Solo atira primeiro”.

De forma simplista, podemos dizer que ele é o típico anti-herói: mercenário, cínico, frio e calculista, mas que no decorrer do filme demonstra caráter, coragem e bondade. Um personagem cativante e com uma boa dose de realidade, afinal ninguém é perfeito, certo?

Algumas frases do personagem:

• “Acho que minha vista está melhorando. Antes eu só podia ver um borrão escuro, agora posso ver um borrão claro.”
• “Um Cavaleiro Jedi? Eu saio um pouco e todo mundo fica com ilusões de grandeza.”
• “Estou com um péssimo pressentimento sobre isso.”
• “Sabe, de vez em quando até eu me impressiono comigo.”

• “Garota maravilhosa. Ou vou matá-la ou estou começando a gostar dela.”
• “Religiões tolas e armas antigas não são páreo para uma boa pistola ao seu lado, garoto.”

Curiosidades:

• George Lucas pensou em Christopher Walker (medo!) para interpretar Han Solo. Nossa sorte é sua verba não permitia contratar astros.
• A Millennium Falcon concebida quando Lucas estava numa lanchonete. Ele viu seu hambúrguer ao lado da azeitona e imaginou-a no lugar do cockpit, tendo o hambúrguer como o outro compartimento da nave.


• Han Solo é o único personagem em todos os filmes da série que usa o Sabre de Luz sem ter poderes Jedi.


•  Uma das falas mais famosas de Han Solo surgiu de uma brincadeira no set. Em “O Império Contra-Ataca”, o diretor Irwin Kershner tentava gravar um diálogo romântico entre Leia e Solo, no momento em que este vai ser congelado: ela diz “Eu te amo”, e ele responde “Eu também”. Depois de dezenas de takes frustrados, Harrison Ford perdeu a paciência. Na tentativa seguinte, quando Leia mandou o “Eu te amo”, ele respondeu na lata, em tom irônico: “Eu sei”. Ficou tão bom – e condizente com a personalidade de Solo – que entrou no filme.

Eu não poderia encerrar este texto sem falar de minha série favorita. Em Firefly, que foi definida pelo criador como uma série sobre o “o dia a dia de um Han Solo, fora de uma causa maior”, temos aparições de Han Solo em carbonita em vários episódios. Quem quiser pode conferir neste link: Han Solo em Firefly

@ma_fantini, colaboradora do blog :D

O Reinado Sombrio de Norman Osborn by @EmanuelCR

Em quem mundo a segurança de todos – do presidente dos EUA ao carteiro do Four Freedoms Plaza – seria deixada na mão de assassinos, psicopatas, esquizofrênicos e deuses da Guerra? Certamente, em um mundo onde o Capitão América está morto, Nick Fury se tornou um inimigo de Estado e o Homem de Ferro é um foragido, isso é possível através da ascensão de Norman Osborn.
Ao final da Invasão Secreta – o plano do império skrull para tomar o planeta Terra como seu, substituindo importantes heróis, vilões e outras figuras proeminentes –, Osborn foi sagrado herói e, surpreendentemente, o até então diretor-geral da SHIELD, Tony Stark, tido como traidor da raça humana, aquele que vendeu o planeta para os invasores…
Tudo isso devido ao fato de um deles ser um mero assassino de sangue-frio nato…

Assim, com as bênçãos do presidente dos Estados Unidos, o “regenerado” Duende Verde tornou-se o primeiro em comado de toda e qualquer atividade super-humana: manteve o Programa Thunderbolts, tornou-se líder da Iniciativa dos 50 Estados, formou sua Cabala – integrada por alguns dos mais aviltantes líderes da comunidade super-humana –, desativou a SHIELD para criar o MARTELO e, para o horror geral…

…Forma sua própria equipe de VINGADORES!
E, parafraseando sua segunda-em-comando, Victoria Hand, são todos “seres de terrível poder”: Noh-Varr, o guerreiro kree de outra dimensão; Sentinela, com o poder de mil sóis explodindo e algo muito pior; Ms. Marvel, a antiga e insana thunderbolt Rocha Lunar; Ares, o verdadeiro Deus da Guerra; Daken, o filho vingativo e sanguinário de Wolverine; o temível assassino Mercenário, interpretando o vingador Gavião Arqueiro; assim como Mac Gargan, o Escorpião original e atual Venom, fazendo as vezes de Homem-Aranha. Como líder, o próprio Osborn, maculando o legado do Capitão América e do Homem de Ferro ao assumir o nome de Patriota de Ferro.

Assim, para o grande público, Osborn e seus aliados eram os verdadeiros – e heróicos – Vingadores. Contudo, para quem conhecia a verdade, estes eram os Vingadores Sombrios, um grupo de assassinos e monstros que, com um psicopata como mestre, só querem continuar fazendo o que fazem de pior e sair impunes… Sem falar em colaborar com os planos mesquinhos de Norman Osborn.

Com isso, em seguida, suas atividades são marcadas pela malícia e subterfúgio. Enfrentam a feiticeira arthuriana Morgana Le Fey, ex-amante de Victor Von Doom, para reestabelecer o poder de Destino – membro da Cabala – na Latvéria. Tramam, ainda, desacreditar os X-men, levando à criação dos X-men Sombrios. Após enfrentarem a tremenda ameaça do Homem Molecular, descobre-se muito sobre a verdade acerca do Sentinela…

…Entretanto, como era de se esperar, a credibilidade de Osborn passou a ser questionada. Temendo perder seu grande momento, e sob a influência traiçoeira de Loki, o assassino de Gwen Stacy decide iniciar o cerco à Asgard, reunindo todos os vilões sob seu comando para expulsar os deuses nórdicos da Terra – e mortos, se necessário. Após uma encenação envolvendo um ingênuo Volstagg, o reino mítico foi sitiado e praticamente destruído pelo Sent… Pelo Vácuo. O Anjo da Morte em pessoa. Porém, pela boa vontade do destino – e arrependimento de Loki –, os heróis conseguiram derrotar o monstro definitivo, derrubar os vilões e findar com o domínio do reinado sombrio.

Desenvolvidos por Brian Michael Bendis, um dos “Arquitetos Marvel”, e pelo brasileiro rock star das HQs Mike Deodato (Clique nos nomes para segui-los no twitter!), os Vingadores Sombrios tornaram-se a demonstração prática do que é um “mundo das trevas” dentro do Universo Marvel. Com eventos como A Quedas dos Vingadores, a Guerra Secreta de Nick Fury, a Dinastia M, a Guerra Civil dos Super-heróis, as invasões do Hulk e dos skrulls, mostrou-se uma realidade onde politicagem e corrupção tornaram-se regra, e defender o certo era crime… Nada muito diferente do mundo que realmente vivemos, onde ser perseguido por suas convicções é muito comum.

WE ARE VENOM!

Vencedor da enquete sobre “Qual outro Vingador merecia uma chance nos cinemas?”, falaremos um pouco sobre Mac Gargan, o atual Venom! Deixando, claro, entretanto, que somente a fase a partir do Reinado Sombrio.

Como integrante do Programa Thunderbolts, a atuação de Gargan foi crucial para desbaratar a Invasão Secreta. Assim, Osborn deu uma oportunidade e uma vaga em sua vindoura equipe de Vingadores, mas um monstro canibal não seria bem visto, obviamente, pelo público. Sob um tratamento agressivo, assumiu uma aparência humana e o codinome do Homem-Aranha; mostrando a óbvia rixa dele e Osborn com o verdadeiro aracnídeo. Porém, quando “longe das câmeras”, Venom pode assumir a sua “versão-monstro” e, em geral, devora e aterroriza qualquer adversário… Inclusive, essa mesma tática é usada por Morgana, na primeira missão da equipe, levando um descontrolado e demoníaco Gargan a atacar seus colegas – na verdade, alguns deles, como Daken e Noh-Varr, consideram-no ridículo.

E isso afeta duramente a psique de Gargan. A influência do simbionte, mais os remédios supressores que toma, sua própria genética alterada… Tudo isso torna, lentamente, o monstro em um cordeiro; temendo agir, em algumas ocasiões, e reclamando de colegas como se estivesse no primário: “Dona Hand, o Mercenário disse que ia me matar!” – e disse mesmo, após os eventos com Le Fey… Até mesmo Rocha Lunar estranha as atitudes de Mac Gargan! O estado só se agrava quando toda a equipe é submetida ao Homem Molecular…
Encerrando sua curta carreira como Vingador, durante o Cerco de Asgard, Mac Gargan e Venom são, mais uma vez, separados, em uma ação conjunta do Homem-Aranha com a Miss Marvel original – que é dominada, em um ato desesperado de sobrevivência, pelo simbionte, temporariamente.

Assim, após sua prisão ao fim do Cerco, a carreira de Gargan está em aberto… E sem o simbionte.

Emanuel a.k.a Mano, é professor de informática, escreve coisas legais para o www.fanboy.com.br e costuma falar sobre nerdices e outras coisas – ou outras coisas e nerdices – no twitter (@EmanuelCR). Gosta de HQs desde sempre e sofreu junto com Peter Parker quando se descobriu que o mundo de Dinastia M era uma mentira.
(Mata a Mary Jane, mas não mate a Gwen, $#%$##@!)

Idiomas do cinema: saiba um pouco sobre o Élfico by @davidfellipeluz

A enquete do @Get_Nuts desta última quinta-feira (30/06/2011) foi sobre idiomas fictícios do cinema. Depois de uma acirrada disputa entre o Klingon, criado por Marc Okrand para o filme “Star Trek: The Motion Picture”, e os idiomas élficos, criados por Tolkien para a saga de “O Senhor Dos Anéis”,  a vitória ficou com os idiomas élficos de Tolkien.

Na série O Senhor dos Anéis, temos 8 idiomas élficos e mais algumas variações e dialetos, praticamente todos esses idiomas foram desenvolvidos por Tolkien de alguma forma. Dentre esses idiomas o mais comum e famoso é o Sindarin que foi vistos nos filmes.

O sindarin é o idioma mais usado entre os elfos da 3ª era, foi desenvolvido pelos elfos que ficaram para trás na grande marcha durante a 1ª era. Com o retorno dos Noldor para a terra-média, os elfos decidiram pelo sindarin como a língua comum.

O sindarin é uma língua apenas falada, a escrita élfica é feita no alfabeto tengwar, o alfabeto de todos os idiomas élficos.

 

Tolkien criou o sindarin em 1944, ele já havia trabalhando em alguns outros idiomas. Ele se baseava em idiomas como o galês, línguas célticas, inglês antigo, e nórdico antigo.

Ele não criou esses idiomas para serem usados na vida real, mas fãs e estudiosos desenvolveram eles a ponto de serem usáveis.

Se você gostou do Sindarin e gostaria de aprender um pouco mais sobre ele, é possível encontrar muitos sites ensinando os vários idiomas da saga “O Senhor dos Anéis”.

Aqui temos alguns deles:
http://www.ardalambion.com.br/curso-de-sindarin/
http://www.jrrvf.com/hisweloke/sindar/online/sindarin.html (dicionário para inglês, francês e alemão)
 

EXTRA: site com aulas de klingon
http://livrosdamara.pbworks.com/f/29+-+MARC+OKRAND+-+Jornada+nas+Estrelas+-+Dicionário+Klingon_+IV.pdf
http://www.kli.org/kli/langs/KLIPort.html

Esperam que tenham gostado do meu post de estréia aqui no blog !
Um abraço, @davidfellipeluz :D

Na loja da GetNUTS você encontra bustos e bobble heads Colecionáveis Senhor dos Anéis

Arte Geek: Ilustrações de Transformers Dark of The Moon

Além de curtir Transformers: Dark of The Moon nas telonas do cinema, vale `a pena conferir as ilustrações do filme feitas pelo artista Joel Chang.

Na GetNUTS você encontra variedade na linha Transformers :D

© 2017 GetNuts Figuras de Ação e Colecionáveis. All Rights Reserved. Login

- Designed by Gabfire Themes